Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Amazon Prime: a nova investida da Amazon no Brasil

Amazon Prime: a nova investida da Amazon no Brasil

15/09/2019 Tainá Freitas

A Amazon lançou, na última terça-feira (10), um novo serviço no Brasil: o Amazon Prime. A notícia fez as ações das maiores varejistas do país – Magazine Luiza, B2W e Via Varejo – despencarem.

Por 9,90 reais ao mês, a empresa irá oferecer frete grátis em compras e acesso aos seus streamings de vídeo (concorrente do Netflix) e música (o equivalente ao Spotify). É com esse combo que a Amazon deseja pavimentar seu caminho no Brasil.

As empresas brasileiras sentiram o peso da notícia na pele porque essa é uma estratégia que está funcionando para a Amazon há algum tempo.

De acordo com o Statista, em junho deste ano, a empresa acumulou 105 milhões de assinantes do serviço apenas nos Estados Unidos. No país, o valor da assinatura é de 12,99 dólares e há ainda mais benefícios.

Nos EUA, a assinatura Prime possibilita receber compras até no mesmo dia, a depender do produto. No Brasil, a entrega será realizada em dois dias.

Essa é uma estratégia importantíssima para fidelizar o consumidor, pois o preço do frete ou o tempo para receber o produto podem ser impeditivos para a realização de compras online. Agora, com esses benefícios, eles desejam conquistar novos clientes.

Apesar da queda das ações, o varejo brasileiro já estava esperando a chegada da iniciativa premium do grande competidor.

O Submarino – da B2W – lançou, em 2015, o Submarino Prime, em que os assinantes possuem frete grátis. O serviço é vendido em forma de anuidade, por 79,90 reais (totalizando 6,65 reais por mês).

A assinatura é válida apenas para endereços selecionados, e a entrega grátis para produtos específicos. Com a Amazon Prime, a expectativa é que outras varejistas também desenvolvam iniciativas semelhantes.

E não é apenas a Amazon que está de olho no varejo brasileiro – a Alibaba está testando sua recepção em terras tupiniquins. A gigante chinesa de e-commerce abriu uma loja temporária do AliExpress em Curitiba.

Esse pode ser apenas o primeiro passo para uma atuação mais intensa no país – há quem diga que essas empresas estudam adquirir até o Correios!

E você, acha essa uma ideia possível? Como as varejistas brasileiras podem competir com esses gigantes?

Fonte: StartSe



O pequeno comerciante e as possibilidades de crescimento em tempos de pandemia

Com as novas exigências do consumidor, alguns comerciantes buscaram adaptar-se para atender a demanda.

O pequeno comerciante e as possibilidades de crescimento em tempos de pandemia

Black Friday fecha com mais de R$5,1 bilhões de faturamento em 2020

Vendas on-line da Black Friday de 2020 atingiram o faturamento de R$ 5,1 bilhões.

Black Friday fecha com mais de R$5,1 bilhões de faturamento em 2020

Vendas no e-commerce cresce 21% na Black Friday 2020

Vendas no varejo tiveram recuo de 14,5% no periodo, mostra ICVA.

Vendas no e-commerce cresce 21% na Black Friday 2020

Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV

Índice cresceu 1,9 ponto de outubro para novembro deste ano.

Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV

País registra criação de 394,9 mil vagas de emprego em outubro

É o quarto mês seguido de geração de emprego.

País registra criação de 394,9 mil vagas de emprego em outubro

Pequenos negócios lideram a retomada econômica em Minas Gerais

Balanço de geração de empregos e abertura de empresas no segmento ao longo do ano é positivo.

Pequenos negócios lideram a retomada econômica em Minas Gerais

Caixa tem lucro líquido de R$ 1,89 bilhão no terceiro trimestre

Queda em relação ao mesmo período de 2019 é de 76,4%.

Caixa tem lucro líquido de R$ 1,89 bilhão no terceiro trimestre

Black Money: movimento favorece negócios de pessoas negras

"Se não me vejo, não compro", diz uma das fundadoras.

Black Money: movimento favorece negócios de pessoas negras

Economia cresceu 7,5% do segundo para o terceiro trimestre, diz FGV

No mesmo período de 2019, houve uma queda de 4,4%.

Economia cresceu 7,5% do segundo para o terceiro trimestre, diz FGV

Black Fraude: aprenda a se proteger dos golpes na Black Friday

Todos os anos os consumidores aguardam a Black Friday para economizar dinheiro com os descontos do comércio.

Black Fraude: aprenda a se proteger dos golpes na Black Friday

Bom senso e boa-fé do consumidor na Black Friday

A Black Friday já faz parte do comércio varejista brasileiro, iniciando o período de compras natalinas, mas ainda que o consumidor esteja habituado com a lógica das promoções, o bom senso e a boa-fé são critérios que o próprio consumidor deve adotar nas suas compras.


Empreendedores esperam que Black Friday e Natal favoreçam retomada econômica

Micro e pequenos empresários contemplados com ajuda financeira do Estímulo 2020 estão otimistas.

Empreendedores esperam que Black Friday e Natal favoreçam retomada econômica