Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Os impactos dos exercícios físicos durante a gravidez

Os impactos dos exercícios físicos durante a gravidez

14/12/2020 Divulgação

Treinos devem ser liberados pelo médico e acompanhados por um profissional de educação física.

Os impactos dos exercícios físicos durante a gravidez

A prática de atividade física durante a gestação, apropriada às condições da gestante, pode prevenir complicações na gravidez e ajudar no trabalho de parto. De acordo com o profissional de educação física e professor da Universidade UNG, Edison Tresca, a liberação para a prática dos exercícios deve ser feita por um médico ginecologista e o acompanhamento da realização destas atividades, por um profissional de educação física.

"Qualquer indivíduo pode se prejudicar com a prática de atividades físicas exaustivas se esta exigência ultrapassar seus limites. Com uma grávida, os cuidados devem ser redobrados, pois seu metabolismo funciona por dois (ou mais) e não pode exigir do organismo o mesmo de antes da gravidez. Mulheres que já tinham uma rotina de treinamento possuem mais facilidade em exercitar-se durante a gravidez, sendo aconselhável reduzir a intensidade dos exercícios em cerca de 30% no início e, conforme o período gestacional avança, ir diminuindo", informou.  

Durante as atividades físicas, é importante que a grávida saiba reconhecer os sinais que seu corpo manifesta, como: dores articulares, falta de ar e cansaço extremo, por exemplo. Assim, atividades como caminhadas, ciclismo, aulas de ginástica aeróbica (sem impacto de saltos), step (baixa altura), esteira, elíptico, natação, hidroginástica e dança podem ser altamente benéficas.

A musculação também é recomendada, mas evitando realizar exercícios com cargas muito elevadas. Recomenda-se, ainda, atividades que promovam o relaxamento, como alongamento e Pilates, tomando sempre os devidos cuidados de não exagerar nas amplitudes, pois, devido a ação de hormônios, as articulações das gestantes ficam mais instáveis, explicou Edison.

Fonte: Universidade UNG



Ajuda psicológica traz confiança e aceitação para quem vive com HIV

Pessoas que vivem com o vírus podem apresentar as mesmas angústias e receios.

Ajuda psicológica traz confiança e aceitação para quem vive com HIV

Sempre é tempo para começar a pedalar

Segundo psicóloga, o sistema cognitivo de aprendizado dos adultos é diferente de quando criança, mas é possível desenvolver novas habilidades.

Sempre é tempo para começar a pedalar

O fetiche do cinema e o autismo

O autismo infantil é um assunto que tem dominado a agenda dessa semana.

O fetiche do cinema e o autismo

Por que usar muito a cabeça não é pensar com inteligência ?

O cérebro humano é um órgão incrível, mas, assim como a própria natureza humana ele também é limitado.

Por que usar muito a cabeça não é pensar com inteligência ?

Boca seca é alerta: descubra as causas e saiba como prevenir

Conheça as verdadeiras causas da boca seca.

Boca seca é alerta: descubra as causas e saiba como prevenir

Conheça as verdadeiras causas da boca seca

A xerostomia ou boca seca é mais comum entre os mais idosos.

Conheça as verdadeiras causas da boca seca

O condomínio é responsável por danos aos veículos nas garagens?

O condomínio não tem personalidade jurídica.

O condomínio é responsável por danos aos veículos nas garagens?

Mulheres de 50 anos, o tempo de ser feliz é agora!

Se alguém ainda acredita que uma mulher de 50 anos ou mais está no declínio da sua vida anda meio desinformado.

Mulheres de 50 anos, o tempo de ser feliz é agora!

O futuro é digital e é idoso

O que aprendi com minha mãe de 83 anos durante a pandemia.

O futuro é digital e é idoso

Crianças homenageiam heróis no combate ao Covid-19

Estudantes irão entregar uma faixa aos profissionais de saúde do Hospital Universitário da UEL, em Londrina (PR).

Crianças homenageiam heróis no combate ao Covid-19

Sorrir melhora a autoestima e o humor, promovendo conexão pessoal e bem-estar

Ter autoconfiança na hora de sorrir aumenta a autoestima, gera conexão com outras pessoas, melhora o humor, libera hormônios de bem-estar e pode até promover o rejuvenescimento.

Sorrir melhora a autoestima e o humor, promovendo conexão pessoal e bem-estar

Experiência de vida muda comunicação entre cães e humanos, diz estudo

Animais domésticos têm troca de olhares mais intensa com os donos.

Experiência de vida muda comunicação entre cães e humanos, diz estudo