Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Vencendo preconceitos

Vencendo preconceitos

08/07/2018 Oscar D'Ambrosio

Marie Curie foi a primeira mulher a ser laureada com um Prêmio Nobel.

Vencendo preconceitos

Poucas pessoas na história da humanidade, ao que sabemos, venceram tantos preconceitos e conseguiram reconhecimento como a cientista polonesa naturalizada francesa Marie Sk?odowska Curie (1867 – 1934).

Pioneira em pesquisas na radioatividade e na sua ação contra o câncer, atingiu vários ineditismos. Foi a primeira mulher a ser laureada com um Prêmio Nobel e a primeira pessoa e única mulher até hoje a ganhar o prêmio duas vezes. E foi anda a primeira mulher a ser admitida como professora na Universidade de Paris e a primeira a ser enterrada por méritos próprios no Panteão daquela cidade.

O filme “Marie Curie”, de Marie Noëlle, narra tudo isso sem deixar de lado o escândalo em que foi destaque mundial por, já viúva, ter se envolvido com um homem casado, algo que quase a impediu de receber o Nobel. Acima de tudo, a cientista é apresentada como uma defensora do conhecimento.

Isso significava inclusive praticar e defender uma concepção de ensino em que as experiências de laboratório fossem intensificadas para meninos e meninas. Assim, entendendo a ciência como forma de prática de enfrentar o desconhecido, combateu o preconceito e, acima de tudo, deixou um imortal legado para a humanidade.

* Oscar D´Ambrosio é mestre em Artes Visuais e doutor em Educação, Arte e História da Cultura, é Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Fonte: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo



O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Oportunidade de marketing ou marketing oportunista?

No carnaval de 2024, foi postada a notícia sobre o "Brahma Phone" onde serão distribuídas 800 unidades de celulares antigos para os participantes das festas de carnaval.

Autor: Patricia Punder


O gato que caiu dentro das latas de tinta

Todas as histórias começam com Era uma Vez… A minha não vai ser diferente.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Apesar da polarização radical, brasileiros não abrem mão da Democracia

Desde as eleições presidenciais de 2018, temos percebido a intensificação da polarização política no país, com eleitores cada vez mais divididos.

Autor: Wilson Pedroso