Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A liberdade econômica e o futuro da livre iniciativa no Brasil

A liberdade econômica e o futuro da livre iniciativa no Brasil

11/05/2019 João Pedro Alves Pinto

No último dia 30 de abril, entrou em vigor a Medida Provisória nº 881/2019 .

A liberdade econômica e o futuro da livre iniciativa no Brasil

Ao instituir a Declaração dos Direitos de Liberdade Econômica, a nova medida estabelece garantias para a livre iniciativa e para o amplo exercício da atividade econômica, a fim de tornar o processo de desenvolvimento de negócios menos moroso e burocrático, sobretudo para pequenos e médios empreendedores.

Uma das suas principais propostas prevê a possibilidade de pessoas físicas e jurídicas desenvolverem atividades consideradas de baixo risco sem depender de prévia autorização da administração pública, ou seja, sem a obtenção de licenças, autorizações, inscrições, registros, alvarás e outros documentos similares.

Inclusive, prevê que a administração pública deve respeitar os prazos estabelecidos para cumprir seus atos de liberação. Caso contrário, a aprovação das solicitações e pedidos será tácita.

Essas atividades econômicas poderão ser desenvolvidas em qualquer horário ou dia da semana, desde que respeitadas as normas de direito de vizinhança, não gerem poluição sonora, não causem danos ambientais e nem perturbem o sossego da população.

Outro ponto relevante é a alteração na Lei nº 6.404/1976 (Lei das S.A.), à medida que permite que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) reduza as exigências para aprovar o ingresso dos pequenos e médios empreendedores no mercado de capitais.

De fato, as alterações propostas pela MP 881/2019 são muitas. No entanto, o Congresso Nacional tem até setembro para aprovar o texto e, se assim o fizer, será necessário aguardar o efeito prático destas alterações e acompanhar, com cautela, como será a regulamentação de alguns termos e procedimentos previstos -como, por exemplo, a definição de atividade de baixo risco e as regras de facilitação do acesso ao mercado de capitais.

* João Pedro Alves Pinto é advogado do escritório Meirelles Milaré Advogados

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada



Produtores russos no Brasil

Os fabricantes russos apresentarão equipamentos e produtos para hospitais, clínicas e instituições médicas na Hospitalar.


Brasil abre mercado para investimento estrangeiro no setor aéreo

Senado aprova MP com 100% de capital estrangeiro ao setor aéreo brasileiro

Brasil abre mercado para investimento estrangeiro no setor aéreo

Mais de 80 milhões de brasileiros têm ao menos uma compra parcelada

61% dos consumidores admitem ter aproveitado oferta de crédito para fazer compras por impulso

Mais de 80 milhões de brasileiros têm ao menos uma compra parcelada

A polêmica sobre o uso do WhatsApp nas empresas

Há riscos em distribuir tarefas para empregados por aplicativos de comunicação instantânea? Especialista em direito trabalhista responde esta e outras dúvidas.

A polêmica sobre o uso do WhatsApp nas empresas

Microempreendedores Individuais já são 65% dos pequenos negócios mineiros

Estudo do Sebrae Minas mostra que Minas Gerais possui 953 mil microempresários formalizados

Microempreendedores Individuais já são 65% dos pequenos negócios mineiros

Inflação do aluguel acumula taxa de 7,78% em 12 meses

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, em 2019 o indicador acumula taxa de 3,69%

Inflação do aluguel acumula taxa de 7,78% em 12 meses

Curso em BH orienta empreendedores como abrir uma franquia

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) e o Sebrae Minas promovem o curso "Entendendo Franchising".


BNDES lança linha de financiamento para médias empresas

BNDES Crédito Direto Médias Empresas pretende contratar R$ 2 bilhões ao ano e induzir ganhos de produtividade, competitividade e governança.


O fim da Carteira de Trabalho

A Carteira de Trabalho, símbolo de uma era, está chegando ao seu fim.


Obras mineiras se destacam no Salão do Artesanato

Dos 19 estados participantes, Minas foi o 5° que mais comercializou na feira

Obras mineiras se destacam no Salão do Artesanato

Um terço dos ex-funcionários ainda têm acesso aos arquivos das empresas

As empresas se arriscam cada vez mais a perder dados, simplesmente porque não restringem as ações de funcionários atuais e antigos.

Um terço dos ex-funcionários ainda têm acesso aos arquivos das empresas

Safra de café terá redução de 17,4% em 2019

Conab prevê que país colherá 50,92 milhões de sacas de café neste ano

Safra de café terá redução de 17,4% em 2019