Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A evolução do marketing digital nas empresas

A evolução do marketing digital nas empresas

25/01/2021 Divulgação

Pesquisa aponta as principais ferramentas e dificuldades das organizações nas negociações online.

A evolução do marketing digital nas empresas

A área de marketing já passou por diferentes fases e está em constante alteração, seja por evolução do próprio setor ou respondendo às mudanças da sociedade. Com a pandemia, muitas empresas investiram bastante no meio digital, com o objetivo de frear os impactos negativos gerados pela Covid19. Pensando nisso, o Comitê Estratégico de Marketing e Comunicação da Câmara Americana de Comércio de Belo Horizonte (Amcham-BH), realizou uma pesquisa com as principais empresas da região para entender a evolução do marketing digital em 2020.

Mais de 80 gestores de marketing participaram do estudo e foram ouvidos representantes de grandes organizações de Minas Gerais. “O nosso comitê é voltado para desenvolver estratégias para médias e grandes empresas. Nossa intenção com a pesquisa foi identificar a evolução do marketing digital, que foi acelerado pela pandemia nas organizações”, afirma o Superintendente de Operações da Amcham Brasil, Rafael Dantas.

O ponto de partida da análise foi entender a presença do meio digital. A pesquisa aponta que 100% das empresas entrevistadas possuem pelo menos um perfil em alguma rede social, sendo as mais utilizadas o LikendIn, Instagram e Facebook. Com a pandemia, os empresários tiveram que adaptar seus meios de comunicação e vendas, por isso o Whatsapp se tornou mais atrativo para o relacionamento com o cliente e, assim, foi constatado que mais da metade das empresas participantes usam a rede social para fins profissionais.  

Além disso, como era esperado devido aos impactos da pandemia, foi identificado o crescimento do e-commerce, que já é considerado o terceiro maior canal de vendas das empresas, ficando atrás dos pontos de vendas e distribuidores. Com o fechamento das lojas físicas, os empresários tiveram que se reinventar e investir no comércio online para não ter maiores perdas nos negócios. 

Nesse sentido, o orçamento destinado ao marketing já está próximo de uma divisão igual entre os investimentos tradicionais, baseados em anúncios em rádio, TV e mídia impressa e os digitais como anúncios online, redes sociais e e-commerce. Com isso, o canal de marketing digital mais usado pelas empresas é o Google Ads, ferramenta para criar e gerenciar anúncios online.  A pesquisa ainda aponta que algumas organizações preferem apostar no crescimento orgânico, ou seja, sem usar recursos pagos como anúncios.

O estudo também chama atenção para o uso de estratégias envolvendo influencers digitais. Ainda são relativamente poucas organizações que utilizam esse recurso, porém a tendência é que os investimentos em ações com influencers cresçam, já que eles possuem um grande poder de convencimento e de conversão em vendas.

No entanto, mesmo com o crescimento do investimento por parte de algumas empresas, ainda existem desafios para o desenvolvimento do setor. “Estabelecer o retorno e os resultados que as ações de marketing alcançaram são as principais dificuldades encontradas pelas organizações. Além disso, muitas empresas enfrentam a falta de verba e de um funil de vendas bem estruturado para guiar as ações”, aponta o executivo.

Dessa forma, fica evidente que grande parte das empresas reconhecem o poder do marketing tradicional e digital para alavancar os negócios. Porém, ainda existe um longo caminho a ser percorrido no desenvolvimento das estratégias digitais e de planos de ações efetivos. A tendência é que as organizações se especializem e invistam cada vez mais no setor, como uma consequência positiva gerada pela pandemia.

Fonte: Partners Comunicação Pro Business



Seis livros para quem quer saber sobre empreendedorismo

Livros que vão te ajudar a entender sobre Corporate Venture.

Seis livros para quem quer saber sobre empreendedorismo

O que fazer quando não posso promover o meu melhor colaborador?

Esta é uma questão decisiva para a construção de um cotidiano motivador na equipe de trabalho.

O que fazer quando não posso promover o meu melhor colaborador?

Cinco erros mais comuns na contratação de BPO

Empreender não é uma tarefa fácil.

Cinco erros mais comuns na contratação de BPO

Economia brasileira cai 0,1% no terceiro trimestre deste ano

Queda foi puxada pelo setor agropecuário.

Economia brasileira cai 0,1% no terceiro trimestre deste ano

A loja física mantém seu reinado e não desaparecerá!

A loja física resiste em perder sua hegemonia.

A loja física mantém seu reinado e não desaparecerá!

Mitos e Verdades sobre a gamificação nas empresas

A gamificação se tornou muito comum dentro de corporações que buscam um clima mais humanizado e híbrido após a pandemia.

Mitos e Verdades sobre a gamificação nas empresas

Mais de 90% dos pequenos negócios de Minas Gerais aceitam Pix

Adesão é maior entre os mais jovens, até 30 anos (97%), e entre as mulheres negras (97%).

Mais de 90% dos pequenos negócios de Minas Gerais aceitam Pix

Endividamento das famílias atinge maior patamar em quase 12 anos

Desde julho, o percentual de endividados está há 11 meses em alta, mostra CNC.

Endividamento das famílias atinge maior patamar em quase 12 anos

Empresas investem cada vez mais em formas de reter e atrair talentos

O mercado de trabalho vem se reinventando constantemente, seja no formato de trabalho ou  nos benefícios e formas de atração e retenção de talentos.

Empresas investem cada vez mais em formas de reter e atrair talentos

O valor do ESG nas empresas

O mercado em evolução e as tendências regulatórias estão desafiando as empresas a demonstrar práticas que são mais sustentáveis e socialmente responsáveis.

O valor do ESG nas empresas

Chegando a hora do 13º Salário – saiba como fazer os cálculos

A primeira parcela do 13º salário dos trabalhadores deve ocorrer até 30 de novembro.

Chegando a hora do 13º Salário – saiba como fazer os cálculos

A importância da gestão de talentos 4.0

As práticas de Gestão 4.0 também ajudam nos imprevistos, como foi o caso da pandemia de COVID-19.

A importância da gestão de talentos 4.0