Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O equilíbrio emocional é a chave para a qualidade de vida

O equilíbrio emocional é a chave para a qualidade de vida

30/11/2015 Andreia Rego

Bem-estar depende de você saber identificar e controlar suas emoções.

Com a correria do dia a dia, as pessoas passam por vários desafios e cobranças. Assim, passam a existir dois tipos de pressão: a interna, em nós mesmos, e a externa, do mundo a nossa volta.

Seja na esfera pessoal, familiar ou profissional, todos experimentam momentos difíceis e, para lidar da melhor forma possível com o equilíbrio emocional, é importante criar ações que reduzam o descontrole dos impulsos e os rigores do estresse, evitando comprometer o bem-estar e a qualidade de vida.

Trabalhar o equilíbrio emocional representa abrir portas para administrar o cotidiano com mais consciência, criatividade e otimismo.

Por isso, as vantagens de ser uma pessoa adaptável às situações e circunstâncias são diversas, como uma permanente avaliação de si mesmo, a identificação de sabotadores internos e externos, aceitação, formação de pensamentos construtivos, vida leve, reconhecimento dos outros como seres que erram e acertam, gratidão por momentos difíceis e felizes que servirão de aprendizado, autoestima e orientação para realizações.

Dessa forma, a psicanalista e coach Andreia Rego revela que o segredo de uma vida próspera tem em si alguns pilares principais. “Para se ter uma vida saudável, é preciso ter autoconsciência, autocontrole emocional, autoconfiança, senso de colaboração, comunicação e empatia”, diz.

De acordo com Andreia, as emoções são contagiosas, ou seja, se uma pessoa estiver raptada emocionalmente, provavelmente outras ficarão desestabilizadas. “É da responsabilidade de cada um focar em ações ligadas a ‘quais comportamentos e emoções são inadequados, para desenvolver atitudes eficientes’.

Escolher alguns dos cinco pilares acima ajuda a colocar pequenas ações em andamento”, afirma ela, que ressalta que o reforço diário da autoconsciência também é fundamental para olhar a si e os demais com mais paciência e compaixão.

Então, o indivíduo que trabalha novos hábitos ao longo do tempo transforma-se num catalisador de mudanças, visto que estabelece uma habilidade essencial, que é a pausa antes de reagir. “Esse fator dá espaço para a mente poder considerar as melhores opções a escolher”, explica a especialista.

Diante de tudo isso, a psicanalista listou cinco perguntas que podem ser feitas para a busca de maior entendimento sobre o estado emocional que conturba:

1 – O que você está pensando?

2 – O que você está sentindo com relação a isso?

3 – O que você quer agora?

4 – Como você está entrando em velhos hábitos?

5 – O que você precisa fazer de modo diferente agora?

“A quebra de padrões é benéfica para a vida social, profissional e sentimental, pois alimenta uma construção de laços mais saudável, impactando de forma positiva em si e nos demais”, conclui Andreia.

* Andreia Rego é Psicanalista e Coach de Desenvolvimento Humano.



Epidemia do coronavírus acelera epidemia de obesidade infantojuvenil

O ganho de peso entre crianças e adolescentes dá sinais de alerta global há algumas décadas.

Epidemia do coronavírus acelera epidemia de obesidade infantojuvenil

Troco Solidário Havan beneficia mais de 140 instituições

Somente no primeiro semestre de 2022, foram arrecadados mais de R$ 6 milhões nas lojas da rede.


O ego e outras drogas

Acho muito pouco elegante usar a si mesmo como referência ou um autor citar uma frase de sua própria autoria para exemplificar algo.

O ego e outras drogas

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

Cerca de 4% das crianças não desenvolvem o arco plantar e podem ter problemas nos membros inferiores na vida adulta.

Pé chato em crianças a partir dos 7 anos deve ser avaliado por especialistas

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

O aumento da expectativa de vida nos últimos anos aumentou, e como consequência, tivemos um crescimento significativo de idosos.

O perigo de quedas e a prevenção de acidentes domésticos com idosos

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

No segundo trimestre de 2022, varejista destinou mais de R$ 1,6 milhão aos projetos de lei federal.

Havan contempla mais 16 projetos sociais e culturais por meio de leis de incentivos

Atividades para acalmar crianças autistas

Lidar com as emoções nem sempre é fácil.

Atividades para acalmar crianças autistas

Por que se desconectar da internet?

É comum querermos proteger e privar crianças e adolescentes do uso constante do celular.

Por que se desconectar da internet?

Dia mundial dos avós

Neste domingo, 24 de julho de 2022, comemoramos o II Dia Mundial dos Avós.

Dia mundial dos avós

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida

O hálux valgo, mais conhecido como “joanete” é uma das deformidades mais comuns dos pés.

Joanete pode afetar até 30% das mulheres na fase adulta da vida

A geopolítica da saúde de todos nós

Até fevereiro deste ano, a grande pauta dos negócios internacionais eram os efeitos da pandemia sobre as economias do mundo.

A geopolítica da saúde de todos nós

Brasileiro troca refeição por lanche, aponta estudo

Um dos motivos é a alta nos preços dos alimentos.

Brasileiro troca refeição por lanche, aponta estudo