Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Geração Alpha, as crianças digitais do século XXI

Geração Alpha, as crianças digitais do século XXI

10/02/2020 Divulgação

Os Alphas têm uma maneira de "pensar digitalmente" sobre como as coisas se conectam e divergem.

Geração Alpha, as crianças digitais do século XXI

Geração Alpha, IGeneration, a primeira a ser 100% digital, vibra em uma energia de transformação tecnológica. Marcadas pelo uso da tecnologia, as crianças nascidas após o ano de 2010 interagem com o mundo primeiramente por meio das telas de modo muito natural, muito antes de começarem a ler ou a usar uma folha de papel; aprendem fazendo e navegam perfeitamente nas telas. Sem medo de teclar os botões, estas crianças aprendem surpreendendo os pais com a facilidade de utilizar os eletrônicos. Crescem com as vozes de Siri, Alexa e Google Assistant, pois no mundo dos Alphas, a interação se faz com inteligência artificial e assistentes de voz.

A geração Alpha prefere o mundo virtual ao mundo físico. Estas crianças estão constantemente mudando de comportamento e de preferências, pois acompanham a velocidade da informação deste mundo globalizado; importante observar aqui que, em um mundo onde todos se conectam, a proficiência em inglês acadêmico será essencial para o sucesso desta geração.

Os Alphas têm uma maneira de "pensar digitalmente" sobre como as coisas se conectam e divergem. Usam a tecnologia para aprender, interagir e demostrar o domínio de conteúdos avançados, conteúdos estes que as gerações anteriores ainda não dominaram pois a  tecnologia não é apenas um brinquedo ou distração, mas um modo de viver, conectar e aprender.

Pesquisas mais recentes indicam que esta geração superará as habilidades tecnológicas de seus pais aos oito anos de idade e acredita-se que os aplicativos e a inteligência artificial usados pelos Alphas reduzirão o tempo necessário para fazer compras, tarefas, adquirir produtos e serviços e até realizar consultas médica, pois todas as informações estarão conectadas e interligadas. Desta forma, a geração Alpha terá mais tempo para a criatividade, a inovação e para o lazer.

Para esta geração é a experiência e a ação que levam à aprendizagem, não apenas instruções e perguntas baseadas em conteúdo. O conhecimento é adquirido fazendo e experimentando, “colocando a mão na massa”; desenvolver habilidades de pensamento crítico, desenvolver projetos e resolver situações-problema é o que motiva a geração Alpha.

É preciso compreender como esta nova geração aprende e como pensa para que possamos captar sua atenção e garantir uma aprendizagem efetiva. A criatividade, a inovação, a descoberta e investigação são fatores essenciais para o engajamento desta geração. Fazer uso de metodologias ativa que enfatizam o protagonismo do aluno e potencializam o processo de ensino-aprendizagem é fundamental nos dias de hoje. Uma estratégia é gerar ideias de solução para determinada situação-problema; construir protótipos e testá-los são processos que motivam as crianças.

Aprendizagem colaborativa em pares, um ensinando o outro ou brainstorm de ideias permitem que os estudantes analisem possíveis soluções com diferentes pontos de vista e depois tomem decisões com base em seu próprio pensamento crítico pessoal e individual.

Esta geração espera significado e propósito por trás de seu aprendizado e busca experiências práticas e inovadoras, que estimulem a criatividade e que os levem a descobertas desconhecidas. Temas relacionados à tecnologia avançada, inteligência artificial, sustentabilidade, meio ambiente, problemas globais e bem-estar são alguns dos assuntos de interesse desta geração.

Mas fica o alerta: exposição precoce e o uso em excesso dos dispositivos eletrônicos podem ser prejudiciais à saúde. É preciso haver equilíbrio e acompanhamento da família de forma que se desenvolva um relacionamento saudável e produtivo com os gadgets.

Texto: Daniela Brocca - gestora educacional, graduada em administração e pedagogia, especialista em Neuropsicopedagogia, Coaching e Análise Comportamental e coordenadora do Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio Marista São Luis.

Fonte: PG1 Comunicação



Metade de calorias consumidas por brasileiros vem de alimentos frescos

Arroz, leite, carnes de aves e feijão são os alimentos mais consumidos.

Metade de calorias consumidas por brasileiros vem de alimentos frescos

Mídia chinesa: imprensa ou propagandista?

Organizações de notícias estatais chinesas gostariam que o mundo pensasse que elas são independentes e confiáveis. Mas não são.

Mídia chinesa: imprensa ou propagandista?

Campanha de doações gratuitas viabiliza compra de testes de Coronavírus para favelas do RJ

Ação da Ribon e Favela Sem Corona fornecerá gratuitamente testes rápidos para serem usados exclusivamente em áreas carentes no Rio de Janeiro.

Campanha de doações gratuitas viabiliza compra de testes de Coronavírus para favelas do RJ

Decathlon doa estoque de máscaras no Brasil

A empresa, de origem francesa, já possui 23 lojas em nosso país.


Caixa começa a pagar saque-aniversário do FGTS

Trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro receberão dinheiro.

Caixa começa a pagar saque-aniversário do FGTS

IREE promove conferências on line abertas ao público sobre reflexos da pandemia

Qualquer pessoa pode assistir gratuitamente aos eventos.


Indústria, Hospital Mater Dei e governo de Minas se unem para atender pacientes

Unidade Betim-Contagem terá quase 250 leitos para internação e tratamento intensivo de pacientes da COVID-19.


Armazenamento doméstico em tempos de crise

No relato bíblico sobre as pragas que assolaram o Egito, observamos padrões de comportamento muito semelhantes aos adotados nestes últimos dias.


Olimpíada de Tóquio começará em 23 de julho de 2021

Os Jogos de Tóquio (Japão) estão oficialmente remarcados.

Olimpíada de Tóquio começará em 23 de julho de 2021

Poupança ainda é o investimento mais escolhido pelos brasileiros

Levantamento CNDL/SPC Brasil mostra que dos 34% que costumam fazer reserva financeira, 62% apostam na caderneta de poupança e 27% ainda preferem guardar as economias em casa.

Poupança ainda é o investimento mais escolhido pelos brasileiros

Caixa e Banco do Brasil passam a operar em horário reduzido

Agências terão horário reduzido devido ao coronavírus,

Caixa e Banco do Brasil passam a operar em horário reduzido

Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio são adiadas para 2021

Em sua 32ª edição, a previsão era de que 11 mil atletas, de pelo menos 204 países, disputassem os Jogos.

Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio são adiadas para 2021