Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Seu filho é chato para comer?

Seu filho é chato para comer?

10/07/2023 Carla Deliberato

Carla Deliberato, fonoaudióloga com experiência em casos de seletividade alimentar, mostra a relevância da interferência parental na alimentação dos pequenos.

Seu filho é chato para comer?

"Meu filho é chato para comer". Se você nunca ouviu essa frase, com certeza pelo menos conhece alguém que já falou algo parecido. Quando as crianças são pequenas é normal que manifestem alguma estranheza em comer certos alimentos. A textura e o cheiro, por exemplo, acabam influenciando muito as caras feias dos pequenos na hora das refeições.

Estudos realizados pelo Cenda mostram que de 3 a 5 mães de cada 10 dizem que o filho tem ou teve problemas importantes de alimentação. "A seletividade alimentar é algo inerente à criança e tem vários motivos, a participação dos  pais é com certeza uma delas", explica a fonoaudióloga, especialista em motricidade oral com experiência em casos de recusa e seletividade alimentar, Carla Deliberato.

Muitos acreditam plenamente naquele achismo passado de geração em geração que diz que a seletividade alimentar e a recusa por determinados alimentos pelos pequenos é uma fase e que isso passa. No entanto, isso não é uma verdade como pode parecer e responsáveis pelas crianças  precisam sim dedicar tempo e atenção ao momento das refeições.

Com a correira do dia a dia, os responsáveis podem negligenciar o momento de comer com os filhos. Durante o desenvolvimento do paladar da criança, tudo que ela experimenta é novidade e é extremamente crucial que introduzam alimentos saudáveis para as crianças, mesmo que elas façam birra e se recusem a comer. 

"É necessário introduzir a refeição ao menos 12 vezes, apresentando para a criança o mesmo ingrediente preparado de formas diferentes para ter certeza de que ela realmente não gosta", comenta a especialista.

Cada vez mais vemos crianças com acesso à tablets, computadores e celulares. Às vezes, o erro das mães é acreditar que as telas são uma alternativa, uma ótima opção para entreter os pequenos na hora da refeição, mas a prática pode ser perigosa.

"Quando a criança está na frente de uma tela, toda a concentração está naquilo que ela está vendo e ouvindo, quando na verdade deveria estar com o foco total nos alimentos que está consumindo", ressalta a fonoaudióloga.  

"Evite se estressar quando seu filho se recusar a experimentar novos alimentos. Tente apresentá-los de maneira criativa e divertida, como cortando em formatos engraçados ou envolvendo seu filho no processo de cozimento. Seja paciente e continue oferecendo novos alimentos ao longo do tempo", finaliza Carla.

* Carla Deliberato, fonoaudióloga, especialista em motricidade oral com experiência em casos de recusa e seletividade alimentar.

Para mais informações sobre alimentação infantil clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Poletto Comunicação



São Cristóvão: padroeiro dos viajantes

O dia de São Cristóvão, em 25 de julho, é ocasião de pedir sua intercessão sobretudo nas viagens empreendidas.

Autor: Padre Alex Nogueira

São Cristóvão: padroeiro dos viajantes

6 devocionais para começar bem o dia

Confira uma seleção de obras que vão nutrir a alma e proporcionar momentos de reflexão.

Autor: Divulgação

6 devocionais para começar bem o dia

A importância dos passeios em família

Tem sido desafiador nos tempos atuais encontrar um tempo de qualidade para fazermos aquilo que nos traz bem-estar.

Autor: Aline Tayná de Carvalho Barbosa

A importância dos passeios em família

A nossa vida: estamos no controle?

"Eu deveria estar morto." Assim se pronunciou Donald Trump momentos após ter sido alvo de um disparo que lhe atingiu e quase interrompeu a sua vida.

Autor: Sheyner Yàsbeck Asfóra


A importância da audição para o desenvolvimento infantil

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 5% da população brasileira sofre com algum tipo de deficiência auditiva.

Autor: Luciana Brites

A importância da audição para o desenvolvimento infantil

Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Doações serão enviadas para crianças e adolescentes vítimas das enchentes que atingiram o Sul do país.

Autor: Divulgação

Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Atitudes para gerir adequadamente as emoções

Emoções são a base de todos os relacionamentos e a forma como lidamos com elas define o quão longe iremos em nossos objetivos.

Autor: Janguiê Diniz


Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

O que significa aproveitar a vida? Esta é uma pergunta que muitos de nós já nos fizemos em algum momento.

Autor: Suely Tonarque

Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Viver não é uma jornada tranquila e sem contratempos, não é como descansar em um lago de água morna, onde você pode deitar e relaxar.

Autor: Janguiê Diniz

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Observando nossa história pessoal, não é difícil perceber que a cada escolha que fazemos nos tornamos responsáveis por suas implicações.

Autor: Padre Demétrio Gomes


Caridade: remédio contra o pecado

O amor a Deus que cultivamos em nossos corações são indicativos do espaço que damos para sua graça agir.

Autor: Padre Alex Nogueira

Caridade: remédio contra o pecado

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças

Saiba como as famílias podem influenciar no desenvolvimento socioemocional dos jovens e como promover uma educação eficaz dentro de casa com a abordagem da "missão familiar".

Autor: Divulgação

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças