Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Arte como indagação política

Arte como indagação política

24/11/2018 Oscar D'Ambrosio

A 33ª Bienal de Arte de São Paulo tem artistas que nos obrigam a repensar o cotidiano.

Talvez o principal deles seja o guatelmateco Aníbal López (1964 – 2014), que assina parte de seus trabalhos como A-1 53167, número de seu documento de identidade. Era uma forma de questionar nossa posição no mundo apenas como seres anônimos de um grande sistema.

Suas performances de cunho político eram sempre ousadas e espantosamente atuais. Talvez a mais melancólica pela sua relevância contemporânea é a ação chamada “El préstamo” (“O empréstimo”), texto autobiográfico em que narra como assaltou, com uma arma, um senhor na Cidade da Guatemala para financiar a produção de uma exposição.

Discutir, por meio da arte, temas como crise econômica e formas de crime é uma constante no trabalho de López. Nesse sentido, realizou, na Bienal do Mercosul, obras com caixas vazias contrabandeadas do Paraguai para o Brasil e, na Documenta de Kassel, na Alemanha, um dos mais célebres eventos de arte do mundo, entrevistou um sicário. Para manter o anonimato do matador de aluguel, colocou uma tela entre o assassino e o público, que realizou perguntas por cerca de 40 minutos.

Outras ações inesquecíveis foram jogar dez sacos de carvão em via pública antes de um desfile do exército, lembrando o genocídio e a carbonização de camponeses e indígenas por militares; despejar uma tonelada de livros em uma das vias mais movimentadas da capital do país; e, talvez a mais original, inaugurar uma exposição, “As pessoas bonitas”, em que os seguranças tinham a liberdade de deixar entrar apenas quem eles julgassem belas.

Em pouco tempo, havia mais gente do lado de fora do que dentro da galeria – e o próprio artista foi impedido de entrar. A ironia do título ganhava sentido, pois mostrava como o concito de beleza está marcado pela subjetividade e pelo relativismo. Por tudo isso, Aníbal López é um artista a ver, rever, pensar e repensar continuamente.

* Oscar D”Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. 



Belo Horizonte recebe mostra que discute temáticas socioambientais

8ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental pode ser vista no MIS Cine Santa Tereza.

Belo Horizonte recebe mostra que discute temáticas socioambientais

Feminismo é tema da Festa Literária das Periferias no Rio

Flup tem como temática central neste ano o feminismo negro e a poesia falada.

Feminismo é tema da Festa Literária das Periferias no Rio

Biblioteca Pública recebe exposição sobre a autora Ruth Rocha

A mostra, com entrada franca, ficará em cartaz entre os dias 14 de outubro e 30 de novembro.


Belo Horizonte ganha Núcleo de Produção Digital

As inscrições para diversos cursos ofertados podem ser feitas até o dia 22 de outubro.

Belo Horizonte ganha Núcleo de Produção Digital

Olga Tokarczuk e Peter Handke premiados com Nobel da Literatura

Este foi o quarto dos seis prêmios mais cobiçados do mundo.

Olga Tokarczuk e Peter Handke premiados com Nobel da Literatura

Exposição em BH reúne obras de 40 artistas plásticos mineiros da contemporaneidade

Mostra 40x40 pode ser vista no espaço cultural Mama / Cadela no bairro Santa Tereza.

Exposição em BH reúne obras de 40 artistas plásticos mineiros da contemporaneidade

Prefeitura de BH realiza programação especial no Mês das Crianças

Semana das Crianças será realizada de 9 a 13 de outubro em teatros e em 17 Centros Culturais da cidade.

Prefeitura de BH realiza programação especial no Mês das Crianças

São Paulo terá evento dedicado à literatura

A cidade recebe neste mês de outubro o Festival Mário de Andrade - A Virada do Livro.

São Paulo terá evento dedicado à literatura

Programa Funarte Cidadã leva arte aos municípios

Fundação lança conjunto de ações dirigidas ao desenvolvimento municipal, a resultados práticos para a população e à cidadania.


Leilão de obra desaparecida por muito tempo pode chegar a U$6 milhões

Pintura italiana “Cristo Zombado” de Cimabue, foi produzida no início da Renascença.

Leilão de obra desaparecida por muito tempo pode chegar a U$6 milhões

Exposição em Petrópolis mostra obras da Princesa Isabel

Serão expostos dois desenhos e duas aquarelas, alguns álbuns com estudos e fotos inéditas da família imperial.

Exposição em Petrópolis mostra obras da Princesa Isabel

Minas participa da 13ª Primavera de Museus

Em ação virtual, museus do Estado vão apresentar acervos por meio do olhar de seus profissionais.

Minas participa da 13ª Primavera de Museus