Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Livro, um sobrevivente

Livro, um sobrevivente

04/10/2023 Aroldo Veiga

Doze de outubro é celebrado o Dia Nacional da Leitura, instituído por lei em 2009.

Livro, um sobrevivente

Mas você sabe o que mudou no mercado editorial e o que temos a comemorar? Você conhece a opinião de especialistas acerca do futuro deste hábito milenar? Sabe quais mudanças já estão em curso?

O fato é que o universo dos livros é permeado de mitos e verdades. Naturalmente você já ouviu falar nos benefícios da leitura, que desenvolve o senso crítico, a cognição, o vocabulário... Tudo isso é verdade, a ciência atesta. Contudo, será que também é verdade que o brasileiro lê pouco, que hoje em dia ninguém mais se interessa por livros?

Desde que o homem inventou a escrita, há cerca de 4 mil anos, as plataformas de leitura têm se aprimorado de acordo com cada época. Primeiro vieram os papiros, depois os pergaminhos, o papel, a imprensa... Recentemente a literatura entrou na era digital. O hábito então começou a migrar do papel para as telas, e o motivo é simples: o e-book é ecológico, mais leve, mais barato... Durante a pandemia, as vendas neste segmento cresceram 50%.  

Além disso, o livro digital é mais fácil de comprar e o acesso é imediato. O usuário ainda pode armazenar centenas de obras em um único dispositivo, ajustar o tamanho e o tipo da fonte, o nível de brilho e até cor da tela.

Diante de tantas vantagens, eis a pergunta que não quer calar: será que tudo isso significa o fim do livro impresso? Provavelmente não! O livro já sobreviveu a guerras, ditadores e fogueiras santas. Certamente se adaptará às novas tendências de mercado e continuará vivo.    

Até porque tem o aval da ciência. Quando se trata de educação infantil, pesquisas afirmam que estudar no papel aumenta a concentração do aluno. Na Suécia, por exemplo – onde o sistema educacional é um dos melhores do mundo –, o livro digital já vinha sendo adotado há quinze anos, em paralelo com o livro impresso. Recentemente, amparado por estudos científicos, o país decidiu voltar a usar apenas livros de papel.    

O Brasil, apesar de tantos números negativos, tem muito a comemorar no que diz respeito ao consumo de livros. O país figura entre os dez maiores mercados do planeta e, apesar de tímido, o aumento nas vendas tem se mantido em constante ascensão.

O fato é que é possível conviver com as duas tecnologias, aproveitar o que há de melhor em cada uma. O mais importante é não deixar a chama da leitura se apagar. Que tal então celebrarmos o Dia Nacional da Leitura com um bom livro brasileiro?    

* Aroldo Veiga é especialista em Língua, Linguagem e Literatura e autor dos romances Antagônicos (2023)e Trono de Cangalha (2021).

Para mais informações sobre livro clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: LC Agência de Comunicação



Hollywood cancela filmes para economizar em impostos

Hollywood sempre foi um terreno fértil para inovações e tendências, tanto na criação de conteúdos quanto nas estratégias empresariais.

Autor: André  Charone

Hollywood cancela filmes para economizar em impostos

Precisamos de mais histórias felizes

A concepção de felicidade evoluiu ao longo da história, refletindo as mudanças culturais e filosóficas de cada época.

Autor: James McSill

Precisamos de mais histórias felizes

Ação no metrô de BH vai promover troca gratuita de livros entre passageiros

A segunda edição do projeto Circule Um Livro vai ocorrer entre os dias 22 e 26 de abril em quatro estações do Metrô BH.

Autor: Divulgação

Ação no metrô de BH vai promover troca gratuita de livros entre passageiros

No Dia do Consumidor, cultura e arte se conectam com a jornada do cliente

Os temas ligados à percepção, atração e engajamento dos clientes, cidadãos e espectadores são foco das propostas da gestão empresarial há décadas.

Autor: George Leal Jamil

No Dia do Consumidor, cultura e arte se conectam com a jornada do cliente

BDMG Cultural lança editais de música instrumental

Entre 05 de março e 07 de abril, o BDMG Cultural recebe inscrições para os editais de concorrência pública da área musical com foco na produção instrumental mineira.

Autor: Divulgação


Novo livro convida crianças a passarem um dia nas nuvens

Como e do que são feitas as nuvens, por que a chuva é importante e como preservar a natureza são os temas abordados no livro numa linguagem acessível a todas as idades.

Autor: Divulgação

Novo livro convida crianças a passarem um dia nas nuvens

Escola de Belas Artes da UFMG oferece cursos de extensão para o 1° semestre

São 11 cursos que, nessa temporada, oferecem oportunidades para a comunidade em geral ampliar conhecimentos e explorar habilidades nas áreas artísticas.

Autor: Divulgação


Rosewood São Paulo recebe fotografias de Gabriel Wickbold

As obras fazem parte de uma versão cápsula da exposição Surface Selection, e estarão abertas a hóspedes e visitantes.

Autor: Divulgação

Rosewood São Paulo recebe fotografias de Gabriel Wickbold

MAM São Paulo abre chamada para a nova edição do Laboratório de Pesquisa

O MAM anuncia chamada pública para o edital que oferece bolsa para pesquisadores desenvolverem estudos atrelados ao acervo do museu.

Autor: Divulgação

MAM São Paulo abre chamada para a nova edição do Laboratório de Pesquisa

BH recebe a exposição “Bolinho: Além do Arco-íris”

Sensação nas ruas de BH, obras da grafiteira 'Raquel Bolinho' serão tema da mostra.

Autor: Divulgação

BH recebe a exposição “Bolinho: Além do Arco-íris”

‘Nosso Lar 2 – Os Mensageiros’ atinge mais de 1 milhão de espectadores

Novo longa de Wagner de Assis mantém circuito de mais de 900 salas em sua segunda semana em cartaz.

Autor: Divulgação


A arte é mais importante que o comer e o alimentar-se?

Reflexões sobre o episódio das ativistas que jogaram sopa no quadro da Mona Lisa, no Museu do Louvre, Paris.

Autor: João Ibaixe Jr.

A arte é mais importante que o comer e o alimentar-se?