Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Gestão Ativa do caixa

Gestão Ativa do caixa

15/10/2019 Bruno Zanon

Como rentabilizar o capital de sua empresa?

Todo bom gestor sabe que a reserva de emergência é algo necessário e muito importante para evitar problemas futuros dentro de uma companhia.

Isso porque contratempos acontecem, e nem sempre eles possuem data e horário marcado. Em uma grande empresa, com diversos funcionários e setores a serem gerenciados, imprevistos e gastos surgem com uma frequência maior, tornando necessária a separação de um caixa para eventos a médio e longo prazo.

Essa “reserva de emergência” pode ser caracterizada como uma quantia separada para o atendimento de possíveis eventualidades e incidentes.

No entanto, muitos deixam esse dinheiro parado na conta, aguardando o seu dia de uso. Pensando nisso, é interessante que esse montante seja investido em um fundo, para que assim seja possível gerar rentabilidade e liquidez ao caixa.

É preciso deixar claro, que somente o caixa a médio e longo prazo podem ser investidos em fundos. O caixa a curto prazo é aquele em que você precisa ter à mão para qualquer evento que ocorra na empresa.

Portanto, não faz sentido investi-lo, se você precisará usá-lo a qualquer momento.

Sabemos que as empresas precisam separar uma reserva para eventualidades futuras. Seja uma crise na economia que afete os negócios, a rescisão de um funcionário com muitos anos de casa ou algum problema operacional na empresa, esse caixa fica estático por um grande tempo. Então eu pergunto: por que o deixar parado sem gerar liquidez?

A famosa frase do físico Benjamin Franklin “Tempo é dinheiro” se encaixa muito bem neste caso. A ideia é, basicamente, deixar o dinheiro que ficaria um longo período parado, rendendo e gerando lucro à empresa.

Mas atenção, não é todo investimento que é indicado para essa operação. Àqueles com vencimentos muito longos não devem ser cogitados.

Isso porque, apesar de ser um caixa reservado para acasos a longo prazo, ele deve estar liberado para uso quando for necessário. 

O objetivo é levar eficiência a gestão de caixa da empresa. Ao deixar parado o montante reservado para as operações distantes, você irá perder dinheiro.

O que queremos é mostrar que é possível aplicar esse patrimônio em investimentos, que irão gerar lucro à empresa e estará disponível para uso normalmente.

* Bruno Zanon é sócio fundador da Atrio Investimentos.

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Poupança tem menor retirada líquida para outubro em cinco anos

Saques superaram depósitos em R$ 247,2 mi no mês.

Poupança tem menor retirada líquida para outubro em cinco anos

13º salário: como se preparar para o benefício

Especialista dá dicas para o bom uso desse dinheiro.

13º salário: como se preparar para o benefício

Fracasso: 15 hábitos poderosos para evitá-lo e atingir metas

Fracasso é algo que todos evitam e que ninguém deseja estar suscetível.

Fracasso: 15 hábitos poderosos para evitá-lo e atingir metas

Preservar a empresa e punir os corruptos

Já passou da hora de a legislação fazer distinção clara entre as pessoas físicas dos proprietários e dirigentes, de um lado, e a pessoa jurídica da empresa, de outro.


Index: Faturamento real avança pelo segundo mês consecutivo

Cenário mais favorável ao consumo deve contribuir para aquecimento da atividade industrial.

Index: Faturamento real avança pelo segundo mês consecutivo

Comércio terá impacto positivo com queda dos juros de imóveis

Redução dos juros para o financiamento de imóveis terá impacto de R$ 5,2 bilhões no comércio, diz CNC.

Comércio terá impacto positivo com queda dos juros de imóveis

3 dicas para quem trabalha com transporte de cargas pesadas

O mercado do transporte de cargas pesadas evoluiu muito no Brasil nos últimos anos.

3 dicas para quem trabalha com transporte de cargas pesadas

Tudo o que você precisa saber para entrar no mercado de reparo automotivo

Para muitos, ter seu próprio negócio é um sonho de vida e um caminho para a riqueza pessoal.

Tudo o que você precisa saber para entrar no mercado de reparo automotivo

Inove no Panetone e aqueça as vendas de Natal

Com a proximidade dos festejos de final de ano e a receita adicional no orçamento, existe uma forte tendência de diversificação no consumo de alimentos.


A Humanização da Indústria 4.0: é preciso engajar para inovar

Quando se fala em indústria 4.0 e o futuro da tecnologia aplicada em processos produtivos, é fundamental deixar claro que estamos falando, na verdade, do presente.


Padarias já se planejam para vendas no fim do ano

Campanha “Compre e Concorra” quer atender melhor e aumentar as vendas durante o período.

Padarias já se planejam para vendas no fim do ano

Ética e regras claras como padrão

Combater práticas irregulares e fortalecer a construção de um ambiente ético e socialmente responsável é preocupação cada vez mais presente em empresas e instituições.