Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como incentivar seu filho a expressar suas emoções

Como incentivar seu filho a expressar suas emoções

11/06/2020 Dra. Cristiane Romano

Se, para nós, adultos, já é complicado entender e lidar com este cenário de receios e incertezas que estamos vivenciando, imagine para uma criança?

O medo é um sentimento comum a todos os seres humanos. A diferença é que os adultos já possuem ferramentas racionais e emocionais para compreender e combater o que sentem, enquanto as crianças ainda não têm.

Mesmo que algumas tenham mais facilidade em se expressar e maior preparo emocional, seja pela própria personalidade como por estímulos externos, o momento atual exige atenção redobrada com os pequenos.

A rotina mudou drasticamente. Seu filho precisa entender a razão. As pessoas estão tensas, e crianças sentem toda essa energia pesada. Mais do que você possa imaginar.

Por isso, além de ter muita sensibilidade e observação, você precisa dar espaço e oportunidades para a criança expor, à sua maneira, seus medos, sentimentos e suas milhões de dúvidas sobre o que está acontecendo ao seu redor.

Confira algumas dicas que te ajudarão neste processo, motivando seu filho a se expressar e sentir mais liberdade para se comunicar:

- Busque um momento apropriado e tranquilo para conversar com seu filho. Explique a situação com uma linguagem apropriada para a idade da criança. É claro que ela vai fazer várias perguntas.

Se tiver alguma que você não puder ou não souber responder, diga que vai pesquisar e depois contar para ela. Mas não a deixe sem respostas.

- Fique atento ao que seus filhos leem e assistem. A internet e a TV podem atrapalhar a explicação que você deu e deixar a criança ainda mais confusa e assustada.

Imponha limites apropriados para o uso dos meios de comunicação. Claro que será inevitável que, em algum momento, ela veja ou ouça algo perturbador.

Deixe que ela expresse como entendeu aquela informação e tente achar uma explicação coerente e adequada à sua capacidade de compreensão.

- Nunca desconsidere o que a criança está sentindo, dizendo que já é um “homem” ou uma “moça”, que não tem que ter medo de nada ou que isso é uma bobagem.

Mostre que você entende seus sentimentos. Essa postura fará com que seu filho sinta abertura para expor suas emoções.

- Quando seu filho te procurar para conversar, espontaneamente, dê total atenção. Ouça tudo até o final, sem interrupções.

Deixe para emitir suas opiniões somente quando tiver certeza de que ele disse tudo o que precisava.

- Quando notar uma mudança de comportamento no seu filho e ele não disser nada, pergunte apenas se aconteceu alguma coisa. Se a resposta for negativa, estará claro que ele não quer falar. Não o force.

Diga que, quando quiser conversar, pode te procurar a qualquer hora. Ao longo do dia, passe algumas vezes pelo quarto da criança. Na primeira vez, dê um beijo nela e vá embora, sem dizer nada.

Num segundo momento, invente que precisa pegar algo no seu quarto. Essa atitude demonstra proximidade e oferece chances para a criança mudar de ideia e acabar se abrindo.

* Dra. Cristiane Romano é fonoaudióloga, mestre e doutora em Ciências e Expressividade pela USP.

Fonte: FGR Assessoria de Comunicação



Troco Solidário Havan beneficia mais de 140 instituições

Somente no primeiro semestre de 2022, foram arrecadados mais de R$ 6 milhões nas lojas da rede.


O ego e outras drogas

Acho muito pouco elegante usar a si mesmo como referência ou um autor citar uma frase de sua própria autoria para exemplificar algo.

O ego e outras drogas

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

Cerca de 4% das crianças não desenvolvem o arco plantar e podem ter problemas nos membros inferiores na vida adulta.

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

O aumento da expectativa de vida nos últimos anos aumentou, e como consequência, tivemos um crescimento significativo de idosos.

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

No segundo trimestre de 2022, varejista destinou mais de R$ 1,6 milhão aos projetos de lei federal.

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

Atividades para acalmar crianças autistas

Lidar com as emoções nem sempre é fácil.

Atividades para acalmar crianças autistas

Por que se desconectar da internet?

É comum querermos proteger e privar crianças e adolescentes do uso constante do celular.

Por que se desconectar da internet?

Dia mundial dos avós

Neste domingo, 24 de julho de 2022, comemoramos o II Dia Mundial dos Avós.

Dia mundial dos avós

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida

O hálux valgo, mais conhecido como “joanete” é uma das deformidades mais comuns dos pés.

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida

A geopolítica da saúde de todos nós

Até fevereiro deste ano, a grande pauta dos negócios internacionais eram os efeitos da pandemia sobre as economias do mundo.

A geopolítica da saúde de todos nós

Brasileiro troca refeição por lanche, aponta estudo

Um dos motivos é a alta nos preços dos alimentos.

Brasileiro troca refeição por lanche, aponta estudo

Significado de sonhar com animais

O ponto mais importante é aprender a identificar os detalhes de cada sonho.

Significado de sonhar com animais