Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Qualidade no atendimento: a alma do negócio!

Qualidade no atendimento: a alma do negócio!

26/10/2015 Sizue Itho

O Brasil é conhecido por ter um povo alegre, de bem com a vida, que adora festejar, conversar, se relacionar...

Mas foi divulgado recentemente um estudo que avaliou a qualidade do atendimento ao cliente em vários países do mundo.

Era de se esperar que no quesito simpatia seríamos nota 10! E adivinha só? Ficamos em penúltimo lugar na quantidade de atendimentos iniciados com um sorriso.

Acho que essa crise está deixando alguém de cara fechada... Esse estudo foi realizado por uma empresa sueca, em parceria com uma brasileira, que fez a análise do atendimento em 69 países durante o ano de 2014.

Para isso, eles utilizaram clientes secretos... pessoas disfarçadas que simulavam querer um produto apenas para avaliar os vendedores.

Só aqui no Brasil, participaram 22 mil pessoas no experimento. Após chegarem aos resultados, foi constatado: apenas 79% dos atendimentos começaram com um sorriso do vendedor. Ficamos apenas na frente dos recatados japoneses com a marca de 74%.

E você deve estar se perguntando: Quem ficou em primeiro? Bom... europeus sempre foram conhecidos por serem um povo mais frio, mais reservado... Eles não têm o nosso ‘calor tropical’.

Mas foi a Irlanda que dominou o ranking alcançando cerca de 97% de atendimentos sorridentes. Talvez, para você, 79% nem pareça um percentual tão ruim assim... É bem mais do que a metade.

Mas em tempos em que a economia anda mal das pernas, não é uma boa desperdiçar os 21% restantes. Nem pra você, nem para a empresa em que trabalha. Um sorriso pode ser o cartão de visitas ideal para um atendimento de qualidade.

Claro, que isso vai muito além... envolve outras coisas como uma boa educação, profissionalismo, conhecimento do produto, e por aí vai. E caso o primeiro passo seja dado errado, de nada adianta dominar todas as regras de como ser o melhor vendedor.

Você perdeu uma venda, e a empresa um possível cliente fiel. Com um monte de canais de comunicação que passaram a existir, tem-se uma aproximação muito maior da empresa ou da marca com o consumidor, e o compartilhamento de experiências – sejam elas boas ou ruins – ficou acessível com apenas um clique.

A partir daí, pode ser um efeito cascata: um conta pro amigo, que conta pro irmão, que publica na internet... e de repente a imagem da empresa está seriamente arranhada. Em alguns casos, o resultado pode ser assustador. A imagem de uma companhia ou de uma marca é aquilo que está no consciente do seu cliente sobre ela.

Já falamos um pouco disso no meu blog! Passa lá. Tem muito mais sobre esse e outros assuntos que podem ajudar você. Um especialista em varejo que admiro muito, Edmour Saiani, diz que a loja é cara do dono! Acredito muito nisso e estendo para os outros negócios. Qualquer empresa tem a cara do dono!

Então, se falta o sorriso ao brasileiro, é provável que nosso empresário ande meio rabugento. Não deixe a crise comprometer seu trabalho. Além disso, dá rugas e deixa a alma cinza. Seja Feliz!

* Sizue Itho é Diretora-Executiva, Cativa Imagem.



Insetos na dieta

Aproximadamente dois bilhões de pessoas em 130 países já comem insetos regularmente.


Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.


A importância de empoderar nossas meninas

Fatores culturais de valorização do masculino, enraizados desde sempre na nossa sociedade, afetam a autoestima e a confiança feminina.


Advogados e Cursos jurídicos

Onze de Agosto é o Dia da Fundação dos Cursos de Direito e é também o Dia do Advogado.


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Ética de advogados e juízes

A advocacia e a magistratura têm códigos de ética diferentes.


Quem se beneficia da coisa pública é corrupto

Coisa pública não pode ser confundida com coisa privada.