Portal O Debate
Grupo WhatsApp

É hora de “tirar um bem”

É hora de “tirar um bem”

27/04/2020 Padre Marcio Prado

Que tempo vivemos! Já conseguimos dar largos passos nos descobrimentos científicos e tecnológicos.

Quantas coisas nos surpreendiam em desenho ou filme e hoje parecem tão normais? Quantos avanços na medicina (cirurgias, vacinas, métodos de prevenção). E os cursos à distância! Quem diria? É uma realidade. Quanta gente ganha a vida com o conhecimento ou a expertise através de vídeos? 

Mas e a fé, a vida com Deus? Nesse tempo do famoso slogan “fique em casa”, entre avanços tecnológicos e regressos, devido a desigualdade social, tenho visto e ouvido muitos testemunhos de pessoas que estão de volta à “Casa do Pai”. Elas não estão fisicamente no Santuário do Pai das Misericórdias, mas com um coração contrito e aberto fazem a experiência de estarem mais próximos de Deus, por meio dos dispositivos eletrônicos e os meios tradicionais de comunicação. 

Apesar do povo não estar na igreja, na Canção Nova, eu os sinto muito próximos. Não estão aqui presencialmente, mas pelo mistério do Corpo Místico de Cristo, que é a Igreja, na qual Jesus é a Cabeça e nós os membros. Claro, sinto saudades do povo e muitas pessoas manifestam este sentimento recíproco: “temos saudades da Eucaristia, da igreja e dos padres”.

Exercendo o sacerdócio vejo, sim, muitas vezes, uma “sede” de felicidade, de bem estar, a busca por uma espiritualidade como uma forma de alívio, de conforto. Entretanto, há muitas pessoas com sede de santidade, gente que busca a Deus de coração, que, por amor a Jesus, suporta os sofrimentos, como os que temos enfrentado nesse tempo de pandemia. Gente que quer Ele mesmo e não as coisas que pode oferecer. Filhos e filhas de Deus que desejam se unir a Ele por uma vida de oração e caridade. 

Sinto que nesse tempo muita gente descobriu o amor de Jesus, assim como outras pessoas voltaram a amá-Lo com mais intensidade. “De todo mal se tira um bem?” Sim, vamos tirar um enorme bem. Daqui a pouco vamos voltar a frequentar os nossos templos, mas precisamos ser, estar diferentes! Que passemos a viver com mais devoção, com mais entusiasmo, com mais equilíbrio, com mais caridade e amor ao próximo. Quando o templo nos foi tirado, aprendemos que o templo é o outro, que deve ser também valorizado, cuidado e amado. Será que não precisávamos disso? Para amar mais a Deus e ao próximo?

* Padre Marcio Prado é sacerdote da Comunidade Canção Nova e Vice-Reitor do Santuário do Pai das Misericórdias. É autor dos livros “Entender e viver o Ano da Misericórdia” e “Via-sacra do Santuário do Pai das Misericórdias”, pela editora Canção Nova. Instagram: @padremarciocn  

Fonte: Fundação João Paulo II / Canção Nova



O valor de um abraço

Livro de poesias nasce em homenagem aos milhões de abraços perdidos durante a pandemia de Covid-19.


4 situações para usar a imaginação como ferramenta de transformação

O cérebro não reconhece a diferença entre o pensamento e a realidade.

4 situações para usar a imaginação como ferramenta de transformação

Epidemia do coronavírus acelera epidemia de obesidade infantojuvenil

O ganho de peso entre crianças e adolescentes dá sinais de alerta global há algumas décadas.

Epidemia do coronavírus acelera epidemia de obesidade infantojuvenil

Troco Solidário Havan beneficia mais de 140 instituições

Somente no primeiro semestre de 2022, foram arrecadados mais de R$ 6 milhões nas lojas da rede.


O ego e outras drogas

Acho muito pouco elegante usar a si mesmo como referência ou um autor citar uma frase de sua própria autoria para exemplificar algo.

O ego e outras drogas

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

Cerca de 4% das crianças não desenvolvem o arco plantar e podem ter problemas nos membros inferiores na vida adulta.

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

O aumento da expectativa de vida nos últimos anos aumentou, e como consequência, tivemos um crescimento significativo de idosos.

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

No segundo trimestre de 2022, varejista destinou mais de R$ 1,6 milhão aos projetos de lei federal.

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

Atividades para acalmar crianças autistas

Lidar com as emoções nem sempre é fácil.

Atividades para acalmar crianças autistas

Por que se desconectar da internet?

É comum querermos proteger e privar crianças e adolescentes do uso constante do celular.

Por que se desconectar da internet?

Dia mundial dos avós

Neste domingo, 24 de julho de 2022, comemoramos o II Dia Mundial dos Avós.

Dia mundial dos avós

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida

O hálux valgo, mais conhecido como “joanete” é uma das deformidades mais comuns dos pés.

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida