Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Qual o segredo da longevidade?

Qual o segredo da longevidade?

27/06/2014 Andrea Cabral

Será que a saúde realmente diminui à proporção em que a idade aumenta? É necessário tomar muitos remédios depois de certa idade?

Felizmente, a resposta afirmativa a essas perguntas não se trata de uma verdade absoluta. Pesquisas realizadas pelo Centro de Estudos do Envelhecimento da Universidade Federal de São Paulo indicam que um envelhecimento bem-sucedido decorre basicamente do estilo de vida e das escolhas feitas no dia-a-dia.

O geriatra Renato Maia dá algumas sugestões para o amadurecimento saudável: “Ter disciplina e determinação para pôr em prática o que se sabe; não ultrapassar os limites; enfrentar as dificuldades; ter laços sociais e, principalmente, algo que dê significado à vida”.

O passar dos anos não deve levar embora a independência. Manter a autonomia possibilita ter atividades e viver com alegria. É o caso de Mitico Nakatani, que aos 54 anos, foi hospitalizada e, apesar de desacreditada, voltou à vida, correndo. “Eu não conseguia comer, tinha que tomar injeção para dormir e vivia nervosa”, diz Mítico. Ela começou a caminhar por orientação médica e hoje, aos 82 anos, é maratonista.

Experiências como essas demonstram que há profunda relação entre o envelhecimento e a maneira como as pessoas o encaram. Não aceitar pensamentos doentios e de limitação podem fazer a diferença entre uma sobrevida triste e um amadurecimento feliz.

Tenho uma amiga que aos 75 anos trabalha diariamente, dirige, viaja sozinha e tem uma disposição surpreendente. Ao conhecer alguém tão saudável, é natural ficar curioso: qual o segredo para tanta vitalidade?

“Há muitos anos aprendi que Deus é minha vida. Parece uma afirmação pretensiosa, mas é o que a Bíblia afirma. O Salmo 103:5 diz: ‘É Ele quem farta de bens a tua velhice’. Essa velhice não é um estado físico, mas sim, uma maturidade espiritual que traz a eterna juventude. Essa compreensão me renova e me permite demonstrar aqui e agora que a vida é inesgotável. Hoje expresso saúde, vitalidade e alegria”, afirma entusiasmada.

Essa é uma das explicações para a longevidade. Se alguém deseja saúde não deve nutrir pensamentos de doença. No livro Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, Mary Baker Eddy mostra a necessidade de “formarmos modelos perfeitos no pensamento e contemplá-los continuamente, senão nunca os esculpiremos em vidas sublimes e nobres”. A mudança do pensamento transforma os resultados. Esse tipo de atitude está ao alcance de todos e não tem contra-indicação. A escolha é sua.

* Andréa Cabral é jornalista e atua como Comitê de Publicação da Ciência Cristã no Brasil



Onde está a boa educação?

Outrora, o idoso, era respeitado no local de trabalho e na sociedade.


Saneamento básico no Brasil

A infraestrutura que não chega ao esgoto.


Em novos tempos deve-se ter novas práticas

Na Capital fala-se muito em Menos Brasília, Mais Brasil.


Espiritualidade e alegria junina

Junho traz festas de três santos católicos: Antônio, casamenteiro. São João, profeta precursor de Jesus e São Pedro, único apóstolo que caminhou sobre as águas.


Missão do avô

Na família os avós são conselheiros dos pais e dos netos.


A importância das relações governamentais e institucionais

As relações governamentais e institucionais têm sido um instrumento de alta relevância para qualquer organização no atual momento político brasileiro.


Namoro na adolescência: fato ou fake?

O início da adolescência coincide com o final do Ensino Fundamental, fase em que desabrocham as paixões e, com elas, o convite: “quer namorar comigo?”.


Autobiografias: revelações das experiências em família

A curiosidade de muitas pessoas sobre a (auto) biografia de personalidades tem se tornado cada vez mais crescente, nos últimos anos.


What a wonderful world

Louis Daniel Armstrong foi um cantor e instrumentista nascido na aurora do século 20, e foi considerado “a personificação do jazz”.


A violência doméstica

Em Portugal, desde o início do ano, apesar de se combater, por todos os meios, a violência na família, contam-se já mais de uma dezena de mulheres, assassinadas.


O desrespeito ao teto constitucional e o ativismo judicial

O ativismo do Executivo e do Judiciário está “apequenando” o Legislativo.


Indicadores e painéis urbanos aliados à administração pública

A cidade com fatos visualizados está remodelando a forma como os cidadãos e gestores vêm a conhecê-la e governá-la.