Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Corações ardentes, pés a caminho

Corações ardentes, pés a caminho

01/08/2023 Sandro Arquejada

Vocação significa chamado que nasce de um sonho do coração de Deus por você.

Corações ardentes, pés a caminho

Assim, é anterior à sua própria existência, pois te “escolheu nele antes da criação do mundo” (Ef 1,4), e na sua concepção o cumulou de todos os dons e capacidades para cumprir seu desígnio (cf. Eclo 16,26-27). Por isso é graça, é uma dádiva do Senhor, ninguém fez por merecer, tudo isso é por pura bondade Dele.

No Brasil, a Igreja encerra em 26 de novembro de 2023 o Ano Vocacional, que tem como tema: “Vocação: Graça e Missão” e lema: “Corações ardentes, pés a caminho”. A inspiração veio do documento final do sínodo dos bispos sobre “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

De uma maneira geral, a Igreja nos comunica e nos faz entender que ninguém veio a existir por acaso e que a missão é que dá sentido à existência da pessoa.

De fato, se compreendermos a graça de Deus, o amor Dele por mim e por você, nosso coração irá arder. Esse lema do Ano Vocacional foi inspirado no trecho dos discípulos de Emaús, que diziam entre eles: “Não estava ardendo o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras?” (Lc 24,32-33). Jesus os iluminava justamente sobre Sua morte, ápice de Seu amor por nós. O coração que compreende o amor de Deus por si, arde e então, responder à vocação é quase que irresistível.

Moisés viu a sarça ardendo, se aproximou para contemplar aquela visão que julgou maravilhosa (cf. Ex 3,3) e, mesmo se achando insuficiente, obedeceu a Deus indo ao Faraó.

Jeremias disse: “Tu me seduziste, Senhor, e eu me deixei seduzir” (Jr 20,7). Mas o jovem rico, que também sentiu arder seu coração quando Jesus “olhando bem para ele, com amor”, não aceitou o chamado do Mestre e: “foi embora cheio de tristeza, pois possuía muitos bens” (cf. Mc 10,21-22). Imagine os anos seguintes na vida desse moço! O jovem rico foi embora triste não porque possuía muito, mas porque não teve a coragem de pôr os pés a caminho, pois poderia ao menos fazer a experiência.

E você, o que julga não poder ou não conseguir renunciar para seguir seu chamado? Bens materiais? (Mc 10,22); Dinheiro? (Mt 6,24); Carreira (Mt 4,18b-19); Família (Lc 14,26); Fraqueza (IICor 12,7-9)?

O chamado inquieta o coração do vocacionado, não como algo que o invade, coagindo-o, muito pelo contrário, é sempre feito pelo Criador com delicadeza e amor. A nós cabe aderir, ou não, pois será sempre pela via da liberdade.

A escolha é minha e sua! E nos fará intuir o sentido da própria vida. Vai-se percebendo uma conexão do ser com uma missão, há identificação do coração com uma tarefa ou um modo de vida. Daí vem a alegria e a felicidade de ser o que se é. Dê o passo, coloque seus pés a caminho!

Nisso tudo há um caminho de discernimento, é gradual. Primeiramente se faz a experiência com um carisma, antes de decidir. Após essa etapa, não dá para pôr “a mão no arado e olhar para trás” (Lc 9,62).

A tristeza e falta de sentido, geralmente, acontecem na vida do consagrado que deixa de ter o coração ardente pela vida que o encantou um dia e olha para trás, as opções “do mundo” que vão deixando os pés mais lentos no seguimento do caminho.

Deus te confia uma missão! Mas só quem coloca os pés no caminho é que descobre o sentido da sua vida, porque, como dizia o fundador da Canção Nova, Padre Jonas Abib: “Só é feliz quem realiza sua vocação!”

* Sandro Arquejada é missionário da Comunidade Canção Nova, formado em administração de empresas e Teologia. 

Para mais informações sobre Vocação clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Fundação João Paulo II / Canção Nova



Santuário do Pai das Misericórdias: lugar de encontro com Deus e renovação espiritual

O Santuário do Pai das Misericórdias é um importante centro de peregrinação e devoção católica, atraindo fiéis de diversas partes do país e do mundo.

Autor: Pe. João Gualberto


Brasileiros solidários

A Gol em parceria com a Avianca, empresas do grupo Abra, transportou doações em mais um voo humanitário.

Autor: Divulgação

Brasileiros solidários

Solidariedade permanente

Há alguém que dependa única e exclusivamente de si? "Ah, sim, 'eu sou o cara, faço e aconteço, sou uma pessoa independente'".

Autor: Padre Marcio Prado


Cemig envia equipes, geradores e veículos especiais para RGS

Equipamentos cedidos pela companhia podem atender até 2.500 mil residências afetadas pelas enchentes no estado.

Autor: Divulgação

Cemig envia equipes, geradores e veículos especiais para RGS

LBV lança campanha de combate à dengue com recado das crianças

O objetivo de promover hábitos saudáveis e eliminar criadouros do mosquito.

Autor: Divulgação


“Dias Perfeitos”: a incrível beleza das coisas simples

Talvez a maior perda de um mundo em que tudo acontece apenas dentro de uma tela é que as pessoas perdem o caminho de seu mundo interno.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Saúde espiritual: cura que vem de dentro para fora

É fato que a medicina moderna avançou consideravelmente no tratamento das doenças físicas ao longo dos séculos.

Autor: Tatiana Capanema

Saúde espiritual: cura que vem de dentro para fora

O livro de Tobias: uma história edificante

No século III antes de Cristo um grande número de judeus moravam no Egito, em Alexandria.

Autor: Lino Rampazzo


Como as emoções afetam o ambiente de trabalho?

A concorrência no mundo dos negócios é diariamente uma arena onde a racionalidade e a tomada de decisões estratégicas são imperativas para o sucesso.

Autor: Divulgação

Como as emoções afetam o ambiente de trabalho?

Segredo para casamentos duradouros

Com os anos de relacionamento, não é incomum que todo aquele encanto, a alegria, o prazer de estar com a pessoa amada enfraqueça, diminua, encolha e desbote.

Autor: Déa Jório e Jal Reis

Segredo para casamentos duradouros

Especialista explica as consequências da timidez

Atividades que desenvolvem habilidades sociais podem ser a solução.

Autor: Divulgação

Especialista explica as consequências da timidez

Depressão e ansiedade gestacional, como identificar?

O período gestacional é um momento da vida da mulher, principalmente para as mães de primeira viagem, que mais exige equilíbrio emocional.

Autor: Dra. Andréa Ladislau

Depressão e ansiedade gestacional, como identificar?