Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Esta não foi a eleição das redes sociais

Esta não foi a eleição das redes sociais

05/12/2020 Osmar Bria

As redes sociais sem dúvida são ótimas para gerar curiosidade e simpatia.

Esta não foi a eleição das redes sociais

As eleições municipais de 2020 não foram as eleições das redes sociais, assim como previsto no artigo “O mito das redes sociais nas eleições 2020”, divulgado durante a pré-campanha. Imaginar que uma rede de relacionamento social iria, por si só, gerar votos era, no mínimo, previsível de não acontecer na realidade.

É claro que acreditar nisso era um conforto para a maioria dos candidatos, afinal, é mais barato e dá menos trabalho. O envolvimento gerado é virtual, ou seja, não garante necessariamente um relacionamento forte capaz de ser convertido em voto. Política é relacionamento; eleição é voto na urna.

As redes sociais sem dúvida são ótimas para gerar curiosidade e simpatia. Mesmo assim, é fundamental lembrar que grande parte dos eleitores detesta a política ou os próprios políticos. Por isso, para usar as redes sociais é necessário ter uma estratégia definida e conhecimento sobre o público que deseja alcançar. Não adianta acreditar que uma postagem vai atingir milhares de pessoas sozinha. Para isso são necessários vários fatores, e muitos deles não estão no controle do candidato.

O voto não é um produto atraente ao consumidor. Ele nasce da palavra compromisso. Em 90% dos casos, o voto nasce de um comprometimento assumido entre duas pessoas que confiam uma na outra, na maioria das vezes em favor de uma terceira. Assim vão se formando as “ondas eleitorais”, que podem ser chamadas de efeito de ressonância.

Durante a participação em campanhas de todas as partes do Brasil, foi possível acompanhar diferentes candidatos focados nas redes com trabalhos altamente técnicos e abrangentes, desde aqueles com pouca presença virtual até os de muito impacto com milhares de seguidores. O resultado foi que a maioria dos que apostaram nas redes como carro-chefe da sua candidatura acabaram sendo derrotados nas urnas.

O olho a olho e as redes individuais de relacionamento fizeram a diferença nessas eleições. Um líder que inspira a sua equipe, seus coordenadores, é justamente uma pessoa que cria a sensação de pertencimento nos seguidores. Assim, os objetivos entre ambas as partes ficam alinhados.

Por enquanto, vencer as eleições com as redes sociais ainda fica restrito para as grandes campanhas, onde as opções são menores. Os candidatos proporcionais, como deputados, vereadores e prefeituras até 50 mil habitantes, precisam investir no treinamento de equipe e em suas próprias características de liderança com inteligência emocional. Os resultados recentes das eleições municipais são uma prova disso.

* Osmar Bria é autor dos livros “A Fórmula do Voto” e “Mulher, Emoção e Voto”. Realiza treinamentos com partidos e candidatos de todo o país.

Fonte: Conversa Comunicação



Novo entendimento do Judiciário beneficia vítimas de golpes em bancos

Bancos terão que provar veracidade de assinatura em contratos apontados pelos clientes como fraudulentos.

Novo entendimento do Judiciário beneficia vítimas de golpes em bancos

Quais doenças impedem de assumir cargo público?

São comuns as dúvidas sobre doenças que reprovam nos concursos e impedem você de assumir um cargo público.

Quais doenças impedem de assumir cargo público?

Sete em cada 10 indústrias têm dificuldades para comprar insumo, diz CNI

88% das indústrias dizem que a normalização de insumos só virá em 2022.

Sete em cada 10 indústrias têm dificuldades para comprar insumo, diz CNI

Ibama publica edital para concurso

Inscrições podem ser feitas até o dia 20 de dezembro.

Ibama publica edital para concurso

Número de desempregados no país chega a 13,5 milhões, diz IBGE

Desemprego cai 1,6 ponto percentual e atinge 12,6%.

Número de desempregados no país chega a 13,5 milhões, diz IBGE

Delta Forum destaca iniciativas bem sucedidas de transformações urbanas

Exemplos das cidades de Óbidos, Medellín e Paracatu foram apresentados durante evento realizado nesta quinta-feira (25/11), em Belo Horizonte.

Delta Forum destaca iniciativas bem sucedidas de transformações urbanas

Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Poluição e escassez de água potável também preocupam.

Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Aumento da expectativa de vida não considera efeitos da Covid-19

De acordo com o IBGE, a expectativa de vida no Brasil era de 76,8 anos em 2020.

Aumento da expectativa de vida não considera efeitos da Covid-19

A Glamourização do Alcoolismo

Junto com a pandemia do Covid 19 surgiu uma outra pandemia, sutilmente disfarçada de status ou “momento de relaxamento”: o consumo excessivo de álcool.

A Glamourização do Alcoolismo

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Auxílio será destinado às famílias inscritas no CadÚnico

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Regras para as confraternizações de fim de ano em condomínios

Os salões de festas e churrasqueiras estão novamente disponíveis aos moradores para receber seus convidados.

Regras para as confraternizações de fim de ano em condomínios

Black Friday é o Natal dos golpistas – veja 8 caminhos para se proteger

Na Black Friday os cuidados devem ser enormes, pois sofremos com uma avalanche de promoções.

Black Friday é o Natal dos golpistas – veja 8 caminhos para se proteger