Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Segredos dos Grandes Empreendedores! (PARTE II)

Segredos dos Grandes Empreendedores! (PARTE II)

30/12/2010 Marizete Furbino

“Os grandes líderes são como os melhores maestros, eles vão além das notas para alcançar a mágica dos músicos”. (Blaine Lee)

Empreendedores de sucesso são profissionais de destaque no mercado, profissionais estes que possuem algumas características que os fazem diferenciar dos demais.

Tais características podem ser consideradas decisivas, e, quando somadas, se constituem em seus mais preciosos bens.

 Saber recrutar, selecionar, lotar, manter e reter o profissional na empresa em que atua: além de inserir o profissional no departamento certo, o empreendedor é também capaz de implementar ações, investindo cada vez mais neste profissional, para não somente mantê-lo na empresa, mas para ser capaz de retê-lo dentro da empresa na qual atua.

 Não teme a mudança: sabedor de que vive na era da incerteza, onde não há constância, o empreendedor enfrenta as mudanças de “peito aberto”, com muita garra, equilíbrio e vontade de fazer acontecer, não tendo assim resistência. Como agente que desvenda a realidade em que vive, agente de mudança e de transformação, o empreendedor, através de seus conhecimentos e de sua visão, realiza análise da organização e do mercado, verificando as oportunidades, ameaças, fraquezas e fortalezas, o que faz com que a organização à qual está sob sua direção, faça um diferencial no mercado, transformando fraquezas em fortalezas e ameaças em oportunidades.

 Preocupa-se com conhecimento, inovação e criatividade: Sabedor de que conhecimento, inovação e criatividade, são 3 pilares imprescindíveis para o desenvolvimento e crescimento de qualquer empresa, uma vez que traz consigo maior produtividade, eficiência e eficácia nas ações, o empreendedor investe cada vez mais, e assim, consegue conquistar o sucesso e não só sobreviver, mas permanecer neste mercado globalizado, onde a competitividade é demasiadamente acirrada. Ele sabe muito bem que uma empresa que não inova estará fadada ao fracasso. Tem consciência que a inovação é fator sine qua non de sucesso e que, através da inovação, a empresa terá maior probabilidade de oferecer ao mercado produtos e serviços mais atrativos, destacando-se, sendo líder no que faz , fazendo assim o diferencial. O empreendedor sabe também que a criatividade é condição inerente ao ser humano, e que, a partir de seu exercício, a empresa irá realizar rupturas, inserir no mercado produtos e/ou serviços inovadores e assim conquistar novos rumos, novos mercados, se destacando no mercado, agregando valor ao produto e ao serviço, conquistando com isso vantagens competitivas sustentáveis, além de proporcionar condições, não apenas para sobreviver, mas para se consolidar no mercado. Considera igualmente a criatividade como sendo de suma importância dentro de qualquer empresa, colocando-a como uma preocupação e uma prioridade, tendo valor de destaque nos princípios que regem a empresa na qual exerce sua função, pois, através da criatividade, surge a inovação, fator determinante de emersão no mundo dos negócios.

 Realiza e promove capacitação de forma contínua: Tem sede insaciável do conhecimento, por isso não somente realiza a busca pelo conhecimento de forma incansável, mas promove na empresa capacitação de maneira contínua, uma vez que é sabedor que sua competência técnica advém do conhecimento que possui, motivo pelo qual dá total ênfase à busca pelo saber.

 Reconhece o ser humano como sendo o maior bem intangível dentro da empresa: Sabe que se realiza através das pessoas; portanto, investe demasiadamente no pessoal envolvido, pois sabe que as pessoas constituem o maior patrimônio de uma organização. Sabe também que é através das pessoas que a organização poderá ascender e não só sobreviver, mas se perpetuar no mercado. Torna-se então um desafio constante para um líder empreendedor, incentivar o colaborador, para que este trabalhe sempre motivado, vestindo de fato a meia, o boné, a calça, a camisa e o sapato da empresa, ou seja, que este realmente se doe, se entregue ao trabalho de corpo e alma. A partir do momento que existe essa entrega, essa doação, verifica-se que existe satisfação, harmonia, interação, integração, e como conseqüência maior, produtividade e lucratividade.

 Melhoria contínua - uma palavra constante no dicionário e na vida do empreendedor: A melhoria contínua deve fazer parte da filosofia e do planejamento de cada organização e deve também ser levada a sério, desde a alta cúpula. Saber utilizar os erros como nossos aliados pode fazer a grande diferença. É sempre possível fazer melhor. Capacitar sempre deixa a empresa em fina sintonia com as demandas do mercado.

* Marizete Furbino, com formação em Pedagogia e Administração pela UNILESTE-MG, especialização em Empreendedorismo, Marketing e Finanças pelo UNILESTE-MG. É Administradora, Consultora de Empresa e Professora Universitária no Vale do Aço/MG - e-mail: [email protected]



Mortes e lama: até quando, Minas?

Tragédias no Brasil são quase sempre pré-anunciadas. É como se pertencessem e integrassem a política de cotas. Sim, há cotas também para o barro e a lama. Cota para a dor.


Proteção de dados de sucesso

Pessoas certas, processos corretos e tecnologia adequada.


Perspectivas e desafios do varejo em 2022

Como o varejo lida com pessoas, a sua dinâmica é fascinante. A inclusão de novos elementos é constante, tais como o “live commerce” e a “entrega super rápida”.


Geração millenials, distintas facetas

A crise mundial – econômica, social e política – produzida pela transformação sem precedentes da Economia 4.0 coloca, de forma dramática, a questão do emprego para os jovens que ascendem ao mercado de trabalho.


Por que ESG e LGPD são tão importantes para as empresas?

ESG e LGPD ganham cada vez mais espaço no mundo corporativo por definirem novos valores apresentados pelas empresas, que procuram melhor colocação no mercado, mais investimentos e consumidores satisfeitos.


O Paradoxo de Fermi e as pandemias

Em uma descontraída conversa entre amigos, o físico italiano Enrico Fermi (1901-1954) perguntou “Onde está todo mundo?” ao analisarem uma caricatura de revista que retratava alienígenas, em seus discos voadores, roubando o lixo de Nova Iorque.


Novo salário mínimo em 2022 e o impacto para os trabalhadores autônomos

O valor do salário mínimo em 2022 será de R$ 1.212,00.


2021 – A ironia de mais um ano que ficará marcado na história

Existe um elemento no ano de 2021 que imputou e promoveu uma verdadeira aposta de cancelamentos e desejos para que ele seja mais um ano apagado da memória de milhares de pessoas: A pandemia, que promoveu o desaparecimento definitivo de milhares de pessoas.


Negócios do futuro: por que investir em empreendedorismo no setor financeiro

Você sabia que 60% dos jovens de até 30 anos sonham em empreender?


A importância de formar talentos

Um dos maiores desafios das empresas tem sido encontrar talentos com habilidades desenvolvidas e preparados para contribuir com a estratégia da empresa.


Sustentabilidade em ‘data center’: setor se molda para atender a novas necessidades

Mesmo que a sustentabilidade ainda seja um tema relativamente novo no segmento de data center, ele tem se tornado cada vez mais necessário para as empresas que querem agregar valor ao seu negócio.


Tendência de restruturações financeiras e recuperações judiciais para o próximo ano

A expectativa para o próximo ano é de aumento grande no número de recuperações judiciais e restruturações financeiras, comparativamente, aos anos de 2021 e 2020.