Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Projeto de leite humano em pó é o vencedor do Prêmio Péter Murányi

Projeto de leite humano em pó é o vencedor do Prêmio Péter Murányi

06/02/2020 Divulgação

Trabalho ganhador do prêmio promovido pela Fundação Péter Murányi pode viabilizar atendimento à demanda reprimida de leite materno.

Projeto de leite humano em pó é o vencedor do Prêmio Péter Murányi

Estudo relativo à produção de leite humano em pó, realizado pelos pesquisadores Vanessa Javera e Jesuí Vergílio Visentainer, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), foi o vencedor da 19ª edição do Prêmio Péter Murányi, focada no tema Alimentação. Os autores receberão R$ 200 mil. O segundo colocado terá R$ 30 mil e o terceiro, R$ 20 mil.

A tecnologia aplicada para conservar o leite humano à temperatura ambiente deve manter suas propriedades nutricionais e biológicas. Na conversão em pó, foram aplicados dois processos que atenderam a esses critérios: liofilização; e secagem por spray drying ou atomização, método realizado a partir de um líquido ou suspensão por secagem rápida. Na comparação com o produto pasteurizado e congelado disponível nos bancos de leite materno, mantiveram-se todas as propriedades nutricionais.

Assim, na visão dos pesquisadores, a produção do produto em pó tem plenas condições de atender à demanda reprimida, aumentando o número de bebês de até seis meses de idade alimentados com leite humano e não fórmulas infantis. Até agora, os bancos de leite materno trabalham com o produto pasteurizado e congelado, cujo tempo de validade é curto e que exige infraestrutura complexa para armazenagem. Com estrutura adequada para estocagem, o produto em pó ampliaria muito a oferta, com a mesma qualidade, sabor e propriedades nutricionais e maior tempo de validade.

Vera Murányi Kiss, presidente da Fundação Péter Murányi, promotora do prêmio, salienta que o leite humano em pó pode ser uma opção clínica e social na manutenção e ampliação do aleitamento materno, que é muito importante para a saúde das crianças. “São numerosos os bebês não amamentados pelas mães, por distintas razões, aos quais tem de ser ofertadas fórmulas infantis. Sabidamente, contudo, nada substitui o leite materno, não apenas em termos nutricionais, como também para o desenvolvimento do sistema imunológico. Daí o grande significado do trabalho vencedor de nosso prêmio este ano”.

Referência em P&D

A 19ª edição do Prêmio Péter Murányi teve 124 inscritos, indicados por instituições de pesquisa e universidades. O certame é anual, com rodízio dos temas “Educação”, “Saúde”, “Ciência & Tecnologia” e “Alimentação”, sendo este o foco abordado em 2020.

Ao longo de sua trajetória, o prêmio, que se consolida como referência no campo de P&D, teve 1.704 trabalhos participantes e distribuiu R$ 3,15 milhões a pesquisadores e cientistas. Seu propósito é beneficiar populações e comunidades de nações em desenvolvimento, reconhecendo trabalhos capazes de melhorar a qualidade da vida. Os vencedores são escolhidos por um júri composto por representantes de entidades nacionais e internacionais ligadas à alimentação, representantes de universidades federais, estaduais e privadas, personalidades de renome e membros da sociedade.

A premiação conta com o apoio das seguintes entidades: CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), Anpei (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras), SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), Aciesp (Academia de Ciências do Estado de São Paulo), ABC (Academia Brasileira de Ciências), Aconbras (Associação dos Cônsules no Brasil) e CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Fonte: Ricardo Viveiros & Associados Oficina de Comunicação



Mudança: um desafio contínuo e necessário

Para muitas pessoas, aceitar mudanças repentinas pode causar mal-estar e uma incômoda sensação de falta de controle da situação.

Mudança: um desafio contínuo e necessário

Como gerar crianças seguras emocionalmente?

Muitas pessoas acreditam que as crianças estarão seguras se forem constantemente elogiadas.

Como gerar crianças seguras emocionalmente?

Pilates na terceira idade melhora função cognitiva

Estima-se que 10 a 20% dos adultos com 65 anos ou mais tenham comprometimento cognitivo leve.

Pilates na terceira idade melhora função cognitiva

Atuação na comunidade: estamos fazendo tudo o que podemos?

Devemos pensar no que de fato sustenta uma comunidade saudável e colaborativa.

Atuação na comunidade: estamos fazendo tudo o que podemos?

Os passos essenciais para seu filho comer melhor

A alimentação apropriada na infância requer cuidados relacionados aos aspectos sensoriais.

Os passos essenciais para seu filho comer melhor

Brincar na natureza é essencial para o desenvolvimento das crianças

Pesquisas mostram que a falta de contato com ambientes naturais pode levar a problemas de saúde e aprendizado na infância e adolescência.

Brincar na natureza é essencial para o desenvolvimento das crianças

Um vírus que fechou Santuários, mas não venceu a fé

Esse ano será diferente, o povo tem uma barreira a mais para vencer.

Um vírus que fechou Santuários, mas não venceu a fé

Qual a importância do contato físico?

Em tempos de pandemia, qual a importância de "ser tocado", para o ser humano?

Qual a importância do contato físico?

Desacelera!

Durante muito tempo, a sociedade viveu condicionada a uma relação frenética com o tempo.

Desacelera!

Ser resiliente em tempo de pandemia

O segredo é encontrar resiliência e enfrentar a vida como ela é.

Ser resiliente em tempo de pandemia

Educação, aprendizagem e pandemia: o que realmente é importante na vida?

Acredito que a maior aprendizagem nestes últimos meses tem sido, o repensar sobre a nossa vida.

Educação, aprendizagem e pandemia: o que realmente é importante na vida?

Comunicação que gera vida: como você anda se comunicando?

Conta-se certa história de um rei que teve um sonho, o qual o incomodou sobremaneira.