Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como combater notícias falsas sobre o novo coronavírus

Como combater notícias falsas sobre o novo coronavírus

15/04/2020 Divulgação

​Apesar do que tem sido muito compartilhado pelas redes sociais, ainda não há nenhuma vacina ou remédio comprovado contra a Covid-19.

Como combater notícias falsas sobre o novo coronavírus

Em meio ao pânico generalizado que tem se instaurado nos últimos dias devido à pandemia do novo coronavírus, aplicativos de mensagens são utilizados para disseminar desinformação, como a existência de chás naturais, que supostamente poderiam prevenir o contágio, e a transmissão do vírus via picadas de mosquitos e animais de estimação - informações já desmentidas pelo Ministério da Saúde.

Para disseminar notícias verídicas sobre a crise do novo coronavírus, criei um grupo em uma rede social com pacientes, profissionais da área da saúde, e pessoas interessadas em aprender mais sobre o assunto. O objetivo é disseminar notícias positivas a respeito do momento que estamos vivenciando e dar esperança as pessoas de que esse período crítico vai passar logo e tudo ficará bem. Esse grupo também possui como intuito filtrar as ‘fake news’, e transformar essa crise mundial em um assunto mais palpável, evitando o pânico generalizado.

É importante ficar atento aos sintomas, que são semelhantes aos de uma gripe comum - febre, tosse, falta de ar, dor de garganta e fraqueza. Também é essencial destacar que a transmissão ocorre por gotículas respiratórias, e pelo contato pessoal próximo e com superfícies contaminadas.

Para evitar a proliferação do vírus, portanto, são recomendadas algumas medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão ou fazer o uso de álcool em gel caso esteja fora de casa; cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir; evitar aglomerações; manter os ambientes bem ventilados e não compartilhar objetos pessoais.

Para os pacientes, assim como em uma gripe comum, é indicado o repouso, consumo de líquidos, alimentação saudável e algumas medidas para aliviar os sintomas, como o uso de medicamentos para dor e febre. No caso de febre persistente e falta de ar, o indicado é procurar o serviço médico imediatamente. O vírus pode ser facilmente inativado com a solução de álcool ou hipoclorito de sódio, mas a forma mais efetiva é a lavagem com água e sabão.

Apesar do que tem sido muito compartilhado pelas redes sociais, ainda não há nenhuma vacina ou remédio comprovado contra a Covid-19. Há muitas informações falsas por aí. Estes são os fatos: pessoas de todas as idades podem ser infectadas pelo coronavírus. Pessoas idosas e pacientes com condições médicas pré-existentes parecem ser mais vulneráveis ​​a ficar gravemente doentes com o vírus. Além disso, é importante destacar que não há indícios de que o tempo frio e a neve, ou o tempo quente e úmido, possa impedir a transmissão.

Texr: Lucas Penchel, clínico geral, CEO da Clínica Penchel e estudante de nutrição

Fonte: Naves Coelho Comunicação



O valor de um abraço

Livro de poesias nasce em homenagem aos milhões de abraços perdidos durante a pandemia de Covid-19.


4 situações para usar a imaginação como ferramenta de transformação

O cérebro não reconhece a diferença entre o pensamento e a realidade.

4 situações para usar a imaginação como ferramenta de transformação

Epidemia do coronavírus acelera epidemia de obesidade infantojuvenil

O ganho de peso entre crianças e adolescentes dá sinais de alerta global há algumas décadas.

Epidemia do coronavírus acelera epidemia de obesidade infantojuvenil

Troco Solidário Havan beneficia mais de 140 instituições

Somente no primeiro semestre de 2022, foram arrecadados mais de R$ 6 milhões nas lojas da rede.


O ego e outras drogas

Acho muito pouco elegante usar a si mesmo como referência ou um autor citar uma frase de sua própria autoria para exemplificar algo.

O ego e outras drogas

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

Cerca de 4% das crianças não desenvolvem o arco plantar e podem ter problemas nos membros inferiores na vida adulta.

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

O aumento da expectativa de vida nos últimos anos aumentou, e como consequência, tivemos um crescimento significativo de idosos.

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

No segundo trimestre de 2022, varejista destinou mais de R$ 1,6 milhão aos projetos de lei federal.

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

Atividades para acalmar crianças autistas

Lidar com as emoções nem sempre é fácil.

Atividades para acalmar crianças autistas

Por que se desconectar da internet?

É comum querermos proteger e privar crianças e adolescentes do uso constante do celular.

Por que se desconectar da internet?

Dia mundial dos avós

Neste domingo, 24 de julho de 2022, comemoramos o II Dia Mundial dos Avós.

Dia mundial dos avós

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida

O hálux valgo, mais conhecido como “joanete” é uma das deformidades mais comuns dos pés.

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida