Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Quem é você e com quem quer se relacionar?

Quem é você e com quem quer se relacionar?

31/01/2014 Margareth Signorelli

Percebo que muitos coaches e orientadores de relacionamento sugerem que se faça uma lista das características da pessoa com quem queremos nos relacionar.

Vou mais longe e pergunto: Quem é Você? Normalmente as pessoas dizem suas profissões quando alguém as questiona: sou advogado, coach, médica. Não somos nossa profissão, sobrenome ou interesses. Somos nossos VALORES. Os valores que adquirimos no percurso da vida é que nos fazem quem somos hoje e quem seremos amanhã.

Um médico pode ser um tratador, um estudioso, um pesquisador. Um coach pode ser um cuidador, um entusiasta, um incentivador. Um advogado por ser um justo, um defensor. Vamos fazer uma lista mais profunda de quem você é e com quem quer se relacionar.

Prática

- Use a lista de valores abaixo com algumas sugestões ou defina os seus próprios. Escolha os 15 que definem você hoje e indique os 5 mais importantes neste momento da sua vida:

Apreciação; Servir; Estética; Contribuição; Excelência; Romance; Motivar; Influenciar; Ajudar; Ensinar; Construir; Honestidade; Crescimento; Espiritualidade; Ter poder; Entusiasmo; Criar; Integridade; Alegria; Beleza; Elegância; Compaixão; Aprender; Descobrir; Sentir; Guiar; Persuadir; Vencer; Nutrir; Observar; Atrair; Educar; Conquistar; Preparar; Desafios; Viver o presente; Paz.

- Pegue uma folha de papel. De um lado, coloque seus 5 maiores valores e do outro os 5 valores (não características) mais importantes que você gostaria que a pessoa com quem você quer se relacionar tivesse. Coloque estrategicamente em um local que possa visualizar esta lista e rever o que espera de alguém. Pode mudar e repensar.

Isto facilitará muito quando conhecer alguém novo ou estiver começando a se relacionar. Você poderá observar se esta pessoa vai contra ou a favor desses valores que são tão importantes para você. Poupará seu tempo e energia. Imagine se um deles for “Integridade” e você percebe que a pessoa faz dívidas, não se importa com as consequências e nem mesmo com as pessoas que está prejudicando? O que fará a base sólida do seu relacionamento serão os valores com os quais ele será construído.

Muitas pessoas reclamam de seus relacionamentos e dizem: “Mas não temos os mesmos interesses, então, nosso relacionamento não pode dar certo”. Saiba que os interesses podem ser diferentes, mas ancorados nos mesmos valores. O que importa são os valores.

Entendendo melhor quem você é, de acordo com a sua essência, o ajudará a fazer a lista de características da pessoa com quem pretende se relacionar baseada no mesmo princípio, e não mais na superficialidade. Seguindo estes princípios, você perceberá que olhos azuis e 1,80m serão menos importantes do que honestidade, sensibilidade, companheirismo e muitos outros valores que, somados aos seus, comporão o relacionamento dos seus sonhos.

*Margareth Signorelli é Coach de Relacionamento e terapeuta EFT (Emotional Freedom Techniques).



Os desafios de tornar a tecnologia acessível à população

Vivemos uma realidade em que os avanços tecnológicos passaram a pautar nosso comportamento e nossa sociedade.


O uso do celular, até para telefonar

Setenta e sete por cento dos brasileiros utilizam o smartphone para pagar contas, transferir dinheiro e outros serviços bancários.


Canto para uma cidade surda

O Minas Tênis Clube deu ao Pacífico Mascarenhas o que a cidade de Belo Horizonte deve ao Clube da Esquina; um cantinho construído pelo respeito, gratidão, admiração, reconhecimento, apreço e amor.


Como acaso tornou famoso notável compositor

Antes de alcançar a celebridade, e a enorme fortuna, Verdi, passou muitas dificuldades financeiras.


Gugu e a fragilidade da vida

A sabedoria aconselha foco no equilíbrio emocional e espiritual diante da fragilidade e fugacidade da vida.


Quando o muro caiu

O Brasil se preparava para o segundo turno das eleições presidenciais, entre o metalúrgico socialista Luís Inácio Lula da Silva e a incógnita liberal salvacionista Fernando Collor de Melo, quando a televisão anunciou a queda do muro de Berlim.


Identidade pessoal e identidade familiar

Cada família gesta a sua identidade, ainda que algumas vezes, de forma inconsciente.


Desprezo e ingratidão

Não sei o que dói mais: se a ingratidão se o desprezo.


A classe esquecida pelo governo

O fato é que a classe média acaba por ser a classe esquecida pelo governo.


O STF em defesa de quem?

A UIF, antigo COAF, foi criada como uma unidade do Ministério da Justiça (hoje, no BACEN) para fazer uma coisa muito simples: receber dos bancos notificações de que alguém teria realizado uma transação suspeita, anormal.


O prazer da leitura

Ao contrário do que se possa pensar, não tenho muitos amigos. Também não são muitos os conhecidos.


Desmoralização do SFT

A moralidade e a segurança jurídica justificam a continuidade da prisão em segunda instância. A mudança desta postura favorece a impunidade dos poderosos e endinheirados.