Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Conectados pelo clima e no combate à corrupção

Conectados pelo clima e no combate à corrupção

09/12/2021 Hugo Nicolas Genoni

Hoje, 9 de dezembro de 2021, foi o Dia Internacional de Combate à Corrupção.

Conectados pelo clima e no combate à corrupção

É uma data para empresas, governos, organizações civis e todos nós, como sociedade, renovarmos o compromisso de trabalhar juntos para acabar com as consequências devastadoras que a corrupção gera na vida das pessoas em todo o mundo.

Muitos dos impactos negativos da corrupção ocorrem e são vistos nas esferas social, econômica e política de diferentes países e sociedades. Porém, um dos aspectos mais urgentes que não devemos deixar de lado é entender que não podemos lutar contra a crise climática sem combater a corrupção. Esse último ponto ganha mais relevância a partir da agenda ESG, ou em português ASG (ambiental, social e governança) que a sociedade prioriza e quando observamos os grandes desafios da crise climática e da transição para energias limpas e sustentáveis, pontos discutidos há algumas semanas na 26ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 26).

De acordo com a Transparency International, a corrupção e as mudanças climáticas estão altamente conectadas. As mudanças necessárias para um futuro mais verde incluem, entre outras, a proteção das florestas e selvas, o transporte sustentável e o desenvolvimento de fontes renováveis de energia.  Mas essas ações requerem do comprometimento ético e transparente das empresas e setores envolvidos.

Vale destacar que diversos processos inseridos na estrutura de gestão ambiental são altamente suscetíveis ao potencial risco de corrupção, que podem ser desde a obtenção ou concessão de licenças ambientais e proteção de espécies ameaçadas de extinção até o abastecimento de água, extrativismo, dentre outros. As consequências dessas ações, muitas vezes corrompida no abuso de poder que priva as pessoas de seus direitos sociais e econômicos, cria obstáculos ao progresso e ao desenvolvimento da sociedade.

Por isso, é essencial que as várias esferas da sociedade se unam na promoção de combate à corrupção: os governos, por meio do fortalecimento das instituições com mecanismos de prevenção e controle social; as empresas do setor privado e organizações civis, com iniciativas de prevenção e detecção de práticas ilegais e adoção de ações de integridade; e por fim, mas não menos importante, a sociedade como agente transformador. A responsabilidade não deve ser delegada apenas a um elo da cadeia.

Especificamente sobre o setor privado, está inserida a capacidade de alavancar a agenda de integridade na Governança, base para os demais pilares da agenda ASG, pois não há compromisso ambiental e social sem transparência e responsabilidade. Dentre as ferramentas estão o absoluto engajamento da alta direção, treinamentos, comunicações, adesão a movimentos pela integridade, ações coletivas anticorrupção e de transparência e divulgação de políticas e procedimentos. Todas contribuem na transformação social e cultural, impactando positivamente a forma como os negócios são realizados.

Portanto, neste Dia Internacional de Combate à Corrupção, mais do que ressaltar a importância de estar em conformidade, é importante lembrar que fazer o certo garante a sustentabilidade corporativa e da sociedade. O compromisso de todos no combate à corrupção é o caminho mais curto para a promoção efetiva da Agenda 2030 e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS).

* Hugo Nicolas Genoni é diretor de auditoria e compliance da ISA CTEEP, maior transmissora privada de energia elétrica do Brasil.

Para mais informações sobre Mudanças Climáticas clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: RPMA Comunicação



Como lidar com a “Geração Z” no mercado de trabalho

“Ninguém é produtivo o tempo inteiro, ninguém é feliz o tempo inteiro, mas é possível ser mais feliz e produtivo. E isso sem acabar com a saúde mental.”

Autor: Divulgação


A arte de não fazer nada: o ócio e o estímulo à criatividade

Você já se sentiu culpado por não fazer nada?

Autor: Thaísa Passos


Governo do Japão e Instituto Ramacrisna celebram parceria

As aulas devem começar ainda em 2024, após a finalização das obras de construção do novo prédio.

Autor: Divulgação

Governo do Japão e Instituto Ramacrisna celebram parceria

Paciente faz 100 anos e pede namorada em casamento

Casal ficou noivo após convivência de quase duas décadas na unidade da Fundação Hospitalar de Minas Gerais.

Autor: Divulgação


Protegendo crianças e idosos no ambiente online

Preservar crianças e idosos em um mundo que se torna mais tecnológico a cada dia que passa é dever de todos.

Autor: Ricardo Rios

Protegendo crianças e idosos no ambiente online

Nomofobia e os impactos do uso de smartphones no ambiente de trabalho

“Você é um nomofóbico?”. Essa foi a pergunta de partida de minha fala no Congresso da Academia Brasileira de Direito do Trabalho, em outubro de 2023, na cidade de São Paulo.

Autor: Eduardo Pragmácio Filho

Nomofobia e os impactos do uso de smartphones no ambiente de trabalho

O envelhecer e seus impactos na sociedade

Quando jovens, muito comumente pensamos e sentimos que somos imortais; e não pensamos na velhice, na morte; que é bom e ruim.

Autor: Viviane Gago

O envelhecer e seus impactos na sociedade

Poupança X Investimento: economista explica a diferença

De forma bem-humorada e sem enrolação, o influenciador explica os princípios que o regem por trás das cifras milionárias.

Autor: Divulgação

Poupança X Investimento: economista explica a diferença

Menos procrastinação, mais sucesso

Você sabe o que é procrastinação? É aquela mania de deixar tudo para depois.

Autor: Juliana Brito

Menos procrastinação, mais sucesso

História do comércio e a fidelização de clientes

"Só existe uma definição válida para a finalidade de uma empresa: criar um consumidor”.

Autor: Luiz Fernando Dias Guedes

História do comércio e a fidelização de clientes

Escorpiões: quem são esses animais temidos pela população?

Veneno produzido pelo animal é usado para o desenvolvimento de novos medicamentos e tratamentos para doenças crônicas.

Autor: Divulgação

Escorpiões: quem são esses animais temidos pela população?

Boletos se popularizam frente às taxas astronômicas dos cartões de crédito

No atual cenário financeiro, uma disparidade significativa se faz presente entre os boletos e os cartões de crédito no Brasil, especialmente no que se refere às taxas de juros aplicadas.

Autor: Divulgação

Boletos se popularizam frente às taxas astronômicas dos cartões de crédito