Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Não perca tempo com problemas que não existem

Não perca tempo com problemas que não existem

17/02/2020 Divulgação

É muito comum num grupo, numa reunião ou na empresa inteira, pessoas discutirem possíveis problemas em meio a um trabalho.

Não perca tempo com problemas que não existem

Horas preciosas perdidas com problemas que podem nem mesmo chegar a existir.  Para o professor Luciano Salamacha, especialista em gestão, discutir incansavelmente por um problema que pode nem mesmo estar em gestação, é um desperdício comum de tempo e dinheiro nas empresas.  “Sofrer por antecipação, é sofrer duas vezes  e sofrer nos causa uma queda no rendimento intelectual “, conclui o professor.

Salamacha explica que se preocupar, por antecipação, em demasia  com problemas pode gerar uma confusão de sentimentos, logo é inconsciente e irracional. Pode ser uma mania pessoal por um trauma vivido no passado, medo por achar que não está preparado, pode ser a insegurança por achar que não vai performar bem ou, ainda, vingança. Isso mesmo, o professor Luciano Salamacha, com mais de 12 anos de experiência a frente de conselhos de administração, já viu pessoas discutindo horas a fio por problemas que não existem para antecipar situações que, não darão chance ao outro, qualquer tipo de vantagem. Com isso, muitas vezes, a pessoa fecha portas pra si mesmo, tentando bloquear a do colega de trabalho que ele entende  ser seu concorrente.  È preciso sair dessa armadilha”, aconselha o professor .

Para Salamacha, uma saída para evitar o estresse desnecessário da antecipação de um problema, é necessário estabelecer uma matriz de risco. Papel e caneta na mão. De saída, pense que este exercício vai trazer clareza e amenizar o estresse na equipe.

1 – Faça uma lista das consequências ruins em decorrência do risco levantado.

2 – Dê uma nota de 1 a 5 sobre a probabilidade das consequências surgirem. Sendo 1 para potencial baixo e 5 para o alto risco acontecer.

3 - De também uma nota de 1 a 5 sobre o dano potencial, de cada uma dessas situações, caso aconteçam.

Salamacha lista 4 regras para evitar discutir pequenos problemas com remotas possibilidades de acontecer.

1 - Compartilhe sua linha de raciocínio com os colegas.  Às vezes, o que nos parece muito grande, na visão do outro, talvez tenha um impacto menor.

2 - Veja se não está personalizando o problema. Uma relação ruim com alguém da equipe  pode influenciar negativamente a sua avaliação do problema.

3 - Se perceber que está sofrendo com um problema que pode acontecer, imagine que ele está solucionado, assim poderá dar continuidade ao seu planejamento. Pode ser que, mais a frente, que o problema era muito pequeno.    

4 - Perceba a imagem que está criando de si mesma dentro da empresa . Pessoas que veem problemas em tudo, acabam com a fluidez e viram um obstáculo dentro da equipe. É o pessimista, que emperra o processo, que atrai e expõe o problema que antes nem existia. È muito diferente do visionários que propõe mudança de rumos para chegar mais fácil ao objetivo ou a resultados melhores do que os previstos inicialmente.

 Para o professor o ideal é que o profissional construa uma imagem de uma pessoa que soluciona os problemas, de um conciliador. Num momento em que o tempo é artigo mais raro e valorizado na vida das pessoas, é vital não perder energia com “coisinhas “.

“Quem sofre antes do necessário, sofre mais que o necessário. E a vida já tem sofrimentos demais para incluirmos os desnecessários”, afirma Salamacha.

Fonte: Marchena Comunicação



Desafios empresariais

Empreender envolve correr riscos e encontrar soluções para os problemas das pessoas.

Autor: Leonardo Chucrute

Desafios empresariais

Um líder de verdade ensina o que sabe

Não são incomuns as histórias de profissionais que, voluntariamente, trocam de emprego para ganhar menos do que em suas posições anteriores.

Autor: Yuri Trafane

Um líder de verdade ensina o que sabe

Luciano Hang apoia manifesto isenção de impostos nas compras até US$50

Na noite de sexta-feira, 17, o dono da Havan, Luciano Hang, participou do jantar de encerramento do 39º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais (CNSE), em Balneário Camboriú (SC).

Autor: Divulgação


Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Ser um empreendedor em um negócio altamente estressante é como estar em uma montanha-russa emocional.

Autor: João Roncati

Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Azul cria fundo social para captação de recursos para desastres nacionais

Itaú Unibanco se torna o primeiro apoiador após doação de R$ 5 milhões.

Autor: Divulgação


Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Entenda como funciona a transição para Microempresa.

Autor: Divulgação

Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Por que tantas recuperações judiciais?

Nas últimas semanas, a imprensa reproduziu amplamente o indicador de recuperações judiciais produzido e monitorado pela Serasa Experian, a concorrente britânica do histórico SPC, este desenvolvido pela Câmara dos Dirigentes Logistas, que oferece serviços de proteção ao crédito.

Autor: Carlos Gomes


Empreendedorismo com propósito

Nasci em Nova Iguaçu, cidade do estado do Rio de Janeiro, e comecei a empreender desde muito cedo.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreendedorismo com propósito

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

“A simplificação do sistema tributário pode resultar em um catalisador para a criação de empregos, impulsionando a economia do país”, diz especialista.

Autor: Divulgação

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

Empresário, você precisa sair do operacional

As estatísticas não são animadoras.

Autor: Paulo de Vilhena

Empresário, você precisa sair do operacional

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

Embora elas possam enfrentar restrições orçamentárias, estão disponíveis soluções tecnológicas acessíveis e eficazes.

Autor: Denis Furtado

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Até parece mentira, mas, nos tempos atuais, há quem ainda acredite que seu lugar não seja nas redes sociais.

Autor: Gustavo Alonge

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios