Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Uma falha paralisou meu negócio e agora?

Uma falha paralisou meu negócio e agora?

17/04/2018 Daniela Coelho

O que as empresas e seus executivos podem aprender com estas grandes crises?

A perplexidade nos assola sempre que nos deparamos com notícias sobre grandes empresas que tiveram paralizações em suas atividades devido a situações que pareciam sob controle.

Os questionamentos são inevitáveis: como isso foi acontecer? Será que os gestores dessas companhias não tinham como prever esta situação? Não é a primeira vez que paralisações nos negócios assumem proporções gigantescas e se tornam destaques na mídia.

Afinal, as empresas – fornecedores e clientes - estão cada vez mais conectadas, as cadeias de fornecimento mais complexas e os fornecedores têm impacto direto na operação e imagem de seus clientes.

Entretanto, o que as empresas e seus executivos podem aprender com estas grandes crises? Embora a resposta pareça simples a execução da solução exige muito planejamento, preparação e conhecimento do negócio e de sua cadeia de fornecedores (supply chain).

A saída não é única para todas as situações, mas podemos partir de alguns questionamentos que podem (e devem) estar no radar das empresas quando ocorrer vulnerabilidades e possibilidades de descontinuidade de seus negócios em razão de ações de terceiros. Veja:

- O que aconteceria se um ou mais fornecedores, por alguma razão, deixassem de fornecer matéria-prima ou serviços essenciais ao meu negócio?

- Considerando a descontinuidade de serviços de um ou mais fornecedores, por quanto tempo conseguiríamos continuar operando?

- Quais são as alternativas pré-definidas para continuar minhas operações de forma contingencial?

- Nossa empresa está preparada para dar respostas aos seus públicos? Meus canais de atendimento são suficientes para realizar o correto esclarecimento ao consumidor?

- Quais impactos a descontinuidade temporária de meus serviços pode causar para a marca e a imagem de minha empresa?

- Foram definidos e preparados os responsáveis por gerenciar crises? Suas responsabilidades estão claras?

Se para você a maioria das repostas dos questionamentos acima foi não, a situação é crítica e é hora de colocar em prática como aplicar conceitos de gestão de fornecedores, de crises e de continuidades dos negócios em nome da perenidade da sua empresa.

Assim como em vários aspectos da vida, no mundo dos negócios não é diferente: a prevenção é sempre a melhor alternativa!

* Daniela Coelho é gerente da área de Business Performance Improvement da Protiviti, consultoria global especializada em Gestão de Riscos, Auditoria Interna, Compliance, Gestão da Ética, Prevenção à Fraude e Gestão da Segurança.

Fonte: IMAGE Comunicação



Liderança desengajada é obstáculo para uma gestão de mudanças eficaz

O mundo tem experimentado transformações como nunca antes, impulsionadas por inovações tecnológicas, crises econômicas e transições geracionais, dentre outros acontecimentos.

Autor: Francisco Loureiro


Neoindustrialização e a nova política industrial

Com uma indústria mais produtiva e competitiva, com equilíbrio fiscal, ganha o Brasil e a sociedade.

Autor: Gino Paulucci Jr.


O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli