Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Saiba as diferenças entre botox ou preenchimento

Saiba as diferenças entre botox ou preenchimento

20/04/2021 Divulgação

Os dois procedimentos são usados para o rejuvenescimento facial.

Saiba as diferenças entre botox ou preenchimento

 nome comercial da toxina botulínica, Botox, virou praticamente sinônimo para qualquer tratamento estético facial. Mas, não é bem assim. Embora o tratamento com o Botox e o ácido hialurônico não seja novidade na medicina estética, muitos pacientes não sabem exatamente as diferenças e os objetivos de cada uma dessas substâncias. 

Segundo a oftalmologista Dra. Tatiana Nahas, Chefe do Serviço de Plástica Ocular da Santa Casa de São Paulo, o Botox (toxina botulínica) é indicado para tratar e prevenir as rugas. Já o preenchimento com ácido hialurônico é aplicado para preencher o volume e o contorno da face, perdidos devido ao processo do envelhecimento natural.

“Os dois procedimentos podem ser feitos juntos ou separados. A decisão sempre vai depender da idade do paciente e dos objetivos do tratamento estético”.

Duração e custos são diferentes
A aplicação do Botox e do preenchimento é similar, feita com pequenas agulhas, nos pontos que mais incomodam o paciente em relação à aparência.

Uma diferença importante entre o Botox e preenchimento é a duração. O preenchimento pode durar até 18 meses, enquanto a toxina botulínica dura, em média, de 4 a 6 meses.

Os valores também diferem. A toxina tem um preço menor, tornando-a mais acessível. O preenchimento tem um valor mais alto, principalmente quando é preciso preencher diversos pontos na face.

“Outro ponto positivo desses procedimentos é que são reversíveis, ou seja, se a pessoa não gostar do resultado, basta esperar o corpo absorver os produtos e aparência voltará ao que era antes das aplicações”, finaliza Dra. Tatiana.

Para mais informações sobre estética clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Agência Health



Temos uma Mãe!

Assim como o mês de maio, outubro também é um mês dedicado a Maria.

Temos uma Mãe!

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Quem não gosta de ser recebido em um ambiente profissional com um sorriso largo dos colegas?

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Brincar é coisa séria!

A brincadeira é fundamental para o desenvolvimento emocional, cognitivo e social da criança.

Brincar é coisa séria!

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

O consumo excessivo de açúcar e a má escovação podem levar ao aparecimento de cáries.

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

Estudo mostra que longevidade está ligada à prática de exercícios

Pessoas obesas e sedentárias que começam a se exercitar podem diminuir o risco de morte prematura em 30% ou mais.

Estudo mostra que longevidade está ligada à prática de exercícios

No Brasil, 14% da população se considera vegetariana

Dietas vegetarianas adequadamente planejadas são saudáveis e nutricionalmente adequadas.

No Brasil, 14% da população se considera vegetariana

Mais de 20 monumentos aderem à campanha de conscientização do Setembro Roxo

Campanha alerta sobre a existência da fibrose cística para milhares de pessoas em todo o país.

Mais de 20 monumentos aderem à campanha de conscientização do Setembro Roxo

Canal Angelini aborda as histórias das religiões

Nunca foi tão importante entender a história das religiões.

Canal Angelini aborda as histórias das religiões

Vulnerabilidade a seu favor: a verdadeira liderança

Vulnerabilidade: não podemos evitá-las e viver apenas em momentos seguros.

Vulnerabilidade a seu favor: a verdadeira liderança

Você controla seu celular ou é ele que te controla?

No ano de 2020, cada brasileiro que possui smartphone passou, em média, 4,8 horas por dia utilizando o seu aparelho, segundo o novo relatório anual da App Annie.

Você controla seu celular ou é ele que te controla?

O chá e seus efeitos benéficos

Quem nunca tomou algum medicamento medicamento sem receita médica?

O chá e seus efeitos benéficos

Direitos de crianças e adolescentes em meio à pandemia

As políticas públicas e a atuação das instituições que trabalham para garantir os direitos da criança e do adolescente, tema debatido há vários anos no meio público, ganharam um novo sentido durante a pandemia.

Direitos de crianças e adolescentes em meio à pandemia