Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Quando o barulho dos brinquedos põe em risco a audição dos pequenos

Quando o barulho dos brinquedos põe em risco a audição dos pequenos

31/01/2020 Divulgação

As crianças estão expostas a ruídos por toda parte, que podem ser danosos.

Quando o barulho dos brinquedos põe em risco a audição dos pequenos

Brinquedos que emitem sons que podem ser muito perigosos para a audição das crianças. São carrinhos com sirenes, telefones, guitarras, aviões, dinossauros que rugem alto, jogos com explosões e tantos outros que encantam a criançada. É preciso que os pais redobrem a atenção na hora da compra.

A escolha do que comprar não deve levar em conta só o desejo do filho, mas, principalmente, as condições de segurança. É importante observar se o brinquedo tem o selo do Inmetro como garantia de que o nível de ruído está dentro dos limites estabelecidos na legislação.

Na vida moderna, o barulho está por toda parte. Dentro de casa, é a televisão em alto volume, o liquidificador, o aspirador de pó, o secador de cabelos; e também os brinquedos. Tudo isso ligado, no dia a dia, pode causar danos à audição. Os pais precisam estar conscientes disso e proteger seus filhos.

Brinquedos sonoros do tipo made in China, comprados em camelôs, por exemplo, podem emitir ruído acima do permitido por lei, que é de 85 decibéis. Um carrinho de polícia “pirata”, por exemplo, pode alcançar 120 decibéis de ruído. E o que isso representa? Só para se ter uma ideia, o barulho de uma motosserra pode chegar a 100 decibéis, e o de uma britadeira alcança 110 decibéis.

As crianças também estão expostas a ruídos, que podem ser danosos, ao brincarem com videogames e ao ouvirem música em volume alto, com fones de ouvido plugados a celulares ou por meio de aparelhagens de som. Em ambientes barulhentos, é aconselhável que os pequenos usem protetores auriculares, que podem ser feitos sob medida; mas é preciso avaliar a idade da criança para o uso.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), ruídos que atingem 70 decibéis já são desagradáveis para o ouvido humano e, acima de 85 decibéis, podem começar a danificar o mecanismo da audição, dependendo do tempo e da frequência da exposição sonora. O manejo contínuo de um brinquedo com esse volume pode prejudicar para sempre a audição das crianças. As menores, de até três anos, são as mais afetadas. E se elas têm a audição comprometida, isso pode afetar todo o seu desenvolvimento, inclusive o desempenho escolar.

Portanto, esteja atento na hora de comprar brinquedos. Garantir a segurança dos filhos, com certeza, não tem preço.

Texto: Marcella Vidal - fonoaudióloga da Telex Soluções Auditivas, especialista em audiologia.

Fonte: Libris Comunicação



Natação para bebês estreita relações afetivas

Eles podem desenvolver noções de relacionamento em grupo e respeito por meio do esporte.

Natação para bebês estreita relações afetivas

Idosos em quarentena: a rotina de autocuidados

Inchaço, rachaduras e micoses nos pés são muito comuns na terceira idade, veja como minimizar estes problemas sem precisar sair de casa.

Idosos em quarentena: a rotina de autocuidados

Quarentena – como controlar a vontade de comer?

Ficar em casa, sem saber ao certo quando retomaremos a rotina... o trabalho, a escola, a academia, o encontro com os amigos.

Quarentena – como controlar a vontade de comer?

Sabão, sabonete ou detergente: com qual devo lavar as mãos?

Para esclarecer essa dúvida, a doutora na área de biologia de microrganismos e parasitas explica o uso correto de cada um desses produtos.

Sabão, sabonete ou detergente: com qual devo lavar as mãos?

Escola do Barreiro produz máscaras para moradores de rua

Iniciativa conta com apoio da Arquidiocese de Belo Horizonte, em parceria com a Pastoral de Rua.

Escola do Barreiro produz máscaras para moradores de rua

Exclusivo: método revela como ter uma barba cheia e forte

Novidade no Brasil tem preocupado os donos de clínicas de estética que estão perdendo clientes masculinos, pois muitos estão descobrindo esse novo tratamento inédito no Brasil.

Exclusivo: método revela como ter uma barba cheia e forte

Tratamentos estéticos que contribuem para a autoestima durante a velhice

Radiofrequência e luz pulsada são alguns dos procedimentos indicados para cuidar da aparência a partir dos 50 anos.

Tratamentos estéticos que contribuem para a autoestima durante a velhice

Como aumentar a imunidade com uma alimentação balanceada

Uma dica é substituir os biscoitos industrializados por frutas, iogurtes, oleaginosas e chás.

Como aumentar a imunidade com uma alimentação balanceada

As artimanhas dos assaltos a condomínios

Todos os dias, somos surpreendidos por casos inusitados de invasão a condomínios.


Quando substituir o botox pela cirurgia plástica?

A toxina botulínica não ameniza muito o envelhecimento avançado e, em excesso, deixa a face enrijecida, perdendo a graça da naturalidade.

Quando substituir o botox pela cirurgia plástica?

O que o coronavírus tem a ver com a sua alimentação?

A psicóloga Vanessa Bassan dá dicas de como enfrentar esse momento sem descontar na comida.

O que o coronavírus tem a ver com a sua alimentação?

Qual a relação entre o exercício físico e uma boa noite de descanso?

Quando o indivíduo se exercita, o organismo libera várias substâncias que podem melhorar a qualidade do sono.

Qual a relação entre o exercício físico e uma boa noite de descanso?