Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Jornal britânico dá cinco dicas para ser mais otimista com a vida

Jornal britânico dá cinco dicas para ser mais otimista com a vida

20/05/2020 Divulgação

Mudança de perspectiva na vida pode, por exemplo, diminuir risco de doenças no coração.

A busca por situações boas, felizes e reconfortantes são parte do objetivo de grande parcela da população. Alguns sites, como o Saúdelab, buscam mostrar que existem diversas maneiras para ser mais otimista com a vida.

Para além da satisfação pessoal, ser otimista pode influenciar na cura de doenças, por exemplo. Essa foi a conclusão da compilação de 15 estudos que analisaram o total de 229 mil pessoas publicada no periódico científico JAMA Network Open.

Os resultados sugerem que uma visão otimista da vida está associada a um menor risco de doenças cardiovasculares, entre elas infarto e AVC, segundo os pesquisadores.

"Hoje, temos informações concretas de que o raivoso tem mais infartos do miocárdio do que o engolidor de sapo. Já o fator inveja mobiliza a humanidade. O ser humano é infeliz pela comparação entre as pessoas. Estudos mostram que quem está feliz com a vida que tem vive em média sete anos mais do que quem está em conflito. A visão otimista prolonga a vida", afirmou o cardiologista Fernando Lucchese, autor do livro "Coração: modo de usar - o manual do proprietário", em entrevista ao jornal Zero Hora.

Nos Estados Unidos, o pesquisador da Universidade de Harvard, Shawn Achor,  investiga as conexões entre felicidade, otimismo e sucesso profissional. Ele afirma que apenas 10% da nossa felicidade depende do mundo externo. Os outros 90% dependem exclusivamente da maneira como você enxerga a realidade.

Segundo o especialista, apenas 25% do seu sucesso profissional depende da sua capacidade técnicas. Os outros 75% dependem do comportamental, ou seja, do seu nível de otimismo e da sua capacidade de enxergar desafios como aprendizados e não problemas.

Por isso, o otimismo pode ser a chave para muitas coisas na vida. O jornal britânico The Guardian listou cinco tópicos para que a sociedade e seus habitantes estimulem mais esse sentimento.

1- Objetivos realistas

De acordo com a reportagem, é preciso não ser tão autocrítico e estabelecer metas e objetivos realmente alcançáveis.  "Pressão para sentir-se de uma certa maneira, a partir de uma cultura orientada a objetivos e de auto-comparação implacável, pode nos afastar ainda mais do que realmente valorizamos e do que realmente pode nos fazer felizes".

2- Agradeça o que conquistou

Agradecer também pode ser a chave da felicidade. “No final do seu dia, de preferência pouco antes de dormir, anote em um caderno todas as coisas que aconteceram com você durante o dia pelas quais você é grato. Em tempos difíceis, pode ser difícil recordar qualquer coisa pela qual se sinta agradecido, mas, ao se comprometer com esse processo noturno, mais coisas virão à mente".

3- Desafie pensamentos negativos

Abandonar o senso de necessidade é uma maneira rápida de permitir que emoções negativas entrem e saiam mais facilmente. “Uma maneira rápida de fazer isso é reconhecer sentimentos e inverter os pensamentos. Por exemplo: estou me sentindo sozinho e tudo bem.

4 - Ajude o próximo

Agir de maneira altruísta, doando o que você tem em excesso também vai te ajudar. Se você se preocupa em ter um bom relacionamento com a família, amigos e membros da sua comunidade, isso certamente terá um efeito significativo no seu nível geral de satisfação.

5 - Viva ao ar livre

Há muitas evidências científicas que mostra como a natureza, exercícios físicos e a  luz do dia podem ter um efeito positivo no humor. "São necessários 20 minutos de exercício antes que as endorfinas da felicidade sejam liberadas em seu cérebro, fazendo você se sentir emocionado e feliz; portanto, não desista aos 19 minutos", conclui o jornal britânico.




4 mitos sobre emagrecimento que podem estar sabotando sua dieta

O nutrólogo Dr. Sandro Ferraz destaca que a restrição de nutrientes está entre um dos mitos mais comuns.

4 mitos sobre emagrecimento que podem estar sabotando sua dieta

Sem essa de copo meio vazio: pessoas são copo inteiro!

Você certamente já ouviu a metáfora do copo meio cheio ou meio vazio.

Sem essa de copo meio vazio: pessoas são copo inteiro!

Por que os benzimentos ficam marcados na memória?

“Na minha infância eu tive tal doença e fui benzida uma, duas, três vezes e depois nunca mais. A doença sumiu.”

Por que os benzimentos ficam marcados na memória?

Sono de baixa qualidade pode acarretar obesidade

Endocrinologista destaca a apneia como um dos fatores que levam a um sono ruim e consequentemente ao ganho de peso.

Sono de baixa qualidade pode acarretar obesidade

Cuidados a ter com a sua coluna: em casa o maior inimigo é o sofá

Apesar de parecer confortável, passar longas horas no sofá pode causar dores nas costas, pescoço e prejudicar o descanso.

Cuidados a ter com a sua coluna: em casa o maior inimigo é o sofá

Dez dicas de etiqueta nas redes sociais

Quando beber, fique longe das redes sociais. Confira essa e outras dicas!

Dez dicas de etiqueta nas redes sociais

Não consegue dormir no calor?

Veja 9 dicas para ter uma noite de qualidade.

Não consegue dormir no calor?

Quando os aparelhos eletrônicos entraram intensamente na rotina das crianças

Quando falamos em nostalgia, refletimos sobre a família na era digital e a saudade do brincar entre pais, filhos, irmãos, avós, ou seja, da interação familiar.

Quando os aparelhos eletrônicos entraram intensamente na rotina das crianças

Nostalgia do brincar ao ar livre

Quando os aparelhos eletrônicos entraram intensamente na rotina das crianças.

Nostalgia do brincar ao ar livre

Dor no ombro é superada apenas por dor lombar

Condição atinge até 50% da população em geral, segundo dados da Sociedade Brasileira de Estudos da Dor (SBED).

Dor no ombro é superada apenas por dor lombar

Aderência à academia: por que alguns conseguem e outros não?

Antes de pagar a academia ou iniciar alguma atividade física, é importante considerar os prós e os contras.

Aderência à academia: por que alguns conseguem e outros não?

Saiba como diminuir a ansiedade por meio da alimentação saudável

Cerca de 9,3% dos brasileiros possuem algum tipo de transtorno de ansiedade.

Saiba como diminuir a ansiedade por meio da alimentação saudável