Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Oportunidade de viver a literatura fora das telas

Oportunidade de viver a literatura fora das telas

25/08/2023 Renata Dembogurski

É impressionante como o entretenimento disputa nossa atenção. Filmes, séries, redes sociais e videogames orbitam nossas telas e vidas.

Oportunidade de viver a literatura fora das telas

Com a ascensão imponente dessas mídias, o mundo da literatura enfrenta uma acirrada disputa para ter um espaço nessa rotina. É aí que a força de eventos literários como a Bienal do Livro do Rio de Janeiro surge como impulso, capaz de dar nova significância aos livros e oferecer uma interação capaz de cativar novos leitores, além de estabelecer um equilíbrio nesse embate entre mídias.

Toda a interação direta e imersiva que eventos assim oferecem criam uma conexão entre escritores e o público que vai muito além do próprio livro. Esses encontros são catalisadores essenciais para solidificar o vínculo dos leitores com o universo da literatura. Afinal, é na Bienal do Livro que crianças, jovens e adultos podem achar a porta de entrada nesse mundo emocionante e formar novos leitores entusiasmados. Enquanto muitos pais se esforçam para desconectar os filhos de dispositivos eletrônicos, o evento traz a oportunidade de envolvimento com histórias fora das telas.

Ao ver, tocar um exemplar e conversar com escritores, o fascínio pelo prazer da leitura é ressaltado. É o momento dos autores se transformarem em presenças reais, capazes de compartilhar histórias e suas motivações de forma pessoal e envolvente. Isso cria um laço humano que é páreo para a sensação de imersão proporcionada por outras mídias e reforça a ideia de que, por trás de cada história, há uma mente criativa e uma voz única, tornando a experiência literária ainda mais envolvente.

A atmosfera vibrante do evento destaca a literatura que é base para a criação de diversos roteiros e até videogames. Muitas vezes, os jovens desconhecem os livros que originaram essas narrativas. Em meio à crescente ênfase em multiversos, metaversos e viagens no tempo, que é bem o tema que eu escrevo, é importante reconhecer que esses assuntos têm raízes profundas na literatura. Autores como Neal Stephenson, Isaac Asimov, Philip K. Dick, H. G. Wells e William Gibson exploraram esses conceitos em suas obras muito antes de se tornarem tendências populares que fascinam a cultura pop contemporânea.

Em um mundo saturado de estímulos digitais, experiências reais e presenciais como a Bienal são fundamentais para romper as barreiras entre ficção e realidade, tanto para leitores quanto para autores, que podem acolher seu público com o “olho no olho”.

* Renata Dembogurski é escritora, ghostwriter, diretora de redação publicitária, roteirista e autora do sci-fi Virkadaz. 

Para mais informações sobre literatura clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: LC Agência de Comunicação



MAM São Paulo abre chamada para a nova edição do Laboratório de Pesquisa

O MAM anuncia chamada pública para o edital que oferece bolsa para pesquisadores desenvolverem estudos atrelados ao acervo do museu.

Autor: Divulgação

MAM São Paulo abre chamada para a nova edição do Laboratório de Pesquisa

BH recebe a exposição “Bolinho: Além do Arco-íris”

Sensação nas ruas de BH, obras da grafiteira 'Raquel Bolinho' serão tema da mostra.

Autor: Divulgação

BH recebe a exposição “Bolinho: Além do Arco-íris”

‘Nosso Lar 2 – Os Mensageiros’ atinge mais de 1 milhão de espectadores

Novo longa de Wagner de Assis mantém circuito de mais de 900 salas em sua segunda semana em cartaz.

Autor: Divulgação


A arte é mais importante que o comer e o alimentar-se?

Reflexões sobre o episódio das ativistas que jogaram sopa no quadro da Mona Lisa, no Museu do Louvre, Paris.

Autor: João Ibaixe Jr.

A arte é mais importante que o comer e o alimentar-se?

Exposição “Ocupação Paulo Nazareth” é reaberta na UFMG

Projeto de formação artística e pedagógica promove encontro entre arte e educação.

Autor: Divulgação

Exposição “Ocupação Paulo Nazareth” é reaberta na UFMG

Festival Encontros Literários no Serro: uma celebração multifacetada da literatura

Excelente oportunidade para moradores e turistas em busca de novos horizontes para nutrir corpo e alma.

Autor: Divulgação

Festival Encontros Literários no Serro: uma celebração multifacetada da literatura

Orquestra Ouro Preto estreia “Brasil com S”

Formação mineira apresenta repertório com obras inéditas de grandes compositores brasileiros, de diferentes gerações, que evidencia a multiplicidade musical do país.

Autor: Divulgação

Orquestra Ouro Preto estreia “Brasil com S”

Livro, um sobrevivente

Doze de outubro é celebrado o Dia Nacional da Leitura, instituído por lei em 2009.

Autor: Aroldo Veiga

Livro, um sobrevivente

A arte sendo digital

Blockchains e NFTs são exemplos de como os recursos digitais podem resultar noutras formas de produzir e gerenciar a arte.

Autor: George Leal Jamil

A arte sendo digital

Orquestra Mineira de Câmara faz apresentação com o Trio Amaranto no Sesiminas

As três irmãs unem a excelência vocal ao talento da Orquestra e juntos vão interpretar clássicos do cancioneiro nacional.

Autor: Divulgação

Orquestra Mineira de Câmara faz apresentação com o Trio Amaranto no Sesiminas

BMG inaugura Instituto para centralizar os investimentos sociais

Localizado em Belo Horizonte, espaço fomenta e desenvolve ações sociais, esportivas e educacionais que visam transformar a vida de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Autor: Divulgação

BMG inaugura Instituto para centralizar os investimentos sociais

O papel primordial da Cultura

Uma das grandes conquistas da civilização foi a individuação humana.

Autor: Daniel Medeiros