Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Fundadores deixam o Google, que possui novas apostas para o futuro

Fundadores deixam o Google, que possui novas apostas para o futuro

08/12/2019 Tainá Freitas

É o fim de uma era no ecossistema empreendedor: Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google, estão deixando o comando da empresa, depois de 21 anos.

Fundadores deixam o Google, que possui novas apostas para o futuro

Page e Brin estão saindo, respectivamente, dos cargos de presidente e CEO (diretor executivo) da Alphabet, holding do Google. O cargo de CEO da Alphabet será assumido por Sundar Pichai, que já lidera o Google.

Os fundadores estão se afastando da rotina diária da empresa, mas continuarão como membros do Conselho Administrativo. “Acreditamos que é tempo de assumir o papel de pais orgulhosos — oferecendo conselhos e amor, mas não a incomodando todos os dias”, descrevem no anúncio.

Pichai dirige o Google desde 2015, substituindo Larry Page após a estruturação da holding Alphabet.

Em um e-mail enviado a todos os funcionários, ele afirmou que a transição não irá afetar a estrutura da empresa, composta, além do Google, pela Waymo (de carros autônomos), Wing (drones), Verily (inovação na saúde), entre outras. Ele comentou, ainda, que continuará muito focado no Google.

O Google está diversificando seu portfólio. A empresa, que nasceu como um buscador na internet, hoje possui serviços de mapas, tradução, computação em nuvem, hardware – a exemplo do smartphone Pixel, o acessório para televisão Chromecast, e o Google Nest Mini, caixa de som com o Google Assistente.

O Google Assistente tem sido uma das maiores apostas da empresa no Brasil e no mundo. A companhia lançou recentemente o dispositivo no país e já anunciou integrações com empresas como Nubank, iFood, Rappi e Banco do Brasil.

O objetivo é que os clientes usem esses e outros serviços apenas por comandos de voz, sem a necessidade de aplicativos. Empresas como a Amazon e a Apple também estão investindo nos próprios assistentes digitais.

Outra novidade que o Google está preparando – e que poderá mudar completamente a empresa – são contas corrente digitais. De acordo com o WSJ, a empresa de tecnologia começará a oferecer serviços financeiros. O projeto, chamado de “Cache”, deve ser lançado ainda em 2020.

O fato de a empresa não ser um banco, mas já possuir uma rede milionária de clientes, pode facilitar a adoção do serviço pelo mundo. A companhia não anunciou se cobrará taxas pelos serviços.

E você, usaria uma conta digital do Google? O que acha da saída dos fundadores?

Fonte: StartSe



Gasto com presente do Dia dos Pais será menor este ano

Lojistas de shopping estimam valores entre R$ 51 e R$ 100.

Gasto com presente do Dia dos Pais será menor este ano

Geração 3D: o que podemos aprender com ela?

Conheça mais sobre como os profissionais 3D podem ser modelos para você.

Geração 3D: o que podemos aprender com ela?

Produção industrial cresce 8,9% de maio para junho

Indústria ainda não conseguiu recuperar perdas causadas pela pandemia.

Produção industrial cresce 8,9% de maio para junho

O futuro do varejo passa a ser digital

Agora, cada celular é um ponto de venda, cada usuário um cliente em potencial.

O futuro do varejo passa a ser digital

Marketing e estratégia empresarial: o cliente como norte do sucesso empresarial

Algumas empresas têm patinado quando o assunto é a utilização de estratégias digitais para impulsionar o crescimento de seus negócios.

Marketing e estratégia empresarial:  o cliente como norte do sucesso empresarial

Levantamento mostra que vendas devem aumentar no Dia dos Pais

Enquanto vendas online sobem, as do comércio tradicional têm queda.

Levantamento mostra que vendas devem aumentar no Dia dos Pais

Novas fontes de recursos para a construção civil

Fato até então inédito, a economia brasileira passou, a partir de 2015, por dois anos consecutivos de recessão.


Abertura comercial não é o mesmo que inserção nas cadeias globais

Atualmente não tem sentido uma nação querer atuar autonomamente no mundo, minimizando seus relacionamentos comerciais com outros países por meio de barreiras protecionistas que acabam inibindo o desenvolvimento.


Entenda o impacto da gestão visual na indústria

O uso de recursos visuais fáceis de interpretar é particularmente útil.


FIEMG lança Portal de Compras da Indústria

Plataforma digital conecta os empresários a mais possibilidades de negócios.


O coronavírus acelerou a transformação digital nas empresas?

A resposta para esta pergunta parece óbvia, no entanto, ele foi só um dos vários motivos que fizeram com que as empresas caminhassem com mais afinco para a jornada da Transformação Digital.

O coronavírus acelerou a transformação digital nas empresas?

Primeiros passos para a transformação digital de uma empresa

Cada empresa tem de seguir suas próprias medidas, de acordo com suas características.

Primeiros passos para a transformação digital  de uma empresa