Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como lidar com criança na quarentena

Como lidar com criança na quarentena

17/04/2020 Daniela Generoso

Nessa época de quarentena, quem sofre bastante são as crianças, já que muitas não entendem o porquê de não poder ver os amiguinhos, os parentes nem ir ao parquinho.

Como lidar com criança na quarentena

Como os pais podem ajudar os pequenos a compreender os riscos do Coronavírus? Como dialogar com eles?

As crianças precisam desenvolver a capacidade cognitiva de conhecer o mundo e tudo que envolve. Por esse motivo, é importante que os pais possam compreender esse lado dos pequenos e explicar o que é exatamente esse vírus. Isso pode ser feito por vídeos lúdicos, o que pode chamar a atenção e a curiosidade delas. Também busque entender como elas estão lidando com tudo isso.

No entanto, os pequenos podem ainda ficar tristes e com saudade dos amiguinhos, dos avós, dos tios e dos primos. Para amenizar essa dor, a família pode fazer bom uso da tecnologia para encurtar as distâncias. Há diversos softwares, inclusive alguns são gratuitos, para realizar vídeo-chamada. Assim, elas podem falar e ver as pessoas na tela do celular ou do computador pela webcam. Além de amenizar a saudade, vai ajudar ocupando o tempo da criança e pode servir como uma descontração saudável. 

Mas depois de tudo isso, o que que fazer se o tédio bater? Os pais precisam ter bastante criatividade para poder entreter as crianças nessa época de isolamento social. Pode-se brincar com jogos de tabuleiro, como, por exemplo, dama. Faça brincadeiras em família, como jogos de pintar, adivinhação, mímica entre outros. Uma outra sugestão é agendar na programação de casa sessões de cinema.

Podem também chamar os filhos para fazer um bolo ou envolver nas atividades simples de casa, como varrer, tirar a poeira de móveis, arrumar a cama. A ideia é descobrir juntos novas rotinas, fazer de tudo para explorar a capacidade dos pequenos e fazê-los se sentirem úteis.

Outra preocupação com a quarentena são os estudos. Para isso, programe o mesmo horário escolar que seu filho já estaria estudando. Sente-se com ele e tire as dúvidas, mas não dê respostas. Faça-o sempre raciocinar. Mas se você não souber a matéria, busque com ele aulas e vídeos no YouTube, as explicações que o professor passou. O fato de estar do lado dele pode dar mais confiança e ânimo para não deixar de estudar.

E quando os pais não têm paciência para ensinar? Nesses casos, converse e explique que não sabe ensinar, mas ofereça alternativas e meios para que os filhos possam aprender através de um explicador online.

Não esqueça de providenciar um cantinho de estudos silencioso e agradável, longe de estímulos como brinquedos e vídeo game. Entenda que não é tão fácil estudar sozinho. Por isso, esteja ao lado, não para pressionar, mas para dar apoio.

* Daniela Generoso - Psicóloga, especialista em educação infantil e presidente do Instituto “É Possível Sonhar”, que atende crianças, adolescentes e mulheres vítimas de violência doméstica.

Fonte: Agência Drumond



O valor de um abraço

Livro de poesias nasce em homenagem aos milhões de abraços perdidos durante a pandemia de Covid-19.


4 situações para usar a imaginação como ferramenta de transformação

O cérebro não reconhece a diferença entre o pensamento e a realidade.

4 situações para usar a imaginação como ferramenta de transformação

Epidemia do coronavírus acelera epidemia de obesidade infantojuvenil

O ganho de peso entre crianças e adolescentes dá sinais de alerta global há algumas décadas.

Epidemia do coronavírus acelera epidemia de obesidade infantojuvenil

Troco Solidário Havan beneficia mais de 140 instituições

Somente no primeiro semestre de 2022, foram arrecadados mais de R$ 6 milhões nas lojas da rede.


O ego e outras drogas

Acho muito pouco elegante usar a si mesmo como referência ou um autor citar uma frase de sua própria autoria para exemplificar algo.

O ego e outras drogas

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

Cerca de 4% das crianças não desenvolvem o arco plantar e podem ter problemas nos membros inferiores na vida adulta.

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

O aumento da expectativa de vida nos últimos anos aumentou, e como consequência, tivemos um crescimento significativo de idosos.

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

No segundo trimestre de 2022, varejista destinou mais de R$ 1,6 milhão aos projetos de lei federal.

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

Atividades para acalmar crianças autistas

Lidar com as emoções nem sempre é fácil.

Atividades para acalmar crianças autistas

Por que se desconectar da internet?

É comum querermos proteger e privar crianças e adolescentes do uso constante do celular.

Por que se desconectar da internet?

Dia mundial dos avós

Neste domingo, 24 de julho de 2022, comemoramos o II Dia Mundial dos Avós.

Dia mundial dos avós

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida

O hálux valgo, mais conhecido como “joanete” é uma das deformidades mais comuns dos pés.

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida