Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Previdência privada

Previdência privada

27/07/2019 Daniel Ribeiro

Uma alternativa valiosa para renda extra no futuro.

Com a proposta de economizar cerca de R$ 1,2 trilhão em 10 anos, – segundo dados divulgados pela equipe econômica do Governo Federal –, a Reforma da Previdência foi aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados no último dia 10.

Mesmo com as incertezas do que entrará em vigor, o que já se sabe é que as regras para os futuros aposentados serão mais rígidas.

De acordo com a Secretaria da Previdência, o déficit do Regime Geral da Previdência Social (RGPS), entre janeiro e novembro de 2018, alcançou a marca histórica de 186,3 bilhões.

Devido a esse desequilíbrio previdenciário, as dúvidas que rondam a reforma e o crescimento da expectativa de vida do brasileiro, a previdência privada vem se tornando uma opção interessante para quem quer ter um melhor planejamento financeiro ao longo dos anos.

Um levantamento feito pelo buscador de aplicações financeiras Yubb, apontou que o volume de consultas sobre os planos privados aumentou 14 vezes, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Do meu ponto de vista, a previdência privada é um investimento de longo prazo que pode auxiliar na aposentadoria e garantir o futuro de sua família.

Quando comparamos com a poupança, os proveitos vão de uma maior taxa de rentabilidade e benefícios fiscais a vantagens no processo de sucessão patrimonial.

Esse tipo de investimento poderá ainda ser usado como um complemento da previdência social, que muitas vezes é um valor inferior ao necessário para manter o padrão de vida do indivíduo.

Além da Reforma da Previdência, que promete modificar o cenário atual da aposentadoria, o número de microempreendedores individuais vem crescendo consideravelmente.

Segundo o Portal do Empreendedor do governo federal, o país já ultrapassou os 8 milhões de microempreendedores individuais (MEIs), fechando o mês de março com 8.154.678 cadastros.

Percebo que com a ascensão dessa modalidade de trabalho, a preocupação com o futuro também aumenta. É preciso deixar claro que, ao se tornar MEI, o indivíduo também possui direitos trabalhistas, sendo que um deles é a aposentadoria por idade ou invalidez.

No entanto, o benefício irá corresponder ao valor de um salário mínimo, já que a sua base de cálculo para a contribuição também é fundamentada por esta quantia.

Então, a previdência privada é indicada para quem é MEI, pois ela pode garantir uma velhice mais segura financeiramente, mas também para todos os indivíduos, que devem planejar a sua aposentadoria para evitar incertezas no futuro. 

Além da previdência privada, existem outras formas de investimentos para garantir um futuro financeiro mais tranquilo.

Esses tipos de aplicações vêm crescendo nos últimos anos e as pessoas estão se tornando mais abertas a novos produtos financeiros.

Como sempre falo, “colocar o dinheiro para trabalhar para você é sempre uma excelente escolha”.

* Daniel Ribeiro é economista e sócio fundador da Monteverde Investimentos.

Fonte: Naves Coelho Comunicação



As histórias que o padre conta

“Até a metade vai parecer que irá dar errado, mas depois dá certo!”

Autor: Dimas Künsch


Vulnerabilidades masculinas: o tema proibido

É desafiador para mim escrever sobre este tema, já que sou um gênero feminino ainda que com certa energia masculina dentro de mim, aliás como todos os seres, que tem ambas as energias dentro de si, feminina e masculina.

Autor: Viviane Gago


Entre o barril de petróleo e o de pólvora

O mundo começou a semana preocupado com o Oriente Médio.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Nome comum pode ser bom, mas às vezes complica!

O nosso nome, primeira terceirização que fazemos na vida, é uma escolha que pode trazer as consequências mais diversas.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


A Cilada do Narcisista

Nelson Rodrigues descrevia em suas crônicas as pessoas enamoradas de si mesmas com o termo: “Ele está em furioso enamoramento de si mesmo”.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Brasil, amado pelo povo e dividido pelos governantes

As autoridades vivem bem protegidas, enquanto o restante da população sofre os efeitos da insegurança urbana.

Autor: Samuel Hanan


Custos da saúde aumentam e não existe uma perspectiva que possa diminuir

Recente levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que os brasileiros estão gastando menos com serviços de saúde privada, como consultas e planos de saúde, mas desembolsando mais com medicamentos.

Autor: Mara Machado


O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes