Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Você e seu time estão progredindo?

Você e seu time estão progredindo?

01/05/2022 Valdez Monterazo

Em qualquer empreitada, pessoal, profissional ou de times, medir resultados é crucial.

Medir resultados corresponde a responder a seguinte pergunta: Estamos progredindo? Ou não?

Se em nível individual isso já é fundamental, a um nível de gestão, onde é necessário acompanhar a progressão e resultados de outras pessoas, isso se torna uma questão de sobrevivência.

Não são poucos os gestores e líderes que simplesmente negligenciam esse fator, seja isto simplesmente por desconhecer conceitos de gestão, ou por fatores comportamentais.

Muitos tem receio de quebras de relacionamento ao cobrar o time, outros acreditam que não devem fazer isso, pois as pessoas já são pagas para tal. Independente das razões ou crenças sobre o assunto, uma coisa é certa, ela não corresponde à realidade.

A realidade é que, a falta de disciplina em medir resultados causa uma falta generalizada de direção e quebras significativas de produtividade.

Dito isto, existem dois elementos cruciais que devem ser implementado quando se fala em medição. O primeiro, é saber exatamente o que está sendo medido, já o segundo está relacionado a estabelecer rotinas de medição de resultados.

1. O que está sendo medido?

Em geral, existem duas formas de acompanhar resultados. Podemos acompanhar a evolução e conclusão de atividades ou medir indicadores (KPIs).

Quando usar um ou outro depende inteiramente do tipo de trabalho a ser realizado, mas existe uma generalização que pode ser usada.

KPIs são comumente usados como índices para medir rotinas, atividades repetitivas. Atividades podem ser usadas para acompanhar novos projetos e iniciativas.

2. Rotinas de medição

Independente da forma de medição, é importante que um líder adote, crie um ritual de acompanhamento junto ao seu time.

Ou seja, é crucial que líderes reservem tempo para se reunir com seus liderados e medir os resultados alcançados em determinado período.

Por mais óbvio que isso possa parecer, não é exatamente o que ocorre na prática. Naturalmente, para se medir determinado resultado, é necessário que ele tenha sido previamente estabelecido.

Sendo mais claro, é impossível medir um resultado que não foi anteriormente planejado, organizado e delegado ao time.

Sendo assim, pode-se resumir o processo de medição de resultados, para não dizer o de gestão em si, em poucos passos:

1. Crie uma rotina de medição, seja em reuniões ou de maneira informal;

2. Avalie os principais resultados obtidos, através de atividades ou indicadores;

3. Forneça feedback relevante ao time;

4. Estabeleça os próximos resultados;

Simples, não é mesmo? A grande conclusão que você poderá chegar ao implementar o processo de medição em sua equipe é a seguinte:

Pouquíssimas pessoas conseguem manter bons resultados profissionais sem que alguém acompanhe seus resultados. Mas e você? Vem medindo os resultados do seu time de maneira consistente?

Fazer isso pode te ajudar a ser um gestor muito mais eficaz e, consequentemente, a ter uma equipe operando em altíssima performance.

* Valdez Monterazo é Coach Executivo, especializado em negócios, liderança e psicologia positiva. 

Para mais informações sobre resultados clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Case Comunicação



Liderança desengajada é obstáculo para uma gestão de mudanças eficaz

O mundo tem experimentado transformações como nunca antes, impulsionadas por inovações tecnológicas, crises econômicas e transições geracionais, dentre outros acontecimentos.

Autor: Francisco Loureiro


Neoindustrialização e a nova política industrial

Com uma indústria mais produtiva e competitiva, com equilíbrio fiscal, ganha o Brasil e a sociedade.

Autor: Gino Paulucci Jr.


O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli