Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Sinta o poder de cura do perdão

Sinta o poder de cura do perdão

30/12/2015 Bob Clark

O perdão é discutido em lugares surpreendentes.

Não mais confinado às discussões sobre religião e filosofia moral, o perdão está expandindo seu papel como virtude e tomando o seu lugar como um importante elemento de bem-estar físico.

“O conflito não apenas deprime o espírito; ele pode levar a problemas de saúde física”, diz a página de Envelhecimento Saudável do site Johns Hopkins Medicine.

A página de Estilo de Vida Saudável do site da Mayo Clinic inclui o seguinte: “Quando alguém que você gosta lhe machuca, você pode guardar raiva, ressentimento e pensamentos de vingança — ou abraçar o perdão e seguir em frente. (...) Deixar rancores e a amargura de lado pode abrir caminho para a felicidade, saúde e paz”.

Uma ilustração poderosa disso está na reportagem do The Christian Science Monitor. O título resume bem: “Após 39 anos de prisão, encontra-se inocência e perde-se a amargura”.

Ricky Jackson é um exemplo vivo de perdão. Sua condenação, com base em uma mentira de um menino de 12 anos de idade, foi revertida.

O artigo explica que, desde que deixou a prisão, Ricky tem pensado no que fazer com o resto de sua vida e com a mentira que o levou à prisão aos 18 anos, fazendo dele a pessoa condenada injustamente por mais tempo na história americana.

Essa mentira testou os limites do perdão humano e da resiliência e o obrigou a não deixar que as circunstâncias, embora trágicas, definissem quem ele é. Mesmo na prisão, Ricky buscou preservar sua sensibilidade.

“Eu tentei ser o tipo de pessoa que minha mãe queria que eu fosse”, disse ele. “Eu era uma pessoa em uma prisão. Mas nunca me tornariam um prisioneiro”. Ricky conseguiu perdoar quem o acusou falsamente.

Como chegar ao ponto de perdoar algo tão errado? “Comece aos poucos”, diz o Dr. Fred Luskin. Como diretor dos Projetos de Perdão de Stanford e consultor sênior na promoção da saúde na Universidade de Stanford perguntaram-lhe: “Pode-se incorporar o perdão na vida diária?” “O perdão pode começar aos poucos”, disse ele.

“Pratique-o nas pequenas coisas em sua vida: a próxima vez que você ficar com raiva de alguém por uma coisa banal, pratique perdoá-lo. Faça disso uma escolha consciente, deixe passar e perceba o quão bem você se sente.

Quando estiver bravo com alguém, pergunte-se: ‘Vale a pena sofrer?’ Se você está confuso e incerto sobre isso, pergunte a alguém que já praticou o perdão. Essa pessoa lhe dará um relatório brilhante sobre o valor do perdão em sua vida. Não precisa apenas acreditar em mim".

Quando o perdão parece quase impossível, a oração pode fazer a diferença. Veja-a como um processo de duas etapas: 1. Humildemente, tranquilize a mente humana, na qual residem o ressentimento e mágoa e 2. Tente compreender a Deus como a verdadeira fonte de pensamento.

Se você for como eu, ao abrir a porta do seu pensamento, você poderá sentir a tensão e a dor da raiva serem lavadas pelo Amor divino. É um sentimento poderoso e inesquecível que restaura a saúde física e mental.

* Bob Clark pratica profissionalmente a Ciência Cristã em Belleair, Flórida.



Ascensão dos devocionais

No final dos anos 1990, algumas igrejas brasileiras utilizavam os devocionais para mobilizar seus membros a desenvolverem uma vida espiritual ativa e dinâmica

Autor: Magno Paganelli

Ascensão dos devocionais

Santuário do Pai das Misericórdias: lugar de encontro com Deus e renovação espiritual

O Santuário do Pai das Misericórdias é um importante centro de peregrinação e devoção católica, atraindo fiéis de diversas partes do país e do mundo.

Autor: Pe. João Gualberto


Brasileiros solidários

A Gol em parceria com a Avianca, empresas do grupo Abra, transportou doações em mais um voo humanitário.

Autor: Divulgação

Brasileiros solidários

Solidariedade permanente

Há alguém que dependa única e exclusivamente de si? "Ah, sim, 'eu sou o cara, faço e aconteço, sou uma pessoa independente'".

Autor: Padre Marcio Prado


Cemig envia equipes, geradores e veículos especiais para RGS

Equipamentos cedidos pela companhia podem atender até 2.500 mil residências afetadas pelas enchentes no estado.

Autor: Divulgação

Cemig envia equipes, geradores e veículos especiais para RGS

LBV lança campanha de combate à dengue com recado das crianças

O objetivo de promover hábitos saudáveis e eliminar criadouros do mosquito.

Autor: Divulgação


“Dias Perfeitos”: a incrível beleza das coisas simples

Talvez a maior perda de um mundo em que tudo acontece apenas dentro de uma tela é que as pessoas perdem o caminho de seu mundo interno.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O livro de Tobias: uma história edificante

No século III antes de Cristo um grande número de judeus moravam no Egito, em Alexandria.

Autor: Lino Rampazzo


Como as emoções afetam o ambiente de trabalho?

A concorrência no mundo dos negócios é diariamente uma arena onde a racionalidade e a tomada de decisões estratégicas são imperativas para o sucesso.

Autor: Divulgação

Como as emoções afetam o ambiente de trabalho?

Segredo para casamentos duradouros

Com os anos de relacionamento, não é incomum que todo aquele encanto, a alegria, o prazer de estar com a pessoa amada enfraqueça, diminua, encolha e desbote.

Autor: Déa Jório e Jal Reis

Segredo para casamentos duradouros

Especialista explica as consequências da timidez

Atividades que desenvolvem habilidades sociais podem ser a solução.

Autor: Divulgação

Especialista explica as consequências da timidez

Depressão e ansiedade gestacional, como identificar?

O período gestacional é um momento da vida da mulher, principalmente para as mães de primeira viagem, que mais exige equilíbrio emocional.

Autor: Dra. Andréa Ladislau

Depressão e ansiedade gestacional, como identificar?