Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Aderência à academia: por que alguns conseguem e outros não?

Aderência à academia: por que alguns conseguem e outros não?

08/01/2021 Rafael Luciano de Mello

Antes de pagar a academia ou iniciar alguma atividade física, é importante considerar os prós e os contras.

Aderência à academia: por que alguns conseguem e outros não?

O Brasil é um dos grandes polos do mercado fitness no mundo, o segundo em número de academias de ginástica, atrás apenas dos Estados Unidos.

Mas será que basta ter academias? E o fato de se matricular, significa ser um frequentador assíduo? Se as suas respostas forem não, está no caminho certo. Afinal, se esse fosse o critério, os norte-americanos seriam os mais ativos, seguidos por nós, brasileiros, mas isso está longe de ser verdade.

As academias de ginástica/musculação, podem ser potentes aliadas aos exercícios físicos, ou um grande empecilho, se “empregada” de maneira errada aos diferentes perfis de clientes.

Para elucidar essa questão, pensemos que cada indivíduo é composto de várias “caixinhas”, as quais moverão o comportamento em relação à atividade física, assim como tudo na vida, não é mesmo? E temos em nosso convívio os dois extremos, aqueles que não vivem sem ir à academia, e os que pagaram o plano anual, promocional, mas não sabem nem o caminho até lá. Por que um mesmo ambiente pode agradar tanto alguns e tão pouco outros?

A resposta está nas “caixinhas”:

Primeiramente, pense no porquê optou pela academia, qual o seu propósito.

Você se conhece o suficiente para saber os reais objetivos em frequentar estes espaços?

O que poderia lhe impossibilitar de ir até lá? Tempo? Preguiça? Distância? O ambiente?

E o que poderia ser um aliado? Os equipamentos? As aulas coletivas? O contato social? Fins estéticos? Saúde?

Todas essas questões são baseadas no que é conhecido no meio científico como, determinantes da atividade física, ou seja, o que faz algumas pessoas fazerem tanto e outras tão pouco. Nesse caso, estamos abordando especificamente as academias, mas pode ser transferido para qualquer contexto, como a caminhada no parque e os esportes, por exemplo.

Enfim, voltemos ao foco, as academias de ginástica. Antes de fechar um plano, reflita e considere as questões citadas, veja seus reais motivos, e quanto mais intrínsecos eles forem, ou seja, algo relacionado como satisfação pessoal, disposição, bem-estar, maior probabilidade terá de se manter ativo e ser beneficiado infinitamente por essa prática. Por outro lado, fatores extrínsecos, como treinar para agradar alguém, são os menos prováveis de darem certo.

Aos que querem frequentar, mas não acham motivação, inicie com atividades que lhe deem o mínimo de satisfação. Tudo é questão de tempo, o importante é criar o hábito de frequentar, assim ficará mais fácil de mudar a rotina de treino, considerando o objetivo inicial. Por exemplo, se o foco é emagrecer, mas não possui o hábito de ir à academia, inicie aos poucos, ache atividades que sejam agradáveis, mesmo que não sejam as mais efetivas para o emagrecimento. Com a adoção do hábito, o professor conseguirá manipular o treino com maestria, baseado nas necessidades fisiológicas e no objetivo.

Desse modo, antes de pagar a academia ou iniciar alguma atividade física, é importante considerar os prós e os contras. Gerenciar as barreiras, para se adequar ao novo hábito e mudar o comportamento. Assim, terá a atividade física no cotidiano, não será algo complexo, apenas mais uma atividade do dia. Do contrário, será uma compra por impulso, que além dos custos econômicos, poderá limitar a participação em exercícios físicos, e custar algo ainda mais fundamental, a saúde.

Autor: Rafael Luciano de Mello - Bacharelado em Educação Física do Centro Universitário Internacional Uninter.



Santuário do Pai das Misericórdias: lugar de encontro com Deus e renovação espiritual

O Santuário do Pai das Misericórdias é um importante centro de peregrinação e devoção católica, atraindo fiéis de diversas partes do país e do mundo.

Autor: Pe. João Gualberto


Brasileiros solidários

A Gol em parceria com a Avianca, empresas do grupo Abra, transportou doações em mais um voo humanitário.

Autor: Divulgação

Brasileiros solidários

Solidariedade permanente

Há alguém que dependa única e exclusivamente de si? "Ah, sim, 'eu sou o cara, faço e aconteço, sou uma pessoa independente'".

Autor: Padre Marcio Prado


Cemig envia equipes, geradores e veículos especiais para RGS

Equipamentos cedidos pela companhia podem atender até 2.500 mil residências afetadas pelas enchentes no estado.

Autor: Divulgação

Cemig envia equipes, geradores e veículos especiais para RGS

LBV lança campanha de combate à dengue com recado das crianças

O objetivo de promover hábitos saudáveis e eliminar criadouros do mosquito.

Autor: Divulgação


“Dias Perfeitos”: a incrível beleza das coisas simples

Talvez a maior perda de um mundo em que tudo acontece apenas dentro de uma tela é que as pessoas perdem o caminho de seu mundo interno.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Saúde espiritual: cura que vem de dentro para fora

É fato que a medicina moderna avançou consideravelmente no tratamento das doenças físicas ao longo dos séculos.

Autor: Tatiana Capanema

Saúde espiritual: cura que vem de dentro para fora

O livro de Tobias: uma história edificante

No século III antes de Cristo um grande número de judeus moravam no Egito, em Alexandria.

Autor: Lino Rampazzo


Como as emoções afetam o ambiente de trabalho?

A concorrência no mundo dos negócios é diariamente uma arena onde a racionalidade e a tomada de decisões estratégicas são imperativas para o sucesso.

Autor: Divulgação

Como as emoções afetam o ambiente de trabalho?

Segredo para casamentos duradouros

Com os anos de relacionamento, não é incomum que todo aquele encanto, a alegria, o prazer de estar com a pessoa amada enfraqueça, diminua, encolha e desbote.

Autor: Déa Jório e Jal Reis

Segredo para casamentos duradouros

Especialista explica as consequências da timidez

Atividades que desenvolvem habilidades sociais podem ser a solução.

Autor: Divulgação

Especialista explica as consequências da timidez

Depressão e ansiedade gestacional, como identificar?

O período gestacional é um momento da vida da mulher, principalmente para as mães de primeira viagem, que mais exige equilíbrio emocional.

Autor: Dra. Andréa Ladislau

Depressão e ansiedade gestacional, como identificar?