Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O papel da sustentabilidade dentro dos princípios ESG

O papel da sustentabilidade dentro dos princípios ESG

23/08/2023 Rosemary França Vianna

Na área de negócios, o termo “sustentabilidade” agora é um conceito muito amplo, que demanda estratégias variadas para atingir o que, segundo analistas do Gartner, deve ser a meta do planejamento sustentável:

O papel da sustentabilidade dentro dos princípios ESG

Criar valor de longo prazo para os stakeholders, considerando impactos sociais, econômicos e ambientais em decisões estratégicas e operacionais.

Na pauta das empresas, as principais ações estão voltadas para as políticas de ESG (Environmental, Social and Corporate Governance - Ambiente, Social e Governança Corporativa).

E, nesse guarda-chuva, qual é o papel da sustentabilidade corporativa, conceito que vem ganhando espaço no mundo dos negócios?

Aparentemente, segundo a definição da ONU, os objetivos são os mesmos: entrega de valor no longo prazo em termos financeiro, ambiental, social e ético.

Mas analistas apontam as diferenças. Em linhas gerais, a sustentabilidade corporativa tem como foco a melhoria da empresa, enquanto as práticas ESG visam reduzir riscos financeiros. E como atingir esses objetivos?

A sustentabilidade corporativa está ligada ao modelo de negócio e inovação, à administração estratégica da sustentabilidade.

O objetivo é implementar processos e entregar produtos sustentáveis, monitorar e controlar os indicadores e, assim, ter acesso a novos mercados, envolvendo os stakeholders.

Já as ações ESG, além dos benefícios ambientais, sociais e de governança, são mais orientadas a produtos financeiros, facilitando a captação de dinheiro no mercado.

Para isso, é preciso abrir um canal de comunicação com os shareholders com a publicação de relatórios de sustentabilidade e informações transparentes.

Os três pilares fundamentais

A sustentabilidade corporativa está baseada em três pilares: o ambiental, a responsabilidade social e o econômico.

São os três Ps originais (People, Planet, Profit), criados pelo defensor da sustentabilidade corporativa John Elkington na década de 1990.

Eles eram uma forma de enfatizar a crescente importância da equação resultado econômico-financeiro X resultado social X resultado ambiental, em vez do lucro convencional e único.

O quarto P – Propósito (Purpose) - foi adicionado nos últimos anos para refletir o interesse de um número crescente de consumidores no propósito organizacional de uma empresa e a diferença que ela deseja fazer em sua comunidade (ou na comunidade global mais ampla) no que diz respeito aos impactos sociais e ambientais.

Porque implementar modelos sustentáveis

Segundo o Gartner, líderes empresariais de organizações com programas de sustentabilidade em vigor relatam uma série de benefícios.

Eles dizem que essas estratégias ajudam a proteger a empresa de impactos disruptivos e atenuar os aumentos de custos.

Além disso, 83% dizem que as atividades do programa criaram diretamente valor de curto e longo prazo para sua organização.

A sustentabilidade corporativa, assim como os princípios ESG, são imperativos para os negócios, essenciais para o sucesso de longo prazo, garantindo que os mercados forneçam valor para toda a sociedade, e é uma preocupação crescente entre os investidores que buscam não apenas o lucro econômico, mas também o bem social, assim como entre clientes preocupados com as suas pegadas de carbono.

Então, para impulsionar a sustentabilidade no DNA corporativo, as empresas devem se comprometer no nível mais alto, relatar anualmente seus esforços e se envolver localmente onde têm presença. Esse deve ser o novo modelo de negócio.

* Rosemary França Vianna é Country Manager da TÜV Rheinland Brasil.

Para mais informações sobre sustentabilidade clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Intelligenzia



Luciano Hang apoia manifesto isenção de impostos nas compras até US$50

Na noite de sexta-feira, 17, o dono da Havan, Luciano Hang, participou do jantar de encerramento do 39º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais (CNSE), em Balneário Camboriú (SC).

Autor: Divulgação


Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Ser um empreendedor em um negócio altamente estressante é como estar em uma montanha-russa emocional.

Autor: João Roncati

Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Azul cria fundo social para captação de recursos para desastres nacionais

Itaú Unibanco se torna o primeiro apoiador após doação de R$ 5 milhões.

Autor: Divulgação


Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Entenda como funciona a transição para Microempresa.

Autor: Divulgação

Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Por que tantas recuperações judiciais?

Nas últimas semanas, a imprensa reproduziu amplamente o indicador de recuperações judiciais produzido e monitorado pela Serasa Experian, a concorrente britânica do histórico SPC, este desenvolvido pela Câmara dos Dirigentes Logistas, que oferece serviços de proteção ao crédito.

Autor: Carlos Gomes


Empreendedorismo com propósito

Nasci em Nova Iguaçu, cidade do estado do Rio de Janeiro, e comecei a empreender desde muito cedo.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreendedorismo com propósito

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

“A simplificação do sistema tributário pode resultar em um catalisador para a criação de empregos, impulsionando a economia do país”, diz especialista.

Autor: Divulgação

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

Empresário, você precisa sair do operacional

As estatísticas não são animadoras.

Autor: Paulo de Vilhena

Empresário, você precisa sair do operacional

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

Embora elas possam enfrentar restrições orçamentárias, estão disponíveis soluções tecnológicas acessíveis e eficazes.

Autor: Denis Furtado

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Até parece mentira, mas, nos tempos atuais, há quem ainda acredite que seu lugar não seja nas redes sociais.

Autor: Gustavo Alonge

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Empreender é saber lidar com pressão e estresse

Muitas vezes, diante dos desafios e preocupações do dia a dia, ficamos estressados e não sabemos como lidar com algumas situações ou pressões.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreender é saber lidar com pressão e estresse

IA na cobrança: seis dicas para implementar com assertividade

Cobrar um cliente, nem sempre, é uma tarefa fácil.

Autor: Leonardo Coelho

IA na cobrança: seis dicas para implementar com assertividade