Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Respire, pense e alivie o estresse

Respire, pense e alivie o estresse

26/06/2020 Thomaz Barcellos

Medo, ansiedade, raiva, estresse, preocupação, incertezas, angústia, tristeza, insegurança, perda de liberdade.

Essa é apenas uma pequena lista das emoções, sentimentos e sensações, que acometem o mundo nesse momento de pandemia.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Linkedin ainda em abril, 62% das pessoas que passaram a trabalhar em casa por causa do isolamento social já se sentiam mais estressadas, muito por causa da solidão e da insegurança por não ter a real noção do que se passa no mundo do lado de fora do lar.

Além disso, a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) divulgou uma pesquisa em maio que mostrava o aumento de até 25% do número de consultas com psiquiatras no Brasil e o crescimento na procura por remédios para tratar transtornos.

Para esses tempos, é uma tendência comum sentir o impacto na nossa saúde física e mental, e as buscas por soluções são constantes. Reconhecer que existem problemas é importante, e saber como superá-los é fundamental.

Existem formas simples que podem ajudar. Se aprendermos a viver segundo conceitos da filosofia oriental, que nos diz que tudo é mutável e impermanente, conseguiremos passar por tudo isso de forma mais fácil.

Precisamos ser desprendidos e ter uma postura de desapego tanto para coisas boas (como sorte e a riqueza), quanto para as coisas ruins (como os ressentimentos e a tristeza).

Pensar na transitoriedade das coisas faz com que tudo seja mais ameno nesse período de crise e grandes mudanças.

Aceitar o que não podemos mudar, viver o presente como o único tempo que existe, ser grato pela vida e oportunidades concedidas, são ensinamentos que necessitamos colocar em prática.

Praticar ioga, meditação, técnicas de respiração ou mindfullness autohipnose são de grande ajuda para esse momento.

Se conectar com pessoas positivas, boas notícias, leituras edificantes e estar em prece são recomendações essenciais.

Muito do que citei acima pode ser facilmente incorporado na rotina, como, por exemplo, parar em alguns momentos do dia para fazer uma respiração mais consciente.

É comum num estado de ansiedade e estresse mantermos uma respiração curta pelo nariz e incompleta, usando pequena parte dos pulmões.

Nossas células necessitam de oxigênio 24h por dia e para um bom funcionamento do organismo esse fluxo deve ser o mais eficiente possível.

Parar por dois minutos que seja, inspirar profundamente pelo nariz e expirar pela boca, procurando retirar o máximo de ar do corpo, já é de grande valia para trazer de imediato uma sensação de calma e bem estar.

A meditação é outra prática extremamente eficaz para diminuir a ansiedade e o estresse. Ela pode ser realizada diariamente por pelo menos 15 minutos diários.

Então, vale a pena organizar uma rotina para meditar por um tempo e programar pausas ao longo do dia para respirar.

Os primeiros passos para cuidar de você mesmo é fechar os olhos, olhar para dentro e tentar entender um pouco desse movimento interno, o que está sentindo e perceber quais são seus tipos de pensamentos.

Tenho certeza de que você pode ficar mais leve!

* Thomaz Barcellos é hipnoterapeuta e mestre em Ciências Médicas.

Fonte: Goldoni Conecta



Qual o mundo que quero criar (e deixar) para minha filha?

Sou pai de uma linda menina de 3 anos e todos os dias ela me faz ter um olhar diferente sobre o mundo.

Qual o mundo que quero criar (e deixar) para minha filha?

Campanha Agosto Dourado: mães com covid-19 devem continuar amamentando

Estudos indicam que leite humano não transmite a doença.

Campanha Agosto Dourado: mães com covid-19 devem continuar amamentando

Expressão “dor nas costas” bate recorde de buscas na internet

De cada dez pessoas, oito terão dores nas costas ao longo da vida.

Expressão “dor nas costas” bate recorde de buscas na internet

Redes sociais e solidão

As pessoas se refugiam nas bolhas digitais para manter contato com as pessoas ao seu redor.

Redes sociais e solidão

Estudo aponta que quarentena aumentou casos de dores musculoesqueléticas

Joelhos e coluna foram as regiões mais afetadas pelo confinamento.

Estudo aponta que quarentena aumentou casos de dores musculoesqueléticas

Solidão infantil: um mercado lucrativo

A indústria do consumo infantil, sem pudor nem piedade, constrói um exército de reféns mirins.

Solidão infantil: um mercado lucrativo

Como ajudar os avós no confinamento?

Que tal oferecer carinho através de uma massagem nos pés?

Como ajudar os avós no confinamento?

Quando não formos capazes de mudar uma situação, devemos mudar a nós mesmos

Estamos todos aprisionados,  vivendo um momento muito difícil, que nos paralisa.


Cinco dicas para evitar manchas na pele após a depilação

Alguns tipos de pele têm maior propensão ao surgimento delas, mas há alguns truques seguros para prevenir o aparecimento e desfilar com uma perna lisinha.

Cinco dicas para evitar manchas na pele após a depilação

O importante vínculo entre avós e netos

Relacionamento entre idosos e crianças é fundamental para criar sentimentos de pertencimento.

O importante vínculo entre avós e netos

É preciso crer e pensar!

Minha fé é extremamente racional e pouco sentimental...

É preciso crer e pensar!

33% dos brasileiros diminuíram a frequência das relações sexuais

Pesquisa Opiniões Covid-19 demonstra que o sexo tem influência direta no humor.

33% dos brasileiros diminuíram a frequência das relações sexuais