Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O momento pede revisão na estratégia para manutenções

O momento pede revisão na estratégia para manutenções

29/05/2020 Luciano Rodrigues Costa

Como essa nova realidade mundial enfrentada pelo coronavírus impõe mudanças na estratégia de gestão dos ativos.

Desde o início da crise gerada pela pandemia de coronavírus, empresas dos mais diversos portes e setores tiveram que modificar seu modo de operar.

Com a recomendação das autoridades para que as pessoas evitassem aglomerações, muitas organizações alocaram parte dos funcionários para o esquema de home office, enquanto outras precisaram fazer desligamentos, temporários ou definitivos. Em todo caso, linhas de produção pararam ou reduziram significativamente o ritmo.

Se proteger e preservar vidas coloca-se, de forma indiscutível, como prioridade, também não se devem perder de vista os cuidados com a conservação dos equipamentos. A "nova realidade" mundial impõe mudanças na estratégia de gestão dos ativos.

Manutenções - pontuais ou cíclicas - não podem, simplesmente, ser riscadas da agenda. Se por um lado, organizações talvez fiquem tentadas a segurar custos neste momento de restrição financeira, é imprescindível que seu maquinário permaneça em ordem, mesmo que isso signifique alterar alguns processos e rotinas internos, de sistemas ou equipes.

Afinal de contas, o que todos esperam é que em algum momento o surto passe e que as atividades sejam retomadas.

O cenário pode, até, apresentar aquela oportunidade de aprimorar a forma como os ativos essenciais ao funcionamento e à perenidade do negócio são mantidos. Cogite adotar novas tecnologias e ferramentas de apoio.

Algumas delas conseguem reunir todos os dados necessários em um repositório único, onde ficam disponíveis para análise em tempo real e via acesso remoto.

Lembre-se: a transformação digital catalisa melhora no desempenho. Num cenário de contração econômica, é grande aliada. Considere também reexaminar suas escalas e turnos de pessoal.

De repente, descobrirá formas de maximizar a produtividade, direcionando os talentos de forma mais lógica, extraindo todo o seu potencial.

Agora, também, pode ser hora de alterar a modalidade da manutenção que comumente realiza - prescritiva, preditiva, preventiva ou planejada.

É importante ter em conta que, em cenário de crise, planos de paradas podem ser flexibilizados, com variações na frequência de atualização e no escopo dos trabalhos, sem comprometer os padrões técnicos exigidos.

Por exemplo: se antes da pandemia costumava tirar determinado equipamento totalmente da operação para checagem ou calibragem, avalie a adoção de processos faseados.

Ou reveja o planejamento no calendário, levando em conta a criticidade de cada ativo. Para isso, certifique-se de como estão seus níveis de peças e sobressalentes no estoque.

Ninguém consegue, ainda, precisar quando o mundo superará o surto do Covid-19. Há um empenho global em reativar a economia.

Garanta que seu negócio esteja pronto para o momento da retomada. Investir o tempo e recursos, agora, na "saúde" dos ativos fará a diferença.

* Luciano Rodrigues Costa é Product Manager da Atech.

Fonte: Intelligenzia



Empresas poderão renegociar dívidas com o Fisco com 70% de desconto

Portaria estende à Receita Federal a modalidade de renegociação chamada de transação tributária.

Empresas poderão renegociar dívidas com o Fisco com 70% de desconto

Gestão de custos e planejamento a longo prazo

Gestão de custos é o processo de planejar e controlar efetivamente os custos envolvidos em um negócio.

Gestão de custos e planejamento a longo prazo

Salário mínimo pode ser de R$ 1.294 em 2023

Se o valor for confirmado, vai ser o quarto ano seguido sem reajuste real.

Salário mínimo pode ser de R$ 1.294 em 2023

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Estimativa é criar 18,5 mil vagas temporárias.

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Confiança dos pequenos negócios cai em julho

Comércio foi o setor mais confiante e serviços foi o que apresentou menor confiança.

Confiança dos pequenos negócios cai em julho

Arquivei marca presença em grande evento de contabilidade em BH

Coordenadoras da empresa participam de palestra sobre visões estratégicas que podem gerar economia no setor contábil.


Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no primeiro semestre

Micro e pequenas empresas criam 961 mil postos no período no país.


Quatro principais desafios de vendas para superar até 2023

À medida que o mundo volta a alguma normalidade, começamos a perceber também que a forma de vender mudou fundamentalmente em comparação com os tempos pré-pandemia.

Quatro principais desafios de vendas para superar até 2023

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

Mais de 13 milhões de empreendedores devem ser beneficiados.

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

Mais de 70% dos empresários mineiros estão otimistas com o 2º semestre de 2022

Primeiro semestre do ano teve aumento de 51,9% nas vendas em relação a 2021.

Mais de 70% dos empresários mineiros estão otimistas com o 2º semestre de 2022

Como o “jeito fintech” de fazer negócios tem possibilitado o surgimento de novas empresas

Quem já se aventurou no empreendedorismo ou está fazendo isso agora sabe o quanto é difícil se destacar em um ambiente extremamente competitivo.

Como o “jeito fintech” de fazer negócios tem possibilitado o surgimento de novas empresas

Volatilidade da economia gera incertezas e oportunidades no mercado imobiliário

De janeiro a maio, o CUB/m2 já acumula variação de 10,05%, enquanto o custo com material cresceu 9,02% e o custo com a mão de obra, 11,17%.

Volatilidade da economia gera incertezas e oportunidades no mercado imobiliário