Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cuide do seu bebê: mantenha a saúde bucal em dia

Cuide do seu bebê: mantenha a saúde bucal em dia

22/10/2021 Divulgação

Manter a escovação em dia e usar o fio dental são procedimentos essenciais.

Cuide do seu bebê: mantenha a saúde bucal em dia

Pode parecer mera brincadeira ou um excesso inconsequente, mas o título deste artigo é real, e serve de recado diretamente para as gestantes. A gravidez é um acontecimento envolto de muitas expectativas, mas também exige que as mães redobrem os cuidados em relação à sua saúde – particularmente a bucal. O procedimento adequado pode preservar o próprio feto, como explico mais adiante.

No entanto, é necessário primeiro observar que a gravidez não é marcada apenas pelo desenvolvimento do feto. O corpo da mãe também sofre profundas mudanças. Internamente, a mulher passa por alterações hormonais que desencadeiam vários sintomas. Alguns bastante sensíveis; outros nem tanto. Tudo para adaptar-se à vida que está sendo formada no útero.

Os enjoos, o ganho de peso e o crescimento mais intenso dos pêlos, do cabelo e das unhas são parte desse pacote, graças à produção mais ostensiva de progesterona. E é também a progesterona a responsável por aumentar o fluxo sanguíneo – afinal, é este o caminho por onde passam o oxigênio, os nutrientes e outros elementos essenciais à formação do feto.

Entretanto, a intensificação desse fluxo acarreta outros problemas, como inchaços e maior sensibilidade do corpo, inclusive na região gengival. Daí vem a gengivite gestacional, que acomete mais de 60% das gestantes. A diferença elementar entre a gengivite num paciente comum e a gengivite gestacional é o quadro da paciente. No primeiro caso, ela é causada essencialmente pela higiene bucal inadequada. Já a gestacional pode incidir inclusive sobre mulheres que cuidam dos dentes devidamente, mas que são acometidas pelo problema graças à sua condição interna.

A gengiva inchada provoca sulcos na linha de junção dos dentes e da gengiva, tornando o local bastante suscetível à incidência de biofilme, também conhecido como placa bacteriana. Sem a higiene bucal correta, o biofilme se prolifera, podendo agravar a gengivite até que ocorra a periodontite. Neste estágio, as bactérias deterioram os tecidos, os ligamentos e até os ossos de sustentação, levando à perda dos dentes e ao comprometimento da estrutura bucal.

Mais um agravante: alguns dos microorganismos que atuam na periodontite têm capacidade de “viajar” pelo corpo, podendo chegar inclusive à região uterina. E é este ponto que leva à associação entre a saúde bucal e a do próprio feto. Estudos recentes apontam que a presença de bactérias oriundas da gengiva no útero é capaz de provocar até mesmo partos prematuros.

Quando essas bactérias alcançam a região uterina, o sistema imunológico reage imediatamente. Sua resposta rápida é com o aumento da produção de prostaglandina, um tipo de lipídio que combate os microorganismos. Eles também têm o poder de controlar inflamações, fluxos e coágulos sanguíneos, mas também de provocar um parto.

Para evitar todo esse percurso, a recomendação é básica para as mamães: redobrar a atenção com a higiene bucal e intensificar as visitas ao dentista, até para também contornar o problema com a gengivite. Esta, por sinal, não serve de desculpa. Manter a escovação em dia e usar o fio dental são procedimentos essenciais. A saúde do feto passa também pela boca.

Texto: Dra. Juliana Fernandes, cirurgiã dentista da Clínica Pataro, mestre e doutoranda em odontologia pela UFMG.

Para mais informações sobre bebês clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Viramos escravos das redes sociais?

A presença de celulares se tornou certa em momentos marcantes, sejam eles as primeiras palavras de um bebê ou shows de grandes artistas.

Autor: Lucas Franco Freire

Viramos escravos das redes sociais?

A solidão pode ser uma bomba relógio para o seu coração

Álcool, Isolamento social e saúde mental conheça os fatores que afetam a saúde cardíaca que vão além do sedentarismo e a má alimentação.

Autor: Divulgação

A solidão pode ser uma bomba relógio para o seu coração

Quaresma: tempo favorável à conversão

Por meio do tempo litúrgico da Quaresma, a Igreja se prepara para celebrar o mistério do Cristo Ressuscitado, vencedor da morte e do pecado.

Autor: Padre Wagner Ferreira da Silva

Quaresma: tempo favorável à conversão

Mesmo enfermo, eu sou guerreiro!

Vários cientistas, de todas as partes do mundo, pesquisam exaustivamente a relação entre a fé e a superação de doenças.

Autor: Luzia Santiago


Levar a felicidade para passear

Um modelo de felicidade para mim é levar minha cachorrinha, Bella, para passear. Uma atividade que o resto da família não curte e não reproduz quando eu não posso fazê-lo.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Levar a felicidade para passear

Família Salesiana comemora 200 anos do sonho de Dom Bosco

O sonho de Dom Bosco aos nove anos nos convida a olhar para nossa vida e perceber o chamado de Deus.

Autor: Vera Lúcia Reis


Uma história de ninar para quem tem medo do escuro

Inspirado na própria infância, quadrinista Landis Blair publica "A Cabana Noturna", que transforma a hora de dormir em um momento tranquilo, longe de monstros imaginários.

Autor: Divulgação

Uma história de ninar para quem tem medo do escuro

Uma caminhada em direção ao amor-próprio

Beatriz Ribeiro explora as várias facetas da complexa experiência humana em livro.

Autor: Divulgação


5 dicas para lidar com os pesadelos

Estratégias que podem ajudar a ter uma noite de sono tranquila.

Autor: Dra. Márcia Assis

5 dicas para lidar com os pesadelos

366 dias para estreitar o relacionamento com Deus

Pastor Michel Simplício lança devocional interativo para exercitar a fé e aliviar o estresse diário.

Autor: Divulgação


Gratidão ou obrigado

Em última análise gratidão não é uma obrigação social ou uma palavra da moda, mas um convite para viver de maneira mais conectada.

Autor: Danilo Suassuna

Gratidão ou obrigado

Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

Hoje são milhões de cristãos perseguidos e assassinados, especialmente na África e na Ásia, pelo simples fato de serem cristãos.

Autor: Professor Felipe Aquino

Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa