Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Sedentarismo aumentou 43% durante a pandemia

Sedentarismo aumentou 43% durante a pandemia

12/03/2021 Divulgação

Restrições à prática de atividade física elevaram de 35 para 50% a parcela da população que não se exercita, aponta pesquisa.

Sedentarismo aumentou 43% durante a pandemia

Pesquisa encomendada pela Smart Fit, líder no setor de fitness no Brasil, revela agravamento no quadro do sedentarismo no Brasil. Somados aos tradicionais motivos para não se exercitar, como falta de tempo e de disposição, o medo da pandemia passou a ser um fator importante para as pessoas se tornarem sedentárias.

Antes da pandemia, 65% dos entrevistados praticavam exercícios e esse número caiu para 50% após as restrições impostas pelo período. Já a quantidade de pessoas que deixou de praticar exercícios aumentou de 35% para 50%.

Ao se considerar a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), de prática de atividade física entre 150 e 300 minutos semanais, a situação fica ainda mais grave. O número de pessoas consideradas sedentárias sobe de 50% para 66%.

A pesquisa realizada pela Opinion Box com homens e mulheres, entre 18 e 45 anos, aponta que apenas 5% dos pesquisados treinam todos os dias, seja ao ar livre, em casa ou em academias. Em 2020, no início da quarentena, a Smart Fit desenvolveu a plataforma gratuita Treine em Casa, com o objetivo de manter as pessoas em movimento durante o isolamento social. O site teve mais de 25 milhões de acessos em toda a América Latina e oferece exercícios rápidos de diferentes modalidades.

Para mais informações sobre sedentarismo clique aqui.



O extraordinário poder da poesia na mente humana

Que a poesia e a boa música dão arrepios todo mundo já sabe, mas a ciência vem nos provar como isso acontece.

O extraordinário poder da poesia na mente humana

Brasil é a sociedade mais ansiosa do mundo

Estudo do Dr Fabiano de Abreu, feito na Logos University International, publicado pelo Brazilian Journal of Development, busca explicar e solucionar o problema.

Brasil é a sociedade mais ansiosa do mundo

Cuide do seu bebê: mantenha a saúde bucal em dia

Manter a escovação em dia e usar o fio dental são procedimentos essenciais.

Cuide do seu bebê: mantenha a saúde bucal em dia

Encurtamento muscular: o lado ruim do home office

Dores e redução da amplitude de movimento são os principais sinais de que seus músculos estão encurtados.

Encurtamento muscular: o lado ruim do home office

Brincar é coisa séria!

Falar sobre a importância do brincar no Dia das Crianças pode parecer algo comum, mas é um assunto de grande relevância na vida dos pequenos e de seus familiares.

Brincar é coisa séria!

Diversidade cerebral da criança: dificuldades de aprendizagem

Uma coisa é certa: não há dois cérebros iguais no mundo.

Diversidade cerebral da criança: dificuldades de aprendizagem

O sorriso envelhece, mas pode ser mais tarde

A gengiva pode sofrer recessão, que é a exposição da raiz, ou inflamações decorrentes de doenças periodontais.

O sorriso envelhece, mas pode ser mais tarde

Após quase morrer de câncer, a solidariedade

Em março de 2016, quando estava com 35 anos, descobri o câncer de mama.

Após quase morrer de câncer, a solidariedade

Temos uma Mãe!

Assim como o mês de maio, outubro também é um mês dedicado a Maria.

Temos uma Mãe!

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Quem não gosta de ser recebido em um ambiente profissional com um sorriso largo dos colegas?

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Brincar é coisa séria!

A brincadeira é fundamental para o desenvolvimento emocional, cognitivo e social da criança.

Brincar é coisa séria!

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

O consumo excessivo de açúcar e a má escovação podem levar ao aparecimento de cáries.

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças