Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Resvalando para o abismo

Resvalando para o abismo

22/04/2019 Humberto Pinho da Silva

Andamos, todos, mergulhados em profundo sono, cujos sonhos, nos iludem, e narcotiza.

Como aconteceu no antigo Israel, também surgem, no nosso tempo, na mass-media, “profetas”, alertando para o abismo, que a sociedade atual, está a resvalar.

Mas, se outrora os judeus, não os ouviam, também nós, cerramos os ouvidos, aos avisos dos articulistas, comentaristas e ministros de Deus, que clamam, como antigos arautos, a urgente necessidade, e mudarmos de caminho.

Andamos, todos, mergulhados em profundo sono, cujos sonhos, nos iludem, e narcotiza. Levam-nos a acreditar, que: a educação e a técnica – enfim o progresso, – por si só ou simples sortilégio, de varinha de condão, resolverá todos os problemas, que nos afligem.

Mas não resolvem…Se resolvessem, os consultórios dos psiquiatras e psicólogos, não estariam a transbordar de doentes…

Nunca, como nos dias atuais, a população sofreu tanto de psicoses estranhas, nem consumia tantos narcóticos e ansiolíticos.

E, lentamente, a coletividade vai esboroando-se: lares desagregam-se; a violência doméstica recrudesce; os adolescentes revoltam-se contra os pais e professores; e a democracia, em certos lugares, tornou-se vergonhosa hipocrisia.

A honestidade, já não é virtude; e a corrupção próspera, sem cessar…Só se busca obter dinheiro fácil! …

A Literatura, a Arte, o Cinema e a Internet, encontram-se infestados de textos e imagens perversas. Eles sabem, que há prazer mórbido, em tudo que degrade o homem; e para aumentarem vendas e audiências, os jornais e a TV, apresentam temas, que embotam a mente, e corrompem o espírito.

Todo o agricultor conhece, que só se colhe o que se semeia. Se semeamos joio, não podemos colher trigo.

Se inculcamos na mente juvenil, imagens degradante de: violência, ódio e sexo, como podemos colher: paz, harmonia e sossego?

Se a Família estiver doente – como está, – toda a sociedade ficará doente.

Se não conseguirmos mudar o modo de vida, teremos, sem dúvida, mais: injustiças, ódios violências e mortes…

Se ainda almejamos salvar a civilização tal como a conhecemos, é urgente: que todos nós, mudemos os nossos hábitos, e modo de pensar: que os pais eduquem, devidamente, os filhos; os professores sejam respeitados e se façam respeitar; os políticos sejam honestos; e os sacerdotes estejam sempre, ao serviço de Deus e dos homens.

Se não, caminharemos para o abismo, para o declínio; para o fim…

* Humberto Pinho da Silva.

Fonte: Humberto Pinho da Silva



O bullying retorna a sala de aula

Os últimos anos trouxeram intensa mudança para o universo escolar.

O bullying retorna a sala de aula

Ser mãe é padecer… de cansaço?

Há um ditado que afirma que “ser mãe é padecer no paraíso”, remetendo às contraditórias emoções que seriam desencadeadas pelas vivências cotidianas da maternidade.

Ser mãe é padecer… de cansaço?

Polícia liberada para trabalhar como sabe

Os contumazes amantes da desordem e defensores intransigentes dos criminosos torceram o nariz quando o governador Rodrigo Garcia determinou o aumento do número de policiais nas ruas (a cidade de São Paulo aumentou de 5 mil para 9.740 o número de policiais em ação) e declarou que quem levantar arma contra a polícia vai levar bala.


Eleições e os bélicos conflitos entre os Poderes

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, e, agora, as Forças Armadas estão aumentando a ofensiva contra a transparência e a segurança do processo eleitoral no Brasil.


Os amores de Salazar

O conceito que se tem de Salazar, é de político solitário, déspota e por vezes impiedoso. Mas seria o estadista, realmente, assim?


Expectativa de grande crescimento

Em função da pandemia causada pela covid-19, os anos de 2020 e 2021 foram bastante desafiadores, particularmente para a indústria de máquinas e equipamentos.


A importância da diversificação de investimentos em diferentes segmentos

Mesmo com os desafios impostos por dois anos de pandemia, o volume de investimentos para iniciativas brasileiras em 2021 foi expressivo.


Muito além do chip da beleza

Você, com certeza, nos últimos meses já ouviu falar do famoso “chip” da beleza.


Educação para poucos é o avesso de si

Intitulado “Reimagining our futures together: A new social contract for education”, um estudo recente da Unesco é categórico logo nas primeiras páginas: “Nossa humanidade e Planeta Terra estão sob ameaça”.


Mãe: Florescer é não se esquecer de viver!

Tenho experimentado que o “traço de mãe”, plantado por Deus no coração de cada mulher que Ele criou, vai além da capacidade de gerar filhos, biologicamente.

Mãe: Florescer é não se esquecer de viver!

Bullying: da vítima ao espectador

O bullying é um tipo particular de violência, caracterizado por agressões sistemáticas, repetitivas e intencionais, contra um ou mais indivíduos que se encontram em desigualdade de poder, gerando sofrimento para as vítimas, agressores e comunidade.


Desafios e oportunidades para o saneamento

Considerado um dos menos atrativos na infraestrutura, o setor de saneamento passa por uma profunda mudança de paradigma com a aprovação da Lei 14.026/2020.

Desafios e oportunidades para o saneamento