Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Já é hora de planejar o pós-pandemia

Já é hora de planejar o pós-pandemia

26/06/2020 Divulgação

As empresas precisam iniciar a segunda etapa da quarentena e buscar os novos caminhos, mesmo diante de um cenário ainda incerto.

A melhoria contínua, seja no âmbito pessoal seja no ambiente empresarial, é fundamental para o crescimento. E uma das lições desse período de isolamento social é que, daqui para a frente, as mudanças serão ainda mais constantes. Novos produtos e serviços, desejos diferentes dos consumidores e um outro tipo de consumismo surgiram e estão se consolidando. Isso exige que as empresas comecem, de imediato, a se remodelar para o pós-pandemia, apesar de ainda não se saber, ao certo, quando será este momento.

Sendo assim, a hora é de iniciar a segunda etapa da quarentena. Em uma primeira fase, foi preciso criar condições para que as empresas seguissem funcionando, como implementar medidas de prevenção ao contágio pelo coronavírus, colocar equipes em home office, ampliar o uso da tecnologia, dar suporte aos colaboradores dentro e fora do ambiente de trabalho, entre outras iniciativas. Para o CEO e headhunter da Prime Talent, David Braga, agora é necessário ir além. “É fundamental inovar e repensar o business. Como será a volta? As lideranças precisarão encontrar um ponto de equilíbrio entre a saúde das pessoas e a economia da empresa. Deve-se pensar no digital, na disrupção do mercado, na eficiência, nos custos, sem falar na importância de ampliar o foco no empreendedorismo social, entre outros aspectos”, destaca.

Braga argumenta ainda que, além de revisar os planos estratégicos e as estruturas organizacionais, as lideranças precisam criar ações para os funcionários que retornarem do isolamento social. “Muitos estarão ansiosos, angustiados ou mesmo depressivos. Há, ainda, aqueles que já se acostumaram às novas rotinas do home office, o que impactará diretamente na performance”, observa o executivo. Também serão atitudes relevantes valorizar os profissionais que despontaram durante a pandemia e não perder capital intelectual, mesmo que a empresa precise passar por uma restruturação.

O grande desafio é que todas essas transformações têm que começar a acontecer agora. “Citando Napoleão Bonaparte, ‘a grande arte é mudar durante a batalha’ e buscar as soluções assertivas, mesmo em um cenário totalmente sem previsibilidade. Lembrando que, em um mundo VUCA, ou seja, volátil, incerto, complexo e ambíguo, as decisões não cabem apenas ao líder. Todos participam, com sugestões sobre business, mercado, tendências e o que pode ser mudado”, conclui David Braga.

Fonte: Link Comunicação Empresarial



Mercado infantil tem projeções de crescimento para os próximos cinco anos

Ramo de franquias no setor registra alta tanto em faturamento quanto em número de unidades.

Mercado infantil tem projeções de crescimento para os próximos cinco anos

Empresas poderão renegociar dívidas com o Fisco com 70% de desconto

Portaria estende à Receita Federal a modalidade de renegociação chamada de transação tributária.

Empresas poderão renegociar dívidas com o Fisco com 70% de desconto

Gestão de custos e planejamento a longo prazo

Gestão de custos é o processo de planejar e controlar efetivamente os custos envolvidos em um negócio.

Gestão de custos e planejamento a longo prazo

Salário mínimo pode ser de R$ 1.294 em 2023

Se o valor for confirmado, vai ser o quarto ano seguido sem reajuste real.

Salário mínimo pode ser de R$ 1.294 em 2023

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Estimativa é criar 18,5 mil vagas temporárias.

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Confiança dos pequenos negócios cai em julho

Comércio foi o setor mais confiante e serviços foi o que apresentou menor confiança.

Confiança dos pequenos negócios cai em julho

Arquivei marca presença em grande evento de contabilidade em BH

Coordenadoras da empresa participam de palestra sobre visões estratégicas que podem gerar economia no setor contábil.


Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no primeiro semestre

Micro e pequenas empresas criam 961 mil postos no período no país.


Quatro principais desafios de vendas para superar até 2023

À medida que o mundo volta a alguma normalidade, começamos a perceber também que a forma de vender mudou fundamentalmente em comparação com os tempos pré-pandemia.

Quatro principais desafios de vendas para superar até 2023

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

Mais de 13 milhões de empreendedores devem ser beneficiados.

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

Mais de 70% dos empresários mineiros estão otimistas com o 2º semestre de 2022

Primeiro semestre do ano teve aumento de 51,9% nas vendas em relação a 2021.

Mais de 70% dos empresários mineiros estão otimistas com o 2º semestre de 2022

Como o “jeito fintech” de fazer negócios tem possibilitado o surgimento de novas empresas

Quem já se aventurou no empreendedorismo ou está fazendo isso agora sabe o quanto é difícil se destacar em um ambiente extremamente competitivo.

Como o “jeito fintech” de fazer negócios tem possibilitado o surgimento de novas empresas