Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A empresa pode obrigar o funcionário a trabalhar na quarentena?

A empresa pode obrigar o funcionário a trabalhar na quarentena?

02/04/2020 Bianca Canzi

A situação não é boa para economia, mas é importante para saúde da população.

A empresa pode obrigar o funcionário a trabalhar na quarentena?

Alguns governadores e prefeitos decretaram estado de emergência em saúde, determinando o fechamento de comércio para prevenção ao aumento de casos do coronavírus. Assim, estipularam multa para os comerciantes que não fecharem os estabelecimentos e reforçaram a fiscalização nas ruas para evitar a presença de vendedores ambulantes.

Ocorre, que muitos comerciantes e empresários estão questionando essas iniciativas por parte dos governantes, pois alegam que o prejuízo e a crise econômica será muito grande.

Sem dúvidas, a situação não é boa para economia, mas é importante para saúde da população, dessa forma, os empresário devem pensar na saúde do funcionários, que ao se exporem estarão sujeitos à contaminação do vírus.

No entanto, por meio de uma decisão liminar, a Justiça de Goiás autorizou o funcionamento de algumas empresas de prestação de serviço, limpeza, segurança e segurança a continuarem funcionando, apesar do Governo do Estado de Goiás proibir.

Diante do exposto, os funcionários ficam desnorteados, sem saber como prosseguir, pois a situação gera um conflito jurídico, onde o Governo tem uma iniciativa divergente do posicionamento do empregador.

Nesta situação, caso o funcionário convocado para trabalhar no período da quarentena faça parte do grupo de risco, deverá comunicar o empregador, provar documentalmente da forma que puder que se encontra num grupo de risco ou que tem em seu convívio doméstico alguém nessa condição, para que o empregador lhe afaste, com licença remunerada.
Porém, se o empregado não conceder a licença, o funcionário deverá recorrer ao sindicato da categoria, e se mesmo assim não solucionar o conflito, deverá recorrer a um advogado trabalhista, para resolver judicialmente.

Já na hipótese do funcionário suspeitar que tenha contraído coronavírus ou que manteve contato com alguém nesta condição, poderá se manter afastado por sete dias, contanto que informe o empregador. Também não será necessário a apresentação de atestado médico, visto que nesta no último 27 de março a Câmara aprovou a dispensa do documento, uma vez que ao se dirigir ao pronto socorro os riscos aumentam.

Além desta iniciativa, o Câmara dos Deputados também o auxílio emergencial de R$600,00 por mês para trabalhadores autônomos, desempregados e microempreendedores de baixa renda, com o objetivo de protege-los em meio da crise econômica, gerada pelo coronavírus. Essa foi uma bo ainiciativa do GOverno que deve continuar agindo na defesa dos empregos e de uma economia sustentável em tempos de pandemia.

* Bianca Canzi é advogada trabalhista do escritório Aith, Badari e Luchin Advogados

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada



Um terço dos pequenos negócios mineiros investiu em RH para enfrentar a pandemia

Estudo do Sebrae Minas mostra, ainda, que 40% destas empresas precisaram reduzir as capacitações das equipes nos últimos 18 meses.

Um terço dos pequenos negócios mineiros investiu em RH para enfrentar a pandemia

Como evitar a estagnação empresarial?

Já pensou no porquê de algumas pessoas continuarem a avançar pessoal e profissionalmente, enquanto outros permanecem estagnadas?

Como evitar a estagnação empresarial?

Híbrido e Inteligente: o que esperar do varejo no futuro

Nada do que foi será, de novo, do jeito que já foi um dia.

Híbrido e Inteligente: o que esperar do varejo no futuro

Produtos com Indicação Geográfica são conhecidos por 60% dos pequenos negócios

Pesquisa feita pelo Sebrae mostra que até mesmo os negócios que não sabem o que é uma IG gostariam de vender produtos típicos regionais.

Produtos com Indicação Geográfica são conhecidos por 60% dos pequenos negócios

Confusão patrimonial: como evitar esse tipo de dor de cabeça

Embora não seja proibido misturar o caixa da empresa com o pessoal, há conseqüências que podem ser graves ao proprietário ou aos sócios do negócio.

Confusão patrimonial: como evitar esse tipo de dor de cabeça

Nota conjunta Firjan e FIEMG sobre a crise energética

Federações apresentam suas sugestões para contribuir com o combate à crise energética.

Nota conjunta Firjan e FIEMG sobre a crise energética

Confiança dos pequenos negócios segue em crescimento pelo quarto mês consecutivo

Indústria lidera o ranking entre os setores e microempreendedores influenciam positivamente o resultado geral do Iscon em agosto.

Confiança dos pequenos negócios segue em crescimento pelo quarto mês consecutivo

Mesmo na crise econômica e sanitária, bancos aumentam as tarifas

Estudo do Idec aponta que, em meio à pandemia de covid-19, qualidade de serviços piorou e houve alta migração de consumidores para bancos digitais.

Mesmo na crise econômica e sanitária, bancos aumentam as tarifas

Comércio cresce 1,2% em julho e atinge patamar recorde

Trata-se da quarta alta consecutiva do indicador.

Comércio cresce 1,2% em julho e atinge patamar recorde

Pets em condomínios comerciais

Muitas pessoas já descobriam que ter um animal é ter um companheiro de verdade, além ser um excelente meio de afastar a solidão.

Pets em condomínios comerciais

Poupança tem retirada líquida de R$ 5,467 bilhões em agosto

Em 2021, a poupança acumula retirada líquida de R$ 15,629 bilhões.

Poupança tem retirada líquida de R$ 5,467 bilhões em agosto

Fusões & Aquisições batem recorde de negócios no Brasil

Especialista analisa o bom momento do setor. Confira a entrevista!

Fusões & Aquisições batem recorde de negócios no Brasil