Portal O Debate
Grupo WhatsApp

ChatGPT e ChatBOT conversacional. Estamos falando da mesma coisa?

ChatGPT e ChatBOT conversacional. Estamos falando da mesma coisa?

31/03/2023 André Favero

O ChatBOT é um robô de conversa muito usado no varejo e estratégias de venda multicanal, mas é limitado e personalizado de acordo com a demanda de cada negócio.

ChatGPT e ChatBOT conversacional. Estamos falando da mesma coisa?

Com certeza você já ouviu isso e conversou com um ChatBOT e, em alguns casos, perguntas que fogem do roteiro deixam de imediato aquela impressão sobre a limitação da ferramenta.

Agora, um ChatBOT com inteligência artificial é outro negócio, não tem limites para interação. O ChatBOT conversacional pode, sim, ser um ChatGPT para a sua empresa.

O ChatGPT chegou fazendo tanto sucesso no mercado, porque permite escrever textos a partir de algumas palavras de forma natural e o ChatBOT conversacional também permite a criação de conversas interativas, em diferentes idiomas, e até conversas com sotaque e expressões regionais, que é difícil não analisar e comparar os dois.

Vamos entender melhor: O ChatGPT é um modelo de linguagem escrita, e cria os textos com autonomia, a partir do uso de técnicas de inteligência artificial e machine learning.

São técnicas que alimentam a ferramenta com exemplos, e a mesma aprende a realizar previsões da próxima palavra, considerando um conjunto primário de palavras. Com o tempo, as previsões são comparadas com as palavras seguintes reais do texto original, aproximando-se, assim, das respostas reais.

Outra técnica utilizada no ChatGPT é o algoritmo de aprendizado de máquina usado para processamento de linguagem natural, o NLP. Para facilitar a explicação, esse algoritmo se concentra em diferentes partes do texto escrito por você, é o que eles chamam de “Transformer”, uma técnica capaz de entender o todo e não apenas palavra por palavra.

Na prática, o ChatGPT e ChatBOTs são tecnologias baseadas em inteligência artificial que se comunicam com os usuários por meio de texto, mas há algumas diferenças e eu não resisti à tentação. Testei!

Perguntei para o ChatGPT, vejam as respostas:

  • Modelo de linguagem: O ChatGPT é baseado em uma rede neural de processamento de linguagem, conhecida como modelo Transformer, treinada com grandes quantidades de texto da web. Isso permite que o ChatGPT gere texto de forma autônoma e responda a perguntas de maneira precisa e natural. Já os chatbots geralmente são baseados em regras predefinidas ou scripts, o que limita sua capacidade de responder a perguntas fora do escopo de conhecimento específico para o qual foram projetados.
  • Capacidade de aprendizado: O ChatGPT é capaz de aprender e se ajustar ao longo do tempo, tornando-se mais preciso e capaz de responder a perguntas mais complexas. Já os chatbots geralmente são programados com regras pré-definidas que limitam sua capacidade de aprendizado.
  • Complexidade: O ChatGPT é uma tecnologia avançada que permite a geração de texto e a resposta a perguntas complexas, enquanto os chatbots são projetados para responder a perguntas específicas de forma simples e direta.
  • Em resumo, o ChatGPT é uma tecnologia mais avançada e flexível, baseada em aprendizado de máquina, enquanto os ChatBOTs são projetados para fornecer informações e responder a perguntas específicas de forma direta e limitada.

    Ok, posso dizer que estou satisfeito com as respostas, mas como a nossa expertise é ChatBOT conversacional, acho fundamental esclarecer que se estamos falando de inteligência artificial, machine learning e NLP; em ambos os casos, o céu é o limite.

    Da mesma forma que o ChatGPT foi criado para escrever e interagir a partir de um banco imenso de palavras, o ChatBOT conversacional pode, sim, ser o ChatGPT do seu negócio, de acordo com a necessidade.

    O Design Conversacional, usado para criação, desenho e projeto de ChatBOTs conversacionais, permite a interação entre pessoas e serviços por meio de uma interface conversacional, que pode ser chat, voz ou multicanal. E aqui, não estamos falando simplesmente sobre fazer as coisas "falarem" e "ouvirem", mas sim, desenhar interações que sejam relevantes tanto para quem as desenvolve, quanto para quem conversa com o serviço. Ações como entendimento profundo da fala do cliente, mesmo quando o usuário não é exatamente claro na sua solicitação, a linguagem clara e direta para evitar erros de comunicação, demonstração de personalidade e humanização, são elementos importantes na construção de um ChatBOT perfeito e eficiente.

    Portanto amigos, quando falamos de ChatGPT e ChatBOT conversacional posso afirmar que já temos tecnologias disponíveis, que em ambos os casos, permitem interação a partir da voz ou escrita, multicanal e sem limites em relação à personalização.

    * André Luiz Favero, 35 anos, MBA Gestão Comercial, na Kore.ai é Head de Novos Negócios e Partner Manager.

    Para mais informações sobre ChatBOT clique aqui...

    Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

    Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

    Fonte: Comunicação Vertical



    Como competição e inovação podem andar juntas com a inevitável regulação da IA

    A Inteligência Artificial (IA) se torna cada vez mais presente em nossas vidas a cada dia que passa.

    Autor: Alessandro Buonopane

    Como competição e inovação podem andar juntas com a inevitável regulação da IA

    Logística e Inteligência Artificial: 5 maneiras para mudar o setor

    A jornada de uma encomenda do centro de distribuição até a casa dos consumidores é mais longa do que apenas o trajeto em rua.

    Autor: Marcos Villela Hochreiter

    Logística e Inteligência Artificial: 5 maneiras para mudar o setor

    IA quer resolver os seus problemas e “prever” o que você deseja

    Imagine-se buscando em uma loja virtual uma roupa nova para um jantar.

    Autor: Jonatas Leandro

    IA quer resolver os seus problemas e “prever” o que você deseja

    Agilidade na era da IA impulsiona respostas mais rápidas a favor dos clientes

    Ser ágil, inovador e com foco no cliente é o que diferencia os líderes dos demais no mundo corporativo atual.

    Autor: Viviani Barcellos

    Agilidade na era da IA impulsiona respostas mais rápidas a favor dos clientes

    A IA e os perigos da robotização

    É importante fugir da robotização, pois ela reduz a amplitude do ser humano.

    Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

    A IA e os perigos da robotização

    O papel de soluções tecnológicas e inteligências artificiais na medicina

    A evolução tecnológica tem desempenhado um papel fundamental em diversos setores, e a área da saúde não é exceção.

    Autor: Marco Aulicino

    O papel de soluções tecnológicas e inteligências artificiais na medicina

    Inteligência Artificial Generativa e o investimento em pesquisa no Brasil

    Nos últimos meses, temos testemunhado avanços significativos na área da inteligência artificial (IA), especialmente com o surgimento da inteligência artificial generativa.

    Autor: Celso Hartmann


    O papel da Inteligência Artificial na abordagem da crise climática

    As mudanças climáticas têm sido um desafio para especialistas que buscam fórmulas de mitigação desta emergência global.

    Autor: Marcos Pinotti

    O papel da Inteligência Artificial na abordagem da crise climática

    IA no Social Media: economia de tempo e aumento do engajamento

    Cada vez mais a Inteligência Artificial se torna uma ferramenta essencial para profissionais de Social Media.

    Autor: Vinícus Taddone

    IA no Social Media: economia de tempo e aumento do engajamento

    A importância da inteligência artificial para o TI em 2024

    Em 2024, a ênfase na implementação de várias camadas de proteção, como antivírus corporativos, firewalls e backups em nuvem.

    Autor: Osmir Mormito

    A importância da inteligência artificial para o TI em 2024

    O uso da inteligência artificial para ajudar o produtor de leite

    Processo que chegava a demorar 15 dias foi encurtado para 24h. Agilidade proporciona a redução de 30% a 50% a utilização de antibióticos.

    Autor: Divulgação

    O uso da inteligência artificial para ajudar o produtor de leite

    Os próximos passos da Inteligência Artificial

    É necessário tomar medidas para gerenciar riscos, compreender a complexidade e dimensionar o impacto da IA nos negócios.

    Autor: Cesar Ripari

    Os próximos passos da Inteligência Artificial