Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O trabalho e o mundo nunca mais serão os mesmos

O trabalho e o mundo nunca mais serão os mesmos

22/04/2020 Efigenia Vieira

Quando a “normalidade” voltar e você entrar em seu local conhecido de atividades e desafios profissionais, perceberá que, apesar de tudo estar no mesmo lugar, o seu trabalho e o mundo pós-coronavírus nunca mais serão os mesmos.

Dentro da nova realidade que nos trouxe a pandemia da Covid-19, todos nós tivemos que cancelar sonhos, expectativas, reuniões e cafés pela rotina afora.

As viagens, até então frequentes, nos levam à reflexão: Será que fariam alguma diferença? O que realmente faz a diferença? Você já ousou se perguntar quanto a isso?

É o momento que temos a visão do que representa o cotidiano em nossas vidas. Estão acontecendo agora, evoluções revolucionárias no planeta e, naturalmente, no conhecido e envelhecido mundo das culturas empresariais.

Tudo acontecendo junto, mesmo no frenesi dos apuros e da angústia das incertezas. As empresas, hoje, reavaliam suas culturas e valores. Sua forma de trabalho. Suas pessoas.

Embora a tendência natural de muitos possa ser "apenas sobreviver", os inovadores "prosperarão", como sempre aconteceu na humanidade.

Felizes são aqueles cuja energia é transportada para o trabalho, para uma vida mais ampla, reconsiderando a família, os “demais à beira do descaso”, a cultura empresarial e as transformações profundas na conhecida alta performance e dinâmica econômica. Um novo olhar se sobrepõe ao conhecido.

As pessoas hoje são mais sensíveis, expressam carinho e empatia genuína. Suas histórias particulares vêm à tona, expondo tratamentos oncológicos interrompidos, síndromes emocionais e muita ansiedade.

Líderes de empresas, também sensibilizados, não podem deixar de criar o ambiente e cenário agradáveis para que suas equipes brilhem.

Independentemente da situação, as pessoas são únicas em suas percepções, sentimentos e expressões. Nossos colaboradores necessitam se sentir bem.

Há uma equação de foguete complexa a ser lembrada todos os dias - não existem clientes felizes sem colaboradores felizes e seguros. E, como todos sabem, não estou falando de remuneração.

Em pesquisas informais com clientes e executivos, constatamos que estamos vivenciando o desafio de proporcionar engajamento e a satisfação das preciosas equipes em suas várias competências e funções.

Com isso, conseguimos definir o futuro em concordância com as pessoas, que se empenham no aprimoramento das várias facetas da inteligência emocional e espiritual, competências diversas e práticas da boa vontade.

A maioria das empresas, primam em proporcionar todas as ferramentas necessárias e, ainda, construir uma maior proximidade com os seus clientes, que possuem demandas diferenciadas e visão de futuro.

Enfim, é preciso dar preferência ao bem-estar de todos, principalmente, dos profissionais inquietos, que colocam todas as energias em suas carreiras.

Dentre os principais resultados destes novos tempos, está o trabalho colaborativo. Este, que proporciona o aumento da motivação e engajamento; a troca de experiências; momentos de conversas sobre o cotidiano, sentimentos, humores e convivência coletiva; a realização de feedbacks contínuos; a construção de uma liderança colaborativa e presente; um maior controle sobre as ações de todos os integrantes da equipe em tempo real e o desenvolvimento de programas de capacitação contínua.

Esta nova realidade também proporciona bons resultados às empresas, que lidam com um maior estreitamento em seus contatos, o desenvolvimento de uma comunicação fluída entre os integrantes das equipes e clientes, a aceleração na resolução de demandas, e o aprimoramento da entrega e do respeito a prazos.

Sim, entregas realizadas por quem entende de verdade, de projetos e processos de hunting e de pessoas, e que vão além da busca de se tornarem profissionais ainda mais qualificados.

Por fim, a tecnologia no mercado de trabalho permite a criação de relacionamentos ainda mais promissores e o desenvolvimento de suas captações e da qualidade de suas entrevistas e feedbacks. E também a oportunidade de estarem em conexão com o mercado e a Upside.

Deixo aqui, o nosso profundo agradecimento pela abertura ao receber, analisar e participar de nossos projetos de hunting e do legítimo e precioso assessment online.

A todos que sempre estiveram ativos em nosso valioso networking, construído ao longo de 25 anos de trabalho incansável e responsável. Nossas operações continuam em ritmo normal, apenas com maior criatividade.

Todos trabalham incansavelmente, criando vínculos de valor, confiança, empatia e soluções. Impulsionando a colaboração mútua entre gestores e profissionais a serem contratados, por meio da construção de práticas e políticas em conformidade com o momento atual e o mundo de amanhã. Nossa missão é solidariedade e união.

* Efigenia Vieira é CEO da Upside Group.

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Empresas poderão renegociar dívidas com o Fisco com 70% de desconto

Portaria estende à Receita Federal a modalidade de renegociação chamada de transação tributária.

Empresas poderão renegociar dívidas com o Fisco com 70% de desconto

Gestão de custos e planejamento a longo prazo

Gestão de custos é o processo de planejar e controlar efetivamente os custos envolvidos em um negócio.

Gestão de custos e planejamento a longo prazo

Salário mínimo pode ser de R$ 1.294 em 2023

Se o valor for confirmado, vai ser o quarto ano seguido sem reajuste real.

Salário mínimo pode ser de R$ 1.294 em 2023

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Estimativa é criar 18,5 mil vagas temporárias.

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Confiança dos pequenos negócios cai em julho

Comércio foi o setor mais confiante e serviços foi o que apresentou menor confiança.

Confiança dos pequenos negócios cai em julho

Arquivei marca presença em grande evento de contabilidade em BH

Coordenadoras da empresa participam de palestra sobre visões estratégicas que podem gerar economia no setor contábil.


Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no primeiro semestre

Micro e pequenas empresas criam 961 mil postos no período no país.


Quatro principais desafios de vendas para superar até 2023

À medida que o mundo volta a alguma normalidade, começamos a perceber também que a forma de vender mudou fundamentalmente em comparação com os tempos pré-pandemia.

Quatro principais desafios de vendas para superar até 2023

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

Mais de 13 milhões de empreendedores devem ser beneficiados.

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

Mais de 70% dos empresários mineiros estão otimistas com o 2º semestre de 2022

Primeiro semestre do ano teve aumento de 51,9% nas vendas em relação a 2021.

Mais de 70% dos empresários mineiros estão otimistas com o 2º semestre de 2022

Como o “jeito fintech” de fazer negócios tem possibilitado o surgimento de novas empresas

Quem já se aventurou no empreendedorismo ou está fazendo isso agora sabe o quanto é difícil se destacar em um ambiente extremamente competitivo.

Como o “jeito fintech” de fazer negócios tem possibilitado o surgimento de novas empresas

Volatilidade da economia gera incertezas e oportunidades no mercado imobiliário

De janeiro a maio, o CUB/m2 já acumula variação de 10,05%, enquanto o custo com material cresceu 9,02% e o custo com a mão de obra, 11,17%.

Volatilidade da economia gera incertezas e oportunidades no mercado imobiliário