Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Eu e você sabemos conversar?

Eu e você sabemos conversar?

12/06/2019 Amadeu Garrido de Paula

Trata-se de conhecer a melhor linguagem entre os homens, as corporações, os governantes e os governos no plano internacional.

Eu e você sabemos conversar?

Muitos valores, pessoais, comerciais, políticos, etc, perdem-se porque a ferramenta da conexidade entre os homens - necessariamente sociais e vinculados  - não funciona.

Já se disse que sem sair do buraco cultural dos demais não escapamos.

Todos os povos que "deram a volta por cima", algo que necessitamos, começaram pela cultura, não pela previdência, por mais que esta importe.

É mais do que a educação formal - pela qual engatinhamos, mas não nos desanimemos.

O déficit cultural fica evidente quando constatamos, na família, nos grupos, em todos os aglomerados humanos, a discussão, que deveria ser no sentido da Academia e do Liceu, a cada minuto ficar mais acalorada e terminar na regressão recíproca, quando não tomada pelo ódio gratuito.

A boa comunicação gera a paz. A ruim planta o desalento. Se o atendente pode dizer que "a sua chamada deve ser refeita e que você deve conferir a numeração digitada", gera a calma ;"este telefone não existe" traz implícita um crítica à sua negligência. O conjunto dessas conexões verbais já forma um prenúncio de cultura da linguagem como ferramenta da evolução humana.

Não nos esqueçamos que dávamos grunhidos e  comunicamo-nos pela linguagem dos sinais, com as mãos. Libertas estas, pelo homem ereto, os sinais foram possíveis e as bocas esboçaram vontade e os primeiros e corriqueiros pensamentos.

Comunicamo-nos fundamentalmente pelo cérebro e seus agentes são a voz, a escrita, os sinais, os olhos, mãos e pernas. Se aperfeiçoarmos nossa linguagem, a paz prevalecerá, as intimidades serão protegidas, os desentendimentos inúteis desaparecerão e muitos litígios serão resolvidos por manifestações da inteligência espontânea.

Criam-se costumes culturais. Empenhemo-nos nessa tarefa, no cotidiano. Estaremos contribuindo com boa parte de nossas possibilidades para termos o que todos desejam, em síntese: uma vivência digna, que não seja simples sobrevivência à espera do último e ainda misterioso momento.

* Amadeu Garrido de Paula, é Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.

(Para ler mais textos do autor, acesse o Blog Amadeu Garrido de Paula)

Fonte: De León Comunicações



Somos protagonistas da nossa realidade

Uma vida bem-sucedida envolve você estar feliz e em paz em todas as áreas: saúde, relacionamentos, profissão.


Violência contra mulher cresce no período de quarentena

Consequências deste cenário podem levar ao feminicídio, doenças associadas à infecção pelo HIV e suicídio.

Violência contra mulher cresce no período de quarentena

Os desafios das gestantes na pandemia

Estamos vivenciando algo inédito para a geração atual, mas não tão estranho para quem viveu outras doenças com poucos recursos.

Os desafios das gestantes na pandemia

O poder que você tem

Realizar os seus objetivos não é tão difícil assim.

O poder que você tem

As regras para a retomada dos condomínios comerciais

Neste momento de relaxamento da quarentena, cada condomínio tem autonomia para criar suas próprias regras de flexibilização da quarentena.


As máscaras ajudam ou atrapalham na hora do exercício físico?

A adoção do distanciamento social/físico a prática de atividade física foi reduzida.

As máscaras ajudam ou atrapalham na hora do exercício físico?

Respire, pense e alivie o estresse

Medo, ansiedade, raiva, estresse, preocupação, incertezas, angústia, tristeza, insegurança, perda de liberdade.


A atividade física na terceira idade

O esporte na terceira idade traz inúmeros benefícios.

A atividade física na terceira idade

Reiki pode auxiliar nos sentimentos de medo e ansiedade

O Reiki é uma das 29 práticas reconhecidas pelo Sistema Único de Saúde.

Reiki pode auxiliar nos sentimentos de medo e ansiedade

Bebida alcoólica engorda? Como o álcool interfere na rotina de quem quer emagrecer

Médico explica o porquê de as bebidas alcoólicas atrapalharem no processo de perda de peso e desaceleração do metabolismo.

Bebida alcoólica engorda? Como o álcool interfere na rotina de quem quer emagrecer

Festas juninas: tradição interrompida e novas ideias para não passar em branco

7 Dicas para economizar em casa e ainda ganhar uma graninha extra

Para evitar o atropelo nas contas e se organizar melhor com as finanças, especialistas indicam algumas ações que podem ser adotadas no nosso dia a dia.

7 Dicas para economizar em casa e ainda ganhar uma graninha extra