Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Para refletir sobre o turismo que queremos

Para refletir sobre o turismo que queremos

02/05/2019 Grazielle Ueno Maccoppi

Especialista fala sobre como preparar e qualificar a oferta de atividades turísticas no Brasil

Para refletir sobre o turismo que queremos

Em 2018, o turismo brasileiro cresceu de forma impressionante: 6 pontos percentuais, com aumento de cerca de 6% na chegada de turistas internacionais. Foi um crescimento maior do que o da economia mundial, que expandiu em 3,7%. Esses dados mostram a importância do turismo como fio condutor da economia no Brasil. Porém, ainda há muito o que fazer.

Por exemplo, os brasileiros gastam muito mais em outros países do que os estrangeiros quando visitam o Brasil. De acordo com dados do Ministério do Turismo, em 2018 os estrangeiros deixaram perto de US$ 5,9 bilhões em nosso país, enquanto os brasileiros gastaram US$ 18 bilhões no exterior em um período menor – de junho a dezembro do mesmo ano. Em apenas seis meses, gastamos três vezes mais do que recebemos.

Tendo isso em vista, a isenção de vistos para estrangeiros, implantada pelo Governo Federal no dia 18 de março, não é suficiente para impulsionar o mercado turístico brasileiro. Olhar para fora é importante, mas olhar para dentro, para a infraestrutura interna que temos para receber os estrangeiros, é indispensável.

Para ilustrar, entre os inúmeros fatores que impulsionam o turismo no mundo, as passagens aéreas acessíveis é um dos mais importantes. Para isso, é preciso ter estabilidade no preço do combustível, o que o Brasil ainda não alcançou.

Outra medida importante seria o investimento em pesquisas científicas. O Brasil possui uma quantidade enorme de atrativos turísticos, mas dispõe de poucos dados sobre a forma com a qual os estrangeiros visitam esses lugares, escolhem seus destinos e gastam seu dinheiro. Logo, ter mais informações permitiria traçar estratégias inteligentes para atender a demanda turística.

Por fim, é preciso preparar e qualificar a oferta de atividades turísticas. Para isso, as pesquisas se fazem mais uma vez essenciais, para aferir em que pontos fortes e fracos do Brasil, para aferir onde é preciso mais investimento. Com essas medidas, teríamos melhoras em todos os aspectos: infraestrutura, qualificação do atendimento, mais tecnologias e mais informações para os turistas.

Em conclusão, o olhar interno para estruturar o turismo de forma sustentável e acessível deve ser prioridade para o avanço da atividade no país. O crescimento do turismo nos últimos anos confirma que o setor é hoje um dos mais poderosos impulsionadores do crescimento econômico e do desenvolvimento mundial. É nossa responsabilidade gerenciá-lo de maneira sustentável e traduzir essa expansão em benefícios reais para todas as comunidades locais, criando oportunidades de emprego e empreendedorismo.

Texto: Grazielle Ueno Maccoppi - turismóloga, mestre em Turismo pela UFPR e coordenadora do curso de Gestão de Turismo do Centro Universitário Internacional Uninter.



Turismo pós pandemia ganha novo significado

Que o tempo seja o grande e valioso bem, onde independentemente do destino escolhido, as horas e dias passados ali deixem marcas significativas em cada indivíduo.

Turismo pós pandemia ganha novo significado

Aeroporto Internacional de BH terá mais voos ao longo de junho

Estão previstos cerca de 885 voos domésticos ao longo do mês, alta de 57% em relação a maio, sendo que a movimentação deverá chegar a 50 mil passageiros.

Aeroporto Internacional de BH terá mais voos ao longo de junho

Sebrae Minas e Belotur lançam programa para ampliar diálogo sobre turismo em BH

Dialoga Turismo tem como objetivo abrir um canal de escuta e reflexão para repensar o setor turístico em Belo Horizonte.

Sebrae Minas e Belotur lançam programa para ampliar diálogo sobre turismo em BH

Companhia aérea deve indenizar casal por voo cancelado

Viagem em cruzeiro marítimo planejada sofreu grandes alterações.

Companhia aérea deve indenizar casal por voo cancelado

Governo libera linha de financiamento emergencial que beneficia setor hoteleiro

Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste  vai ajudar empresas do setor de turismo e hotelaria.

Governo libera linha de financiamento emergencial que beneficia setor hoteleiro

Turista receberá R$ 36 mil por falta de hospedagem

Integrante de clube de viagem também vai ser ressarcida por valores pagos.

Turista receberá R$ 36 mil por falta de hospedagem

Turismo já perdeu mais de R$ 62 bilhões com pandemia, estima CNC

Mesmo com queda histórica na PMS de março, previsão de crescimento para o setor de serviços em 2020 segue suspensa.

Turismo já perdeu mais de R$ 62 bilhões com pandemia, estima CNC

Aeroporto de Fortaleza finaliza primeira fase das obras de ampliação e modernização

Foi entregue uma nova área de check-in com 40 balcões de atendimento para voos domésticos e 20 posições para voos internacionais.

Aeroporto de Fortaleza finaliza primeira fase das obras de ampliação e modernização

Turismo brasileiro envia carta aberta ao Governo Federal

Medidas transversais foram cruciais, mas não serão suficientes!

Turismo brasileiro envia carta aberta ao Governo Federal

Covid-19 e seus efeitos nos setores do turismo e da cultura

MP publicada em edição extra do DOU dispôs sobre o cancelamento de serviços, de reservas e de eventos dos setores de turismo e cultura.


Minas Gerais oferece roteiros incríveis para viajar sem sair do sofá

Visitas virtuais a cidades e espaços culturais permitem conhecer destinos e observar em detalhes obras de arte.

Minas Gerais oferece roteiros incríveis para viajar sem sair do sofá

Turismo no Brasil deve ter queda de 38,9% nos ganhos, aponta FGV

Após isolamento, mercado doméstico deve levar um ano para se recuperar.

Turismo no Brasil deve ter queda de 38,9% nos ganhos, aponta FGV