Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Férias, pausa e renovação: como aproveitar?

Férias, pausa e renovação: como aproveitar?

06/01/2022 Elaine Ribeiro

O ano de 2021 trouxe, para grande parte das pessoas, um sentimento de esgotamento maior do que em anos anteriores.

Férias, pausa e renovação: como aproveitar?

Sintomas como fadiga crônica, insônia, dificuldade de concentração e esquecimento, baixa na imunidade, perda ou ganho de apetite, depressão, irritabilidade e raiva, são indicativos de que algo não está bem, e têm levado mais pessoas à busca de psicólogos e psiquiatras.

No entanto, juntamente com a chegada de 2022, o mês de janeiro é, para muitos, tempo de férias e descanso. E como usar da melhor forma esse tempo livre dentro desse contexto em que passamos tanta tensão?

Pausas são tempos propícios para uma revisão de vida, para repensar o que desejamos para nossas vidas, para rever nossos hábitos. O ativismo, aquela necessidade constante de produzir, fazer e estar em movimento, somado aos excessos tecnológicos e de informação, têm favorecido crises de esgotamento.

Desligar-se efetivamente das atividades do trabalho nem sempre é fácil e, geralmente,  acontece após alguns dias. Esse tempo necessário para o nosso corpo compreender que podemos acordar um pouco mais tarde, fazer atividades diferentes e, especialmente, nos permitir usufruir do tempo de descanso, exige um período de adaptação. Mesmo para mães, pais, ou aqueles que cuidam de alguém ou não podem parar totalmente, realidade para a maioria das pessoas, é possível pensar em alguma forma de diversão, de lazer.

Para evitar o esgotamento, é necessário mudar o ritmo, diminuí-lo, alterar um pouco a rotina. Nem sempre é a mudança de emprego que ajudará uma pessoa a reduzir seu cansaço, mas o seu estilo de vida. Desta forma, não apenas seu trabalho será fonte de satisfação, mas outros aspectos como a vida social, o lazer, a espiritualidade.

Para um ano novo realmente renovado não pense em milhares de planos ou férias cheias de coisas para fazer. O que também nos cansa, muitas vezes, é a rotina. E uma coisa que podemos fazer mesmo sem estar em férias, é mudar um pouco nosso dia, inserir alguma atividade diferente, voltar para a casa por outra rota, experimentar um novo sabor, parar debaixo de uma árvore por um momento e tomar um sorvete. Parece bobo, mas essas pequenas coisas “diferentes” renovam o nosso cotidiano.

E jamais esqueça de adicionar a este cronograma, a tarefa mais importante: não fazer nada! Muitos hoje, como mencionado acima, não conseguem fazer o cérebro operar em rotação mais baixa. É como um motor de alta velocidade, mas que precisa parar. O motor pode fundir, e aí, só um motor novo para resolver o problema. Mas, o cérebro, não. Busque atividades que te descansem, outras que te façam descobrir o sabor da vida, pois, tudo em nós, necessita de uma grande integração. Não basta ser o melhor na academia ou a pessoa que mais lê livros. É preciso reaprender a viver!

Dentro daquilo que parece o caos, como uma pandemia, ainda existe o tempo chamando agora, como o de contemplar a árvore ou o arbusto que cresce no seu quintal em silêncio. O mundo faz barulho, nosso cérebro capta tudo isso, mas o nosso interior, ali, onde só existem coisas que permitimos deixar entrar, precisa ter um espaço em silêncio. Isso não é para você passar um bom ano, é mais que isso: é para uma vida saudável. A palavra é reaprender. Reaprender é uma das atribuições mais antigas do homem: do andar ao caçar, do viver ao sobreviver. Os desafios mudaram pelo próprio desenvolvimento da raça humana.

Por fim, cuidar-se já é um ato de amor próprio e se você chegou até esse ponto do texto, não é porque você deseja somente ler. Existe algo dentro de você que precisa ser reaprendido. Reaprenda a viver agora, volte para o caminho seguro, cuide-se, ame-se para que você possa cuidar do próximo, amá-lo.

* Elaine Ribeiro é psicóloga clínica e organizacional da Fundação João Paulo II / Canção Nova.

Para mais informações sobre Férias clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Fundação João Paulo II / Canção Nova



Empatia: a prática da ternura e compaixão

Nem sempre é fácil colocar-se no lugar de outra pessoa diante de uma situação delicada na convivência do dia a dia.

Autor: José Expedito da Silva


4 dicas para ter mais ordem e leveza na vida profissional

Viver em um mundo constantemente em movimento pode facilmente nos fazer sentir desorientados e sobrecarregados.

Autor: Beatriz Machnick

4 dicas para ter mais ordem e leveza na vida profissional

O que é a Síndrome da Cabana?

A síndrome da cabana é um fenômeno psicológico onde o indivíduo apresenta dificuldade em reconectar com a vida social e profissional após um longo período de isolamento.

Autor: Alessandra Augusto

O que é a Síndrome da Cabana?

Tentar significa conseguir – um outro ponto de vista

Eu já li alguns artigos que diziam: “Tentar não significa conseguir” e neste artigo eu abordo um outro ponto de vista sobre este assunto: “Tentar significa conseguir”.

Autor: Renata Nascimento


O poder das escolhas positivas

Livrar-se de pensamentos intrusivos, sentimentos pessimistas e crenças negativas é um desafio e tanto para muitos.

Autor: Nuno Paiva

O poder das escolhas positivas

Viramos escravos das redes sociais?

A presença de celulares se tornou certa em momentos marcantes, sejam eles as primeiras palavras de um bebê ou shows de grandes artistas.

Autor: Lucas Franco Freire

Viramos escravos das redes sociais?

A solidão pode ser uma bomba relógio para o seu coração

Álcool, Isolamento social e saúde mental conheça os fatores que afetam a saúde cardíaca que vão além do sedentarismo e a má alimentação.

Autor: Divulgação

A solidão pode ser uma bomba relógio para o seu coração

Quaresma: tempo favorável à conversão

Por meio do tempo litúrgico da Quaresma, a Igreja se prepara para celebrar o mistério do Cristo Ressuscitado, vencedor da morte e do pecado.

Autor: Padre Wagner Ferreira da Silva

Quaresma: tempo favorável à conversão

Mesmo enfermo, eu sou guerreiro!

Vários cientistas, de todas as partes do mundo, pesquisam exaustivamente a relação entre a fé e a superação de doenças.

Autor: Luzia Santiago


Levar a felicidade para passear

Um modelo de felicidade para mim é levar minha cachorrinha, Bella, para passear. Uma atividade que o resto da família não curte e não reproduz quando eu não posso fazê-lo.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Levar a felicidade para passear

Família Salesiana comemora 200 anos do sonho de Dom Bosco

O sonho de Dom Bosco aos nove anos nos convida a olhar para nossa vida e perceber o chamado de Deus.

Autor: Vera Lúcia Reis


Uma história de ninar para quem tem medo do escuro

Inspirado na própria infância, quadrinista Landis Blair publica "A Cabana Noturna", que transforma a hora de dormir em um momento tranquilo, longe de monstros imaginários.

Autor: Divulgação

Uma história de ninar para quem tem medo do escuro