Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O poder da oratória nos negócios

O poder da oratória nos negócios

19/04/2023 Fran Rorato

Saber se comunicar e ter uma boa oratória são fatores predominantes para qualquer pessoa em todos os âmbitos da vida.

O poder da oratória nos negócios

No mundo dos negócios, não é diferente. Eu gosto de comparar ter uma boa oratória a ser um piloto de avião: você tem o poder de levar as pessoas para qualquer lugar que quiser, basta saber pilotar. No entanto, se fizermos um levantamento da quantidade de indivíduos que realmente sabem pilotar com eficiência, chegamos a um número ínfimo.

É por essa razão que comunicação e oratória são tão importantes no mundo dos negócios, principalmente para aqueles que desejam se projetar e fazer acontecer. Não dá para ter sucesso sem boa comunicação, uma coisa não existe sem a outra. No Brasil, gosto de citar o exemplo do rei da excelência e do primor da comunicação: Silvio Santos. Ele foi camelô e construiu uma empresa bilionária com o poder do carisma, da comunicação e da venda. Isso é imprescindível: saber envolver as pessoas e conseguir influenciá-las a seu favor.

Quando falamos sobre o mundo dos negócios, é essencial lembrar que tudo é venda: venda de ideias, de produtos, de serviços, de capacidade pessoal, entre vários outros. E quem não sabe se vender, eventualmente não vai conseguir se criar em um mundo tão competitivo e com pessoas qualificadas, que apresentam uma série de habilidades que você não tem ou ainda não desenvolveu.

O mercado está cada vez mais elaborado e sofisticado, por isso você precisa se destacar. É preciso envolver as pessoas com o que se fala, caso contrário, a probabilidade de não dar certo é grande, tornando inviável um possível plano de negócios, por exemplo. O meio corporativo também está dentro dessa problemática. Se você não souber apresentar suas ideias e criar conexões por meio da fala, é provável que não evolua na sua posição. 

Outro ponto a ser observado é quando alguém não se comunica de forma eficiente e acaba tendo um repertório de vida também ineficiente. Isso resulta em enxergar o mundo de forma muito limitada e essa falta de conhecimento de vida gera perda de oportunidades, seja por não conseguir agarrar o momento ou mesmo por não ser capaz de identificá-lo. Vagarosamente a castração da comunicação - e da coragem de se expor - vai tolhendo grandes chances de ter sucesso e de evoluir. 

Tal comportamento não é visto com bons olhos pelas empresas, que tendem a apreciar mais colaboradores com atitude. Geralmente, quem se desponta e se destaca é comunicativo. Uma promoção à liderança, por exemplo, demanda que você demonstre habilidade em conduzir um time, gerenciando metas e avaliando desempenhos para cumprir o que foi proposto. Nesse caso, é imprescindível que esse líder tenha uma comunicação clara e assertiva para todos da equipe, mesmo em momentos de pressão. 

De maneira geral, para que um empresário ou empreendedor melhore a sua oratória e sua comunicação são necessários três pilares: técnica, treino e autoestima. É preciso gerar conexão de uma forma muito generosa entre esses três pontos, se expondo com constância e gerindo de forma controlada os medos e dificuldades. Feito isso, tenha absoluta certeza que você não vai melhorar apenas a comunicação, mas vai transformar, para melhor, sua vida pessoal e profissional.

Fran Rorato é atriz, jornalista, especialista em comunicação e oratória.

Para mais informações sobre negócios clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Seven PR



Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Ser um empreendedor em um negócio altamente estressante é como estar em uma montanha-russa emocional.

Autor: João Roncati

Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Azul cria fundo social para captação de recursos para desastres nacionais

Itaú Unibanco se torna o primeiro apoiador após doação de R$ 5 milhões.

Autor: Divulgação


Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Entenda como funciona a transição para Microempresa.

Autor: Divulgação

Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Por que tantas recuperações judiciais?

Nas últimas semanas, a imprensa reproduziu amplamente o indicador de recuperações judiciais produzido e monitorado pela Serasa Experian, a concorrente britânica do histórico SPC, este desenvolvido pela Câmara dos Dirigentes Logistas, que oferece serviços de proteção ao crédito.

Autor: Carlos Gomes


Empreendedorismo com propósito

Nasci em Nova Iguaçu, cidade do estado do Rio de Janeiro, e comecei a empreender desde muito cedo.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreendedorismo com propósito

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

“A simplificação do sistema tributário pode resultar em um catalisador para a criação de empregos, impulsionando a economia do país”, diz especialista.

Autor: Divulgação

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

Empresário, você precisa sair do operacional

As estatísticas não são animadoras.

Autor: Paulo de Vilhena

Empresário, você precisa sair do operacional

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

Embora elas possam enfrentar restrições orçamentárias, estão disponíveis soluções tecnológicas acessíveis e eficazes.

Autor: Denis Furtado

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Até parece mentira, mas, nos tempos atuais, há quem ainda acredite que seu lugar não seja nas redes sociais.

Autor: Gustavo Alonge

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Empreender é saber lidar com pressão e estresse

Muitas vezes, diante dos desafios e preocupações do dia a dia, ficamos estressados e não sabemos como lidar com algumas situações ou pressões.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreender é saber lidar com pressão e estresse

IA na cobrança: seis dicas para implementar com assertividade

Cobrar um cliente, nem sempre, é uma tarefa fácil.

Autor: Leonardo Coelho

IA na cobrança: seis dicas para implementar com assertividade

Estratégias de desenvolvimento interno de equipes de alta performance

Apostar na formação de funcionários é a melhor saída para driblar a escassez de talentos especializados no mercado de trabalho.

Autor: Divulgação

Estratégias de desenvolvimento interno de equipes de alta performance