Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como a COVID-19 impacta o ambiente tributário brasileiro

Como a COVID-19 impacta o ambiente tributário brasileiro

08/04/2020 Marco Aurélio Pitta

O efeito que a pandemia do coronavírus vem causando não tem precedentes.

O isolamento social realizado pela maioria dos países e a expectativa de prejuízos econômicos jamais vistos tem tirado o sono de muita gente.

Todas essas questões forçam os países ao redor do mundo a minimizarem o impacto na população e também nas empresas.

Por isso, empresários e profissionais que os assessoram precisam ficar atentos a todas as mudanças que podem acontecer a qualquer momento.

Por conta de tudo isso, o ambiente tributário brasileiro está cheio de modificações. Questões que envolvem encargos trabalhistas não fogem à regra.

Entre as principais mudanças já anunciadas que aliviam temporariamente o caixa das empresas estão: parcelamento dos recolhimentos de FGTS (previsto na MP 927/20); prorrogação de prazo para tributos do SIMPLES nacional (Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional n. 152/2020); redução temporária das alíquotas de IPI e Imposto sobre Importação para produtos médicos e sanitários, como álcool gel, por exemplo (Decreto n.º 10.285/2020 e Resolução Câmara de Comércio Exterior nº 17/2020); postergação de pagamento e previsão de parcelamento de débitos inscritos em dívida ativa (Portaria PGFN nº 7.820/2020); redução de alíquota de ICMS para produtos médicos e sanitários, como o álcool gel, em alguns estados (exemplo do Distrito Federal); postergação de pagamento de taxas municipais (exemplo de Belo Horizonte).

Além das postergações de tributos, também existem movimentos relacionados à postergação de validade de certidões e entregas de arquivos enviados para o Fisco, as chamadas obrigações acessórias, como por exemplo: a suspensão dos prazos processuais na Receita Federal até 29 de maio de 2020 (Portaria RFB 543/2020); a prorrogação do prazo de validade das Certidões (Portaria Conjunta RFB/PGFN Nº 555/2020); e a prorrogação de entrega de obrigações acessórias, como a Escrituração Fiscal Digital (EFD) em alguns estados  como Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Goiás e Ceará.

Observa-se que vários estados e municípios entenderam o tamanho do impacto e estão, aos poucos, se ajustando a este novo cenário.

Mas uma grande expectativa das empresas se dá sobre a possível postergação de pagamento de tributos federais, o que mais impacta nas empresas atualmente.

Essa possibilidade está prevista em uma Portaria da Receita Federal de 2012 (Portaria nº 12/2012) para casos de calamidade pública, prorrogando por até 60 dias o pagamento de impostos, sem juros e multas.

Porém, necessita de regulamentação para entrada em vigor. Diversas entidades, entre elas o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), pleiteiam essa e outras atitudes do Governo Federal.

Diante da não manifestação do Poder Executivo sobre essa prorrogação, diversas empresas estão buscando, por meio de Mandado de Segurança, a obtenção desse benefício.

O Governo Federal precisa agir rápido para ajudar as empresas, e esse seria um caminho que poderia evitar ainda mais a crise que o coronavírus está trazendo para o nosso país.

* Marco Aurélio Pitta é profissional de contabilidade, coordenador e professor de programas de MBA nas áreas Tributária, Contábil e de Controladoria da Universidade Positivo.

Fonte: Central Press



Desafios empresariais

Empreender envolve correr riscos e encontrar soluções para os problemas das pessoas.

Autor: Leonardo Chucrute

Desafios empresariais

Um líder de verdade ensina o que sabe

Não são incomuns as histórias de profissionais que, voluntariamente, trocam de emprego para ganhar menos do que em suas posições anteriores.

Autor: Yuri Trafane

Um líder de verdade ensina o que sabe

Luciano Hang apoia manifesto isenção de impostos nas compras até US$50

Na noite de sexta-feira, 17, o dono da Havan, Luciano Hang, participou do jantar de encerramento do 39º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais (CNSE), em Balneário Camboriú (SC).

Autor: Divulgação


Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Ser um empreendedor em um negócio altamente estressante é como estar em uma montanha-russa emocional.

Autor: João Roncati

Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Azul cria fundo social para captação de recursos para desastres nacionais

Itaú Unibanco se torna o primeiro apoiador após doação de R$ 5 milhões.

Autor: Divulgação


Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Entenda como funciona a transição para Microempresa.

Autor: Divulgação

Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Por que tantas recuperações judiciais?

Nas últimas semanas, a imprensa reproduziu amplamente o indicador de recuperações judiciais produzido e monitorado pela Serasa Experian, a concorrente britânica do histórico SPC, este desenvolvido pela Câmara dos Dirigentes Logistas, que oferece serviços de proteção ao crédito.

Autor: Carlos Gomes


Empreendedorismo com propósito

Nasci em Nova Iguaçu, cidade do estado do Rio de Janeiro, e comecei a empreender desde muito cedo.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreendedorismo com propósito

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

“A simplificação do sistema tributário pode resultar em um catalisador para a criação de empregos, impulsionando a economia do país”, diz especialista.

Autor: Divulgação

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

Empresário, você precisa sair do operacional

As estatísticas não são animadoras.

Autor: Paulo de Vilhena

Empresário, você precisa sair do operacional

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

Embora elas possam enfrentar restrições orçamentárias, estão disponíveis soluções tecnológicas acessíveis e eficazes.

Autor: Denis Furtado

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Até parece mentira, mas, nos tempos atuais, há quem ainda acredite que seu lugar não seja nas redes sociais.

Autor: Gustavo Alonge

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios