Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Resvalando para o abismo

Resvalando para o abismo

22/04/2019 Humberto Pinho da Silva

Andamos, todos, mergulhados em profundo sono, cujos sonhos, nos iludem, e narcotiza.

Como aconteceu no antigo Israel, também surgem, no nosso tempo, na mass-media, “profetas”, alertando para o abismo, que a sociedade atual, está a resvalar.

Mas, se outrora os judeus, não os ouviam, também nós, cerramos os ouvidos, aos avisos dos articulistas, comentaristas e ministros de Deus, que clamam, como antigos arautos, a urgente necessidade, e mudarmos de caminho.

Andamos, todos, mergulhados em profundo sono, cujos sonhos, nos iludem, e narcotiza. Levam-nos a acreditar, que: a educação e a técnica – enfim o progresso, – por si só ou simples sortilégio, de varinha de condão, resolverá todos os problemas, que nos afligem.

Mas não resolvem…Se resolvessem, os consultórios dos psiquiatras e psicólogos, não estariam a transbordar de doentes…

Nunca, como nos dias atuais, a população sofreu tanto de psicoses estranhas, nem consumia tantos narcóticos e ansiolíticos.

E, lentamente, a coletividade vai esboroando-se: lares desagregam-se; a violência doméstica recrudesce; os adolescentes revoltam-se contra os pais e professores; e a democracia, em certos lugares, tornou-se vergonhosa hipocrisia.

A honestidade, já não é virtude; e a corrupção próspera, sem cessar…Só se busca obter dinheiro fácil! …

A Literatura, a Arte, o Cinema e a Internet, encontram-se infestados de textos e imagens perversas. Eles sabem, que há prazer mórbido, em tudo que degrade o homem; e para aumentarem vendas e audiências, os jornais e a TV, apresentam temas, que embotam a mente, e corrompem o espírito.

Todo o agricultor conhece, que só se colhe o que se semeia. Se semeamos joio, não podemos colher trigo.

Se inculcamos na mente juvenil, imagens degradante de: violência, ódio e sexo, como podemos colher: paz, harmonia e sossego?

Se a Família estiver doente – como está, – toda a sociedade ficará doente.

Se não conseguirmos mudar o modo de vida, teremos, sem dúvida, mais: injustiças, ódios violências e mortes…

Se ainda almejamos salvar a civilização tal como a conhecemos, é urgente: que todos nós, mudemos os nossos hábitos, e modo de pensar: que os pais eduquem, devidamente, os filhos; os professores sejam respeitados e se façam respeitar; os políticos sejam honestos; e os sacerdotes estejam sempre, ao serviço de Deus e dos homens.

Se não, caminharemos para o abismo, para o declínio; para o fim…

* Humberto Pinho da Silva.

Fonte: Humberto Pinho da Silva



Queremos mesmo extinguir o dinheiro?

Com o aumento do uso de meios de pagamentos digitais, não raras vezes se ouve no debate público a afirmação de que, no futuro, o ideal seria extinguir o dinheiro em espécie.


Assalto a banco, prisão perpétua e pena de morte

O país volta a ser sacudido pelos ataques de grupos armados a agências bancárias, transportadoras de valores, carros-fortes e outros lugares onde são armazenadas elevadas somas em dinheiro.


Empresas existem para cuidar das suas comunidades

Certa vez, me pediram para dar aula de Teoria Geral da Administração para uma turma de 1º ano de graduação.


Como fazer o planejamento financeiro pós-pandemia e para 2021

O planejamento financeiro tornou-se fundamental no mundo pós-pandemia.


Pandemia, juros baixos e a retomada do setor imobiliário

Assim como em outros setores, entre a segunda quinzena de março e o fim de maio, ocorreu um bloqueio total do mercado imobiliário por conta do desconhecimento da pandemia.


Feliz Dia do Síndico

Em comemoração ao Dia do Síndico, este artigo de opinião procura estimular uma profunda reflexão sobre o verdadeiro papel do síndico e do próprio comportamento na figura do representante do condomínio junto à sociedade.


A saúde mental dos seus colaboradores pede atenção

O ano de 2020 foi muito conturbado, com diversos acontecimentos.


A diferença entre o artista e o empresário

Em primeiro lugar, deixe-me esclarecer: quando se fala em artista no mundo dos negócios, se fala no profissional ou técnico que tem determinado conhecimento específico ou habilidade.


Os brasileiros anônimos que ganharam o Nobel da Paz

Muitas vezes, ao longo de nossas vidas, ouvimos a expressão "A arte imita a vida".


O falso debate

Os terraplanistas não são o outro lado do debate sobre a Terra e o Universo; os fascistas não são o outro lado do debate sobre democracia; os racistas não são o outro lado do debate sobre diversidade; os machistas não são o outro lado do debate sobre direitos da mulher.


Candidatas laranjas: até quando teremos isso?

Novamente nas eleições municipais do último dia 15 de novembro tivemos situações de suspeita de candidaturas laranjas.


Empreendimentos Sociais: você conhece o setor 2.5?

Empreender, na maioria das vezes, significa investir em uma ideia própria e dar vida a esta ideia. Dar movimento a um sonho.