Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Nutrição que preenche: que a sua relação com o alimento seja gostosa, saudável e leve!

Nutrição que preenche: que a sua relação com o alimento seja gostosa, saudável e leve!

21/12/2021 Amanda E. Matos Falcuci

Praticar uma nutrição diferente é algo desafiador.

Nutrição que preenche: que a sua relação com o alimento seja gostosa, saudável e leve!

Nos coloca vulneráveis e isso pode parecer um problema. Mas acredite, é a vulnerabilidade que nos conecta. Compreender o papel de cada comida na nossa vida e entender o que influencia e determina nossas escolhas alimentares é fundamental. Afinal, as nossas vontades e impulsos estão além dos nossos hábitos diários.

Dietas restritivas e regradas para perda de peso, remédios emagrecedores e "milagrosos”, além de atividade física em excesso. Até que ponto essas alternativas são saudáveis e nos deixam felizes? O comportamento alimentar e o comer intuitivo possuem integrações de alguns sistemas que promovem a sintonia entre a comida, a mente e o corpo. São eles: os pensamentos, os sentimentos e o nosso fisiológico.  Respeitando a fome e as nossas emoções, descobrindo a satisfação e apreciando a saúde para uma nutrição mais gentil.

Quando percebemos que comida não é apenas comida, também percebemos que a saúde é o resultado não só de nossos atos como também de nossos pensamentos e que isso tudo é mais importante do que simplesmente “o que” se come! Precisamos ressignificar o sentido dela dentro do nosso corpo e da nossa mente. A comida é nutrição, é sabor, é prazer! Não categorize o alimento que você mais gosta de comer como "proibido”. Saiba que é possível se permitir, reconhecendo as suas necessidades fisiológicas para respeitar as suas emoções. 

O prazer de comer é um dos sentidos mais básicos da vida e compartilhar a comida é uma das felicidades do ser humano. Por isso, não sinta culpa; sinta prazer ao comer. A culpa é um sentimento que surge quando fazemos algo que consideramos errado ou inadequado. E a culpa tem sido, infelizmente, associada à alimentação, porque estamos esquecendo da pluralidade de significados do comer e suas inúmeras motivações. 

E como é possível treinar outras formas de cuidar das emoções que não envolvem a comida? Para além das rotinas de comer, mexer-se e dormir, você deve também descobrir ou redescobrir prazeres que enriqueçam a sua rotina. Dedique-se a interesses, hobbies, cursos e dê espaço para qualquer coisa que alimente a sua vida de novas e boas energias. Tudo em equilíbrio!

Enfim, não temos fome só de comida. Temos fome na alma. Se ame como você é, buscando assim o que realmente é melhor para você, cuide dos seus pensamentos, se descubra dia após dia, e busque sempre outras formas de prazer. Vamos buscar uma nutrição mais humanizada, mais gentil e com respeito. Seja sua melhor versão todos os dias! Aceite as suas fases e teremos o alimento como nosso amigo! 

* Amanda E. Matos Falcuci é nutricionista na Flormel.

Para mais informações sobre Alimentação clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Visar Planejamento



Atitudes para gerir adequadamente as emoções

Emoções são a base de todos os relacionamentos e a forma como lidamos com elas define o quão longe iremos em nossos objetivos.

Autor: Janguiê Diniz


Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

O que significa aproveitar a vida? Esta é uma pergunta que muitos de nós já nos fizemos em algum momento.

Autor: Suely Tonarque

Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Viver não é uma jornada tranquila e sem contratempos, não é como descansar em um lago de água morna, onde você pode deitar e relaxar.

Autor: Janguiê Diniz

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Observando nossa história pessoal, não é difícil perceber que a cada escolha que fazemos nos tornamos responsáveis por suas implicações.

Autor: Padre Demétrio Gomes


Caridade: remédio contra o pecado

O amor a Deus que cultivamos em nossos corações são indicativos do espaço que damos para sua graça agir.

Autor: Padre Alex Nogueira

Caridade: remédio contra o pecado

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças

Saiba como as famílias podem influenciar no desenvolvimento socioemocional dos jovens e como promover uma educação eficaz dentro de casa com a abordagem da "missão familiar".

Autor: Divulgação

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças

Como lidar com a transformação de sentimentos da adolescência

Com o surgimento da puberdade e o início da adolescência, tudo fica diferente nos filhos. Isso vai muito além da fisionomia, altura e a voz.

Autor: Livia Marques

Como lidar com a transformação de sentimentos da adolescência

O Brasil precisa de mais sangue!

A doação não traz nenhum risco para o doador.

Autor: Guilheme Muzzi

O Brasil precisa de mais sangue!

Insegurança e espiritualidade

O Nosso Cérebro é uma máquina de detectar padrões. Nosso senso de orientação depende disso.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Insegurança e espiritualidade

Entender os sentimentos pode ajudar no relacionamento entre pais e filhos

O reconhecimento das emoções é o primeiro passo para o entendimento no ciclo familiar e social.

Autor: Divulgação

Entender os sentimentos pode ajudar no relacionamento entre pais e filhos

A importância da comunicação humanizada

Dar vida às palavras, expressões e gestos que formam a substância da comunicação é fundamentalmente humano.

Autor: Reinaldo César


Saúde espiritual: cura que vem de dentro para fora

É fato que a medicina moderna avançou consideravelmente no tratamento das doenças físicas ao longo dos séculos.

Autor: Tatiana Capanema

Saúde espiritual: cura que vem de dentro para fora